Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

 

Aqui áreas de trabalho são escassas mas as que há funcionam. E mal ou bem encaixaram-me numa delas para minha sorte.{#emotions_dlg.sarcastic}

 

Voltei à recepção como há uns anos atrás. Atendo clientes, arquivo, passo chamadas, trato de papelada que me compete, mando umas piadas - não muitas porque ainda não há muita confiança - e ganho o meu. Por enquanto ainda não tenho nome para este trabalho... Assemelha-se à Faixa de Gaza mas com mais gente e é bastante melhor que o Namek em Pé de Guerra - e fixe fixe fixe nisto tudo é que as mulheres é que dizem mal dos homens e não umas das outras. Aliás juntam-se e apoiam-se! Mas digo isto porque estou "fresquinha" mas também em 3 semanas acho que já teria apanhado alguma coisa. Não sei. Os homens são carrancudos isso são. Mas como para aturar homens aturo o meu porque o amo... Então eles que fiquem com a carantonha que eu estou na minha.

 

De manhã acordamos 40minutos antes de ir trabalhar, comemos o pequeno almoço em casa descansadinhos e na rua vamos ao café para acordar e por a conversa em dia com alguém que conheçamos. E ainda chegamos a tempo. Mais que a tempo. Vimos almoçar a casa, tratamos do nosso "gado", vemos um bocadinho de televisão, eu faço o meu serviço na wc descansada e não ando de barriga inchada de me aguentar o dia todo, tomamos o nosso cafezinho e voltamos à tarde.  Saímos às 5 e meia, as 5 e 40 estamos em casa, é tomar banho e jantar, ver televisão e cama. Isto não é vida. Isto é vidão! {#emotions_dlg.king}

 

Por vezes de manhã na rádio ouvimos o transito e diz o Luís "Nem sei como vamos chegar ao trabalho hoje" e pronto desatamos a rir por não podermos com o bem que temos. O máximo que apanhamos é um tractor ou um mata-velhos.

 

A todos os que ficaram em Lisboa: os meus sentimentos sem ressentimentos.{#emotions_dlg.evil}

 

 

Novidades, "novidinhas" nada de especial. Vidinha normal de Inverno, muito frio, muita chuvinha fria, muito nevoeiro de manhã, mais frio, ficar em casa enrolados em mantas, papar séries...

 

Por falar em séries ando doida com "The Walking Dead" e por mim via a série toda de uma rajada. Mas com um volume de tabaco ao pé que aquilo dá-me uns nervos!!! Nem comer durante eu posso. Que me cai mal. E mal começa o episódio o meu coração acelera. Eu acho que vou ter um fanico mais dia menos dia. E acho também que aquilo um dia acontece! É! É! Eu já tenho um esconderijo debaixo do vão das escadas da minha vizinha, que é a minha arrecadação :D Como um miudo à espera do Natal eu aguardo pacientemente as terças feiras no canal FOX para ver. Acho que há muitos anos que não via algo na televisão que gostasse tanto ao ponto de ficar nervosa, pensar que pode acontecer e encontrar lugares para me esconder. Eu que não via televisão... É DEMAIS!!!!!!!!! Não digam a ninguém mas já andei a ver na net se havia assim mais qualquer coisita {#emotions_dlg.blushed} mas só há os episódios que vi... Era só para ver... Para meu consumo... Também conta como pirataria? Conta? Ah shit!

 

Ah sim com este trabalho falo "ingrês" como disse... E cá me vou lembrando de algumas palavras... Shit é uma delas... Pena que não a possa usar quando bem me apetece{#emotions_dlg.lol} O pior é apanhar uma pessoa da Coreia que fala "português" e sai um diálogo como este:

 

- ***************, Bom dia!

 

- Bum dia. Querrrrer falarrre cum Sinhorrre Tal.

 

- Concerteza. Quem devo anunciar?

 

- Clarrrro, clarrrro.

 

- O seu nome, por favor...

 

- Concerrrteza.

 

- Sir? What's your name, please?

 

- Yes, yes!

 

 

E pronto foi a minha primeira chamada... Desta nunca mais me esquecerei... Nem daquela vez na Faixa de Gaza que me ameaçaram com uma caçadeira... Já tive uma identica aqui mas sem caçadeiras no entanto não foi comigo porque eu "tive de ir à casa de banho"... Mas que os senhores metiam medo, metiam... Quem disse que os Italianos eram românticos e melosos não viu estes de certeza! Arre!

