Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


28
Fev09

 

 

Não me tem apetecido falar, escrever... Nada de nada... Rien...

 

 

Semana meia estranha, complicada, triste.

 

 

Marcada pela morte de um amigo - do passado é certo e de lá longe, muito longe, mas mesmo assim amigo - que me deixou completamente apatetada, aparvalhada, anestesiada... Sei lá... Desde quinta feira que parece que nem ando cá. Fiquei mesmo... Não faço ideia.

 

O mais estupido disto tudo é que não fui avisada de nada, ninguém me avisou na hora e so soube uma semana depois... Ripei do telemovel e enviei um sms ao meu ex-mais-que-tudo-não-me-toques-que-sou-gajo-de-guito-e-menino-dos-papas-com-carrinho, que me confirmou...

 

"Sim, é verdade... Só fui ao velorio..."

 

"MAS E NÃO ME DISSESTE NADA NA ALTURA PORQUE???"

 

*Silêncio*

 

 

Pensei para mim: ES UM GRANDE CARALHO NÃO HAJA DUVIDA...

 

 

Só foi ao velorio... Amigo que é AMIGO dorme ao lado do caixao se for preciso e tem maozinhas para carregar a urna até à ultima morada do amigo...

 

 

Tudo isto fez-me pensar muito estes dias.

 

Pensei na ultima vez que falei com ele e que até fui arrogante... Basicamente ele era amigo do idiota do ex-mais-que-tudo, mas passámos todos férias juntos, saíamos juntos, viamos filmes juntos e foi ele que me alertou também pelo facto de o "Ranhoso" andar metido em merdas. E nunca lhe agradeci... Melhor devo ter agradecido na altura mas na ultima vez que falámos a minha veia arrogante e ciumenta veio ao de cima... Porque ele era amigo do "aborto" e eu já não era nada na vida de ninguém. Inveja talvez.

 

E assim do nada... *PUFF*

 

 

Uma pessoa desaparece da Terra. Se eu pudesse... 

 

 

Na altura não era a minha intenção ser má, cruel... 

 

 

E agora não tenho nunca mais hipotese de lhe pedir desculpa...

 

 

 

 

 

Hoje estive com o Cédric e com a Pris... Queria vê-los... Abraçá-los. Sentir que estão cá. Dar-lhes encontrões "amorosos" e sentir... 

 

 

Agora vim da missa... Mas nada do que o Padre falou me iluminou como das outras vezes... Não disse nada que me fizesse sentir mais perto de Deus. E como sempre permaneci em silêncio. Prefiro falar com Deus assim. Não entro nas ladaínhas. Conversamos em silêncio. Não precisamos dos gestos e sinais de cruz e coisas que tais.

 

Mas hoje estavas tão longe, Pai...

 

Ou eu estava... Não sei...

 

 

Cuida dos meus...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D