 

Depois tenho um homem que guarda a propriedade. A primeira vez que o vi quase caí da cadeira. Entrou de mansinho e especou-se ali atrás do vidro, quando levantei a cabeça parecia que estava num qualquer momento da 3.ª dimensão. Se estivesse noite e a trovejar não estaria aqui de certeza. Vejo um homem rígido, vestido completamente de preto, com ar carregado e porcalhoto, com um bigode à início de séc. XX. Compus-me e o diálogo seguiu-se... Vendo bem foi um monólogo porque ele não respondeu mas eu percebi o que ele quis "dizer" uma vez que era o meu 3.º dia e não havia muitos assuntos que eu pudesse resolver então percebi logo: chamei a minha colega.{#emotions_dlg.emplastro} 

 

Hoje, dentro dos possíveis, somos "grandes" amigos. Eu num lado e ele no lado oposto... Lá longeeeeeeeee.

 

 

Depois o resto é a vidinha normal de "casada". Umas parvoíces, uns ralhetes para cada um impor a sua vontade, beijinhos, muito trabalho e a cereja no topo do bolo das pérolas do Luís:

 

 

Eu remexendo soutiens para comprar, o Luís passa por detrás calmamente e diz:

 

- Porque estás a ver isso?

 

- Oh estou a ver se há aqui algum giro... - digo na minha inocência.

 

- Não vês que isso é para as senhoras crescidas?

 

{#emotions_dlg.serious}

 

E vai embora calmamente deixando-me a olhar para ele de boca aberta e vermelha como um tomate.

 

 

Com ele os meus complexos ficaram na gaveta... Tinham de ficar. Ele volta e meia esgaravata-os!{#emotions_dlg.nostalgic}

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

04
Mai10

Já estive mais longe...

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não de o ser mas de ter...

 

 

Pois é. O Luís conseguiu trabalho no Alentejo na área dele e mais cedo ou mais tarde pisgo-me também.

 

 

Agora é só arranjar casa, arrumar a trouxa e ala que se faz tarde!

 

 

 

 

 

Acabou-se o trânsito. Acabaram-se os barulhos de sirenes e aquele burburinho nocturno de cidade que pouco dorme.

 

 

 

Poderei deixar de fazer o buço e aparar as sobrancelhas se me aprouver! E dar um traque que só a terra e a lua serão testemunhas e não as 20mil pessoas que partilham o mesmo autocarro comigo de manhã.

 

Por falar em autocarros! Lá só ha um de manhã e outro à noite!!!!! E acho que às vezes nem há! AHAHAHAHAH SOU FELIZZZZZZZ!!!

 

 

Posso ir trabalhar para um supermercado ou mesmo numa lojinha de rua e andar de chinelos. Não vou ver mais carros estampados e aturar ranhosas de sapato de salto alto. Vou ouvir os passarinhos o dia todo. Vou poder esturrar ao sol Alentejano aos fins de semana e ao fim de um dia de trabalho. Gelar com o frio seco que por lá faz no Inverno e tremelicar debaixo de um casaco de penas todo roto sem ter problemas que olhem para mim!!! Não vou ter Centros Comerciais onde poderei estourar o dinheiro para me arrepender depois. Nem Mc Donald's (esta parte é a única coisa que me faz assim espécie mas nada mais) para aliviar os stresses porque poucos vou ter.

 

Vou ter uma vaca leiteira chamada Camélia!!!

 

Os meus bichos poderão correr à vontade e a Zappa deixará de ser virgem para se tornar uma "filha" vagabunda. O Pablo irá esticar-se debaixo das árvores e correrá tanto que se vai tornar um cão totalmente atlético e saudável. E a minha Piggy será a mesma badocha de sempre atrás das moscas e bicharocos que apanhar.

 

E além disto tudo terei tempo para o Luís e mais tarde poderei criar os filhos num sitio calmo e longe da violência citadina.

 

 

--------------------------------------------------------------------

 

Faz amanhã 23 anos que abri um olho para o mundo. Assim tipo vesga. 5 anos depois descobre-se que era apenas miopia.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Abr10

Foi...

por Pobre(o)Tanas

Foi susto... (In)felizmente...

 

 

Eu aqui já a fazer grandes planos de fraldas e fraldinhas, com a paranoia que já se notava a barriga e que tinha desejos de sumo de cenoura, que não podia beber muitos cafés e que os enjoos eram fruto de tudo isto... Nããã... Lá veio o "fresh"...

 

 

Até fiz um teste de gravidez (que deu negativo claro mas na minha cabeça era ainda muito cedo).

 

Uma mulher, depois de ter feito mil e um planos, sente-se um bocado desiludida e impotente perante um cenário sangrento numa simples ida à casa de banho para fazer xi-xi pensando que estar sempre aflitinha também é sinónimo de gravidez.

 

Até andei em foruns fazendo perguntas e pesquisando sobre dicas que podiam fazer falta no futuro...

 

Enfim... Ser mulher que quer ser mãe é fazer figurinhas tristes em frente ao espelho e longe dele perante o olhar assustado do namorido que vai fazendo contas à vidinha e perguntando que nome lhe vamos por...

 

 

 

Pior que tudo isto só mesmo a farmaceutica entregar o teste de gravidez e perguntar se não quero a pílula do dia seguinte ficando com cara de atrasada mental quando lhe disse que não senhora e mesmo que quisesse seria tarde demais...

 

 

 

E assim tudo se desvaneceu... Num penso higiénico do Pingo Doce...

 

 

--------------------------------------------------

 

 

 

Como é que num trabalho tão pequenino até ali as pessoas dizem mal umas das outras???

 

Será que ainda não aprendi que é tudo igual em todo o lado?

 

Valeu-me - durante três dias - a ideia de estar grávida e pensar que suportava na minha barriga mais um ser que pudesse ajudar-me a ultrapassar certas coisas do dia a dia da minha vidinha profissional... Agora que só tenho as "regras" refugio-me no café que mais parece água de lavar os pés dos caminhantes de Fátima e que nunca me acorda para a vida.

 

 

 

Felizmente que já percebi que engravidei psicologicamente meia duzia de dias. Valha-me isso pelo menos.

 

 

Realmente encaro as coisas a tempo.

 

 

Há pessoas que procuram ajuda psicologica. Eu vou ao McDonald's.

 

 

 

 

 

'Bora lá ouvir a musiquinha

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Ora bem antes de ter um pouco de sossego o que já fiz desde que cheguei não da minha saudosa Faixa de Gaza mas de Namek em Pé de Guerra Cheio de Fungos foi:

 

Limpar as porcarias que tanto o "rapazola" como as "miudas" fizeram que foi desde uma vomitar em cima das cadeiras da sala e ele comer o que restou (pelo que apenas precisei de passar um pano humido dado que não haviam bocados de coisas estranhas a pastar), limpar duas mijas (normalissimo para o cachorro que ainda não se aguenta da bexiga), apanhar os jornais sujos - aqueles em que ele acertou em cheio -, lavar o chão, fazer o jantar (sob vigilância de cima da mesa da Sodona Piggy o que lhe valeu uma palmada no traseiro), lavar a loiça (com vigilância da Zappa que decidiu beber agua da torneira), lavar a wc delas (com vigilância do Pablo que adora apanhar bocados de silica que trinca com muito prazer fazendo "crrock crrock"), enquanto se limpa a loiça ouvem-se barulhos na wc e deparei-me com a Badalhoca da Zappa dentro da sanita em que quase tive de usar o desentupidor para a tirar de lá de dentro, enquanto a estava a tirar, o cão rouba o "coiso" em que se põe aquela pastilha da wc pato que põe a água azul... Posto isto levo o rapaz e o lixo à rua. Volto e ponho a máquina a lavar com roupa que suas senhorias decidiram tirar do cesto e fazer um festim qualquer com elas, dou meia volta e sigo para lavar a cozinha, vou atrás do Pablo que enfiou na boca mais qualquer coisa nojenta e peganhenta do chão (ha uns tempos foi um Dr Bayard semi comido por baixo do movel dos livros) e após tudo isto vou a banhos que bem preciso... Não sem antes guardar o balde e a esfregona porque o senhor é louco pela água suja das coisas que se lavam cá em casa.

 

Eu aqui mortinha por um estrado com um cobertor roto e um bocado de palha para fazer de almofada e estes lordes a roncarem cada um na sua cama com os seus deveres diários cumpridos. Perdão... A Zappa está a afiar as unhas na mala do portatil. Foi-se deitar agora.

 

 

Volta Luís, estás perdoado!!! :D

 

 

 

Estes dias sem o Luís cá para falar e partilhar as coisas custam-me imenso. Precisamos de ganhar uns trocos.

 

Faltam 3 semanas para eu gritar "Freedom" como o Mel Gibson no filme BraveHeart enquanto é esventrado no potro.

 

Eu sou esventrada psicologicamente todos os dias... A minha estupidez é levada ao limite para aguentar a burrice dos outros. A falta de bom senso, de disciplina, camaradagem, de cultura e humildade para pedir ajuda ou esclarecimentos.

 

Ninguém cruza conhecimentos, ninguém pensa, ninguém quer saber mais do que o básico que lhes foi ensinado. Como burros com palas nos olhos seguem o caminho que apenas conhecem. Não quebram rotinas, não quebram regras para melhorar o funcionamento da coisa em si. 

 

Sobem na horizontal da forma mais podre existente, guerreiam atenções e ladram quando alguem sai fora dos parâmetros por usar calças de ganga ou rir um pouco mais alto, por ir tantas vezes fumar porque "não deve ter nada para fazer" sem nunca se pensar que se é capaz de acabar o que se lhe é mandado mais cedo porque não se perdeu tempo com porcarias futeis e conversas do diz que disse.

 

Não sabem o que foi o Crash nem em que ano se deu. Não sabem o que é uma ETAR e nem nunca ouviram falar da Guiné-Conacri... Para elas o Vulcão Vesuvio ou o Homem de Vitruvio de Leonardo Da Vinci é o mesmo. Um Ford lê-se "Forde"; Epígrafe é epigráfe e a Opel Vívaro é Opel Viváro. O cúmulo é a questão "O que é um U-P-L-O-A-D?" soletrado... E são elas Doutoradas...

 

Por favor.... Tirem-me daqui...

 

 

Eu não nasci para isto. Eu não pisei os meus miolos para isto.

 

 

Eu quero ir para um sítio em que não preciso que hajam enciclopédias mas pelo menos não tentem fazer em fanicos aquilo que construi mentalmente em quase 23 anos...

 

Pra mim só um supermercado em que apenas ponho os produtos no laser e aquilo faz "pip" e eu ficarei toda contente porque somente me pedem sacos ou questionam se há pilhas para vibradores. Faço as minhas horinhas e venho para casa igual ao que fui. Sem mais conhecimento mas também menos baralhada com a merdice que esta gente tem na cabeça.

 

Basicamente a ideia é ter um trabalho de menor responsabilidade a ganhar a mesma miséria - nem é passar de cavalo para burro é apenas passar de cocó para ervilhas de cheiro - tirar a porcaria da carta uma vez que ninguem se cala que eu o deveria fazer - no entanto sei que vai ser parte da minha morte (só 10%) - e voltar à faculdade e acabar os 2 semestres que me faltam.

 

Pingo Doces e afins esperem por mim!

 

Mas também não sei se acabar a Licenciatura é boa ideia uma vez que parte dos licenciados e merdas que tais ali dentro são piores que o meu pobre avô que tanto se esforçou para tirar a Quarta Classe para adultos. Felizmente existem outras maneiras de se ganhar experiencia e conhecimentos de vida não tivesse ele estado na Guiné-Conacri, em Nova Iorque, Paris e por esse mundo fora a soldar peças que se partiam...

 

 

Por falar nisso, este fim de semana recordámos-te como ha muito não se fazia. Já lá vão 8 anos. Já pouco me lembro da tua voz... Desculpa-me!

 

Sei que olhas por mim e que queres que seja sempre mais e mais. De ti herdei a vontade e a mania de arranjar coisas que acabo por destruir por impaciência como aqueles rádios que teimavas em arranjar e acabavam no lixo em pedaços. De ti herdei o "eu é que sei e tirem-me a vida se estou a mentir...".

 

Saudades tuas. Amei-te tanto, meu velho "pai".

 

Beijinhos da Bicharocas:)

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

P.S. Nunca digam a uma colega que vão com ela de autocarro para casa e quando não a vêem saltam para o primeiro que aparece só porque decidiram à ultima da hora ir sozinhos para acabar o livro que tanto estão a gostar... Ela pode mandar parar o autocarro que entretanto já estava em marcha correndo atrás dele e sentar-se mesmo ao vosso lado como se não vos conhecesse... Assim a vossa vegonha é bem maior.

 

Aquilo que não faço pelos livros da Philippa Gregory...

 

E já vou no 7.º!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Fev10

DESPEDI-ME!!!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Eu, Pobre(o)Tanas, ao fim de quase um ano de tortura psicológica (dado que me faziam "frosquinhices" na minha linda cabecinha com tanta intriga), física (porque andei um ano "rota" e "dorida" da pressão psicológica em que se me instalam os nervos pelo corpo todo) e sexual (no que tocava ao cansaço que se evidenciava de cada vez que era para realizar qualquer acto dentro destes parâmetros) DESPEDI-ME!

 

EU DESPEDI-ME! E ao contrário da maioria dos desempregados que por aí andam, estou FELIZ!

 

DESPEDI-ME, DESPEDI-ME E DESPEDI-ME!

 

Eu entreguei a minha demissão! EU desisti. Entreguei uma carta do género "RENDO-ME SEUS PALHAÇOS! FIQUEM COM TUDO MAS NAO ME TIREM MAIS A MINHA ESSENCIA!"

 

 

Desisti de milhares de coisas para me dedicar àquele emprego de merda. Deixei a minha vidinha social, deixei a família muitas vezes pendurada por causa do cansaço, deixei de fazer coisas giras porque tinha de descansar, deixei de descansar para trabalhar, deixei de ser eu, deixei de me vestir como queria, deixei de roer as unhas porque era feio e as mãos são o nosso instrumento de trabalho, deixei de poder dizer parvoíces porque fica feio no meio em que estamos, de ser eu mesma. E para que? Para ganhar 600 euros num sitio em que há um horário a cumprir no que toca à entrada e não existe um de saída... Em que pessoas são numeros, em que homens se deitam às 4 da manha e acordam às 6 para se fazerem à estrada para encher as nalgas aos que estão sossegados em casa a acaríciar as mamas de silicone que nós, estupidamente, comprámos com o nosso suor! Em que no fim do ano dizem que ha que fazer mais horas e que para isso nos aumentaram 25 euros e que se o cliente está descontente não há forma de recebermos mais dinheiro. Que tem de haver proactividade quando essa é a que mais existe uma vez que o chefe nunca está disponível para resolver o que quer que seja.... Se nos rendemos ao nosso bom senso resolvendo as coisas como melhor pensamos ser somos postos de parte, castigados, ignorados... Se não resolvemos porque não sabemos, nos deveríamos ter rendido ao melhor que pensamos ser possível para não perder clientes... Se resolvemos como querem não está nada bem porque as regras de ontem já não são as de hoje. Somos líderes de mercado e a concorrência quer afanar tudo o que temos. Que se lixe a concorrência! Já têm tanto para que querem mais...

 

Dezenas de "ovelhas" que repetem o que o chefe diz.... "É assim como vos digo ou não é rapazes?", "ÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ"...

 

 

Até a FDP da garagem é baixa para os carros desportivos que entram...

 

Eu não pactuo com isso! JAMAIS EM TEMPO ALGUM! Eu vou para um supermercado passar Skip's na registadora por opção! E se nem aí conseguir vou para outro sitio qualquer onde possa ter as unhas roidas, o cabelo apanhado a meu jeito, um macaco no nariz e as cuecas todas mijadas se me apetecer!

 

 

Não interfiro na vida de ninguem, não sou má para ninguem e dei o litro ali dentro! Eu tenho caracter, tenho genica, tenho cultura e acima de tudo experiencia de vida e quem não me merece não me tem. PONTO!

 

 

 

Depois disto tudo sou mais famosa na empresa do que pensava porque pessoas que nem sequer sabia que existiam - coitadinhas - andam a dizer "Sabes quem se vai embora????"....

 

 

Muahahahah

 

 

 

Como dizia a outra: Aperta-me as mamas! Quando me f**** por tras eu gosto que me apertem as mamas.

 

"Administradoiro", podeis ir apertar o que vos aprouver dos que aí ficam!

 

 

 

 

P.S. As unhas de gel foram com os porcos!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

Ora bem... O chefe deu-me férias. Quase duas semanas!!! Tudo isto seria perfeito se ao fim do 5.º dia eu não andasse já a bater com a cabeça contra a parede!

 

CHEFIIIIII EU QUERO TRABALHARIIIII !!!! POSSO IR???????????? Eu porto-me bem, prometo!

 

Ser complexo, euzinha...

 

 

-------------------------------------------

 

 

Da ultima vez que escrevi tinha dito que arranjara uma prenda para o Luís mas que não podia divulgar dado que ele passa por aqui algumas vezes - tipo leitura de wc ou apenas para me dizer "Ouve lá porque nunca mais escreveste???" - contudo como sou boca de trombone ao fim do 2.º dia já lho estava a contar...

 

 

Pois bem aqui fica uma foto da "prenda" bem como das minhas outras "prendas" actualizadissimas

 

 

 

 

Pablo Manel Sapatinha, Rei da Baba

 

 

 

A Sodona Pamir Afonsinha Rosinha dos Limões, Princesa da Quinta da Serralheira

 

 

 

 

E as estrelas: Zappa Maria Mijona, Princesa da Casa a Cair de Podre e Miss Piggy Piggs, Duquesa do Caixote de Areia.

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Resolvi ir ao Oftalmologista porque há mais de 2 anos que não uso mais nada que não lentes de contacto uma vez que os óculos foram com os porcos. Além de ter levado uma rebocada do tamanho deste mundo e do outro porque não usei nunca mais óculos, passo mais de 8 horas com lentes e a graduação aumentou; esta aumentou ainda mais quando vi a conta... Agora vou estar 48h sem lentes para que me possa observar melhor. De forma que estou a escrever isto com o nariz colado ao monitor porque, e como aqui já o disse, sou daquelas pessoas que não vê um boi a mais de dois palmos do nariz.

 

 

Esta que seria a semana em que ia deixar de fumar, nada me consola mais do que meia duzia de cigarros à tarde para não pensar mais na consulta e no que vou pagar em óculos quando ele mos receitar. Seria também a semana em que ia por cortinados na cozinha mas fiquei sem vontade para felicidade da vizinhança que esta noite me deve ter visto nuazinha a ir buscar um iogurte ao frigorifico; Mas como eu não os vejo sem lentes é como se não estivessem lá... É isto que penso... Queira Deus que assim seja.

 

 

--------------------------------------------------------------------------------

 

Já não tenho mais nada para arrumar em casa... Preciso que desarrumem tudo até Domingo à noite para me manter ocupada!

 

CHEFIIIIIIIIIIII DEIXA A POBRE(O)TANAS TABALHÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

(Imagem tirada da Net) - Deixa lá... Juntamo-nos os dois...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Nov09

Novidades... Natalícias...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Mais um Natal se avizinha e com ele surpresas à porta... À minha porta claro está. À minha porta podre. À porta do meu andar com os seus 60 anos. À porta do meu andar que não treme quando o comboio passa mesmo ao lado... O que quer dizer que a estrutura é optima.

 

Há um ano, por esta altura, pedi 3 coisas ao Pai Natal - esqueçam o Vin Diesel...

 

Eram elas: um frigorifico, uma maquina de lavar roupa e um televisor LCD... Pois bem... A máquina veio logo na altura - velhinha mas muito boa... E frigorifico veio este mês... ! A Tv deixaremos para outra altura até porque só o Luís é que a liga para ver as séries e o "Glorioso"...

 

Continuando...

Mais eu que ele - estamos apaixonadissimos pelo nosso "menino". Está claro que deixámos de pedir à vizinhança para nos guardar a comida e andar ao fim do dia a tocar às campaínhas a perguntar onde andavam as almondegas... Certo que a vizinhança já não nos vê com tanta frequencia ficando com ciúmes do "Frederico".

 

 

------------------------------------------------

 

 

Depois de um passo tão importante como juntar os trapinhos achei por bem dar outro passo este Natal pelo que já encomendei a prenda dele. Como ele vem aqui ao Blog não posso dizer o que é até dia 17 de Dezembro.

 

Depois de tanto que ele tem feito por mim - somos muito cumplices - pensei em algo que compense para além do que nos une e dia 17 lá vou eu... Buscar a "prenda" :D

 

 

------------------------------------------------------

 

 

Como a minha vida tem ciclos e faz um ano que me reaproximei dos progenitores, este deve ser o Natal em que me afasto outra vez porque simplesmente a mulher do meu Velhadas Tolo começa a fazer mossa naquilo a que chamo "bem-estar paternal"... Há pessoas que simplesmente devem venerar-me e não se contentam com apenas um "é-me indiferente na minha vida...". Temos pena... Continuas assim e não te ofereço nada no Natal, amiga...

 

-----------------------------------------------

 

 

A minha velhota andou muito doente mas foi medicada a tempo pelo que já está mais gordita e com melhores cores. 80 anos pesam...

 

---------------------------

 

 

No trabalho tudo na mesma como a Lesma... Tudo gosmento e pecenhento com a mania das grandezas dos "poucoxinhos". Dedico-me a duas ou três pessoas porque o resto dá muito trabalho e se quisesse desenrolar os emaranhados das restantes mentes ia para psicologa criminal e como não devo voltar à Faculdade para estudar, limito-me à minha secretária que para mim é suficientemente grande e ao sonzinho de espera das chamadas para a Zurich do Porto - que raramente atendem...

 

 

---------------------------------

 

 

As miúdas, agora que mudámos a disposição dos moveis, andam calmissimas. Partiram só 2 apara-livros o que nem tem sido mau. A Zappa aprendeu a beber água do nosso autoclismo (que está avariado). Levanta a patilha da água e fica a aguardar que aquilo encha. A Piggy voltou a "fumar" das nossas beatas - tantos meses de desmame que não deram em nada... Uma vez fumador, fumador para sempre... Nem que seja apenas para mascar.

 

A Pamir, como disse, foi para a quinta da avó e está maravilhosa como só ela sabe ser. Muito gorda e lustrosa, meiga e destrambelhada. É uma mimada e é uma cadela feliz que corre para onde bem lhe dá na telha; como naqueles dias de praia em que perdi algumas amizades à pala dela. Se calhar tinha razão para ser assim. Os animais realmente vêem o interior de cada um.

 

-----------------------------------------

 

Pedi férias... Mas o "chefi" não há meio de as autorizar.

 

Se o arrependimento matasse... Teria morrido à porta da Faixa de Gaza.

 

Sempre tinha o solitários nas horas vagas... Agora tenho dias de solidão quando já todos foram para casa e eu fico ali prespegada à frente do monitor a encerrar processos...

 

Ahhhh abençoada vida... Deus me acuda a mim e aos outros que aquilo é pior que o ano 2012 em que dizem que tudo acabará. Mas não me vou preocupar. Já sei qual é o final... O meu patrão safa-se.

 

No entanto...

 

Como digo às pessoas "Tenho 22 anos e não tenho problemas..."...  E não!

 

 

 

 

 

 

Se aos meus 10 anos me dissessem que os moços desta musica eram feios eu espernearia... Hoje digo que a minha avó tem espantalhos nas figueiras mais apresentáveis.

 

Os tempos mudam...  dia 17 la vou eu...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

30
Set09

AIIIIIIII

por Pobre(o)Tanas

 

 

Os dias têm sido curtos para o estendal de coisas que tenho para fazer... E como um bom par de calças de ganga fica 3 dias a secar, o meu blog já deve ter umas valentes cagadas de pombos de estar tanto tempo estendido às moscas.

 

Pois bem nem vou falar de trabalho porque ando a ficar xelelé. Ontem entrei às 7 e meia da manhã e saí às 8 da noite com meia horita para almoço. Se ganhei horas extraordinárias? Hum... Ganhei.. Horas extraordinárias de trabalho apenas...

 

Na segunda fui fazer um exame às mamocas porque andava com receios mas a médica tranquilizou-me e disse que estava tudo bem. O dos joelhos vou aguardar pelo que a médica diz porque não percebo nada do relatório.

 

Aproveitei e lá convenci o Luís para irmos à exposição do Titanic no Rossio.

 

Se fosse para escrever tudo o que queria sobre isso não saia daqui o resto da noite por isso digo apenas que vão já lá amanha. Já ninguém me pode ouvir falar da exposição por isso remeto-me ao silêncio antes que me batam! Acrescento que só está aberto até dia 11 deste mês...

 

 

 

Amanhã talvez consiga escrever tudo sobre a exposição... Não vou conseguir resistir mais:D

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Desde que estou neste trabalho que tenho apenas rasgos da minha inteligência e cultura de outrora... Rasgos esses que antes seriam diários e que agora ocorrem, talvêz, de 15 em 15 dias...

 

Para se ter noção vejamos a brilhante conclusão a que cheguei hoje:

 

B. - Ela poderá fazer inseminação artificial...

 

Pobre(o)Tanas - Porque? É estéril?

 

 

Eu que sempre fui o supra-sumo da cultura sexual saí-me com esta... Eu que era culta, sabia coisas formidáveis... Que tinham piada... Agora transformei-me nisto... Num ser denominado "Bobo "Burro" de Corte"...

 

Obvio que fui gozada apesar de saber que, ha uns meses atrás, nunca cuspiria um "monstro" destes pela boca fora... Isto era básico e eu fui castigada... E sei porque o fui... Porque uma vez um amigo disse que uma mulher nunca engravidaria se não tivesse um orgasmo... Ao qual eu respondi "Seu paspalho, a tua mãe decerteza que não se veio quando te fez e tu estás aqui...".

 

Eu mereço... Mereço estar lerda... Merecia castigo pior...

 

Preciso de ser injectada com neurónios... E deveria pensar antes de falar, isso é certo...

 

 

Precisa-se de meia duzia de enciclopédias, pfv...

 

Neste momento o meu cerebro dá atenção a Perdas Totais e IDS Credor... Aos 40 processos diários que possuo, a um perito por cada processo que tenha em curso e o qual tenho de controlar... Tenho dezenas de homens na rua que preciso de lhes meter mão antes que as coisas fiquem negras...

 

Sou uma pastora e eles o meu rebanho! Rebanho esse que além de querer que façam o seu trabalho, me preocupo com eles... Que não fiquem mal vistos nem eu... E muitas vezes preocupo-me se chegam bem, se estão bem. Tenho os clientes que deveriam estar no topo das minhas preocupações como acontece com maior parte dos meus colegas. Mas para mim o mais importante são os "meus" homens, os meus soldados. E são tão bons meninos quando fazem tudo certinho  e não deixam aqui a pastorinha de cabelos em pé!

 

Dão-me na cabeça porque muitas vezes posso não lhes ter pulso mas acho que se for compreensiva para com eles e com alguns erros que possam cometer, que tenho deles o que preciso e até agora tem corrido bem. E como digo constantemente não vou discutir com um homem que anda neste "mundo" há mais anos que aqueles que tenho de vida...

 

Gosto tanto dos meus "maninos"! Tã lindes qu'eles saum!

 

 

Orgulho de "mãe" babada!

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

E de maneira que é assim que ocupo o cérebro... Já não tenho perspicácia... Já não sou tão prática como era. Nem tudo é lógico para mim e não tem sido com noites de descanso que isto tenha melhorado...

 

Efectivamente preocupo-me... Estou metida no meio do mulherio casado que fala no que dizem as revistas cor de rosa do café da esquina. No básico dos básicos. Do que veste a outra hoje... E isso torna-se hábito. O cérebro feminino dispersa-se em porcarias futeis desse estilo. Sempre foi assim por mais "machona" que a mulher fosse por mais que pensasse de forma simples e prática como um homem. A mais SheMale de todas as mulheres, onde estou, tornar-se-ia uma perita em perfumes e nas trezentas formas de fazer galinha de cabidela. Qualquer mulher ali, se se sentar numa cadeira de outra colega, fica grávida... Porque o projecto das que ali trabalham, presentemente, é ter o segundo filho - o primeiro eu ainda não estava lá. Miram as barrigas umas das outras, na gordura acumulada... Entretanto a coisa acalmou com a vinda da praia... Era ver quem trazia o maior bronze e claro a barriga...

 

Tanto se beija como se pregam rasteiras - mas isso sempre foi assim - contudo cada vez é mais intenso e eu vejo-me a cada dia que passa mais sonsa sendo verdadeira comigo mesma. Com a verdade engano as pessoas... Digo que estão fantásticas, lindas, magras para pensarem que estou a ser mentirosa - com aquele sexto sentido feminino para o cinismo - no entanto digo-o com verdade acabando por nunca se saber se o que penso é isso mesmo ou não.

 

Ali dentro nunca disse "Gosto" sabendo que não é verdade. Gosto e pronto. Se pensarem que estou a ser falsa, paciencia... Eu é que sei. E acabo por nunca me trair nem aos meus principios.

 

Talvez por ter que possuir um jogo de cintura muito cruel e que muito oscila entre altos e baixos para a minha maneira de ser eu não consigo desenvolver o meu cérebro no que toca à cultura...

 

Talvez seja uma desculpa... Talvez nem seja... Um dia descobrirei...

 

Até lá espero que volte à minha tolice com algum sentido prático e simples...

 

---------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

15
Set09

Coisas que se fazem por lá...

por Pobre(o)Tanas

 

 

 Apresento-vos um dos melhores amigos do Luís... 

 

 

O Ruca!

 

O Ruca é um burro - como já deu para reparar - mirandês apesar da pelagem dele estar a cair... O Ruca é um burro tolo que se rebola na terra para tirar piolhos e carraças. O Ruca come melâncias e faz muito barulho. O Ruca é um burro que não faz juz ao nome... Uma vez que não anda se nos montarmos nele...

 

Chamem-lhe... Burro!

 

É um gordo!

 

 

-----------------------------------

 

 

Este é o Tuba-Rão...

 

 

 

 

Depois de uma tarde de pescaria, ganhei ao Luís não em quantidade mas em peso com este menino... Foi devolvido ao lago com os restantes manos, obviamente - Não vá a PETA vir aí...

 

 

----------------------------------------------------

 

 

E pronto passo os dias Alentejanos assim...

 

 

 

 

 

 

Voltem férias! Estão perdoadas!!!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D