Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


23
Out08

 

 

Mas eu hoje tenho de escrever...

 

Principalmente hoje. Porque tudo se revolve cá dentro e porque já que nem chorar consigo, ao menos que escreva...

 

E escreva parvoíces...

 

 

 

 

 

Já há varios anos que, quando acordo, enquanto lavo os dentes, faço a minha higiene diária e me visto, que ouço vozes na cabeça. E agora voces dizem:

 

"Okay, a Pobre(o)Tanas agora é que pirou de vez. Agora sim o escritório e a sua nuvem de gente pirada, envolveram-na com o seu manto..."

 

 

Não! Nada disso. Essa maluqueira é diferente. O que eu eu quero dizer com "vozes" é basicamente, ou são basicamente frases que se me aparecem cá dentro do côco sem pedir licença para entrar. Mas frases que, minha gente, vocês nem imaginam. Frases que davam para escrever um livro. E já tentei agarrar nesse brainstorming matinal e sacar essa informação mas quando vou para escrever... "FLUP!" Esqueço-me do que "ouvi". A voz é a minha, mas as frases são aos milhares e sem nexo nenhum...

 

Andei um par de anos com uma frase que por mais que tentasse perguntar o que era ninguém me soube explicar...

 

Cá vai:

 

- O Dignatário de França é meu amigo...

 

Okay, ainda bem que ele é "teu" amigo mas... e eu? E eu com isso??? Se são amigos ainda bem, epah juntem-se, bebam uns canecos mas por favor deixem-me escolher os sapatos, que quero levar hoje para trabalhar, em paz!

 

- O Dignatário de França é meu amigo...

 

Mau!!! Outra vez? Já te avisei! Queres apresentar-mo, é?

 

 

E é deste tipo. Foi a unica que ficou gravada em disco rigido. Porque andou anos aqui dentro de manhã.

 

Depois há outras que aparecem do género e peço desculpa mas é um exemplo que não é fidedigno mas que tive de puxar de dentro de mim para me tentar lembrar de rasgos do que "ouvi":

 

Voz 1: "Ve-de o que levo aqui..."

Resposta da Voz 2: "Sim são belas."

 

ou então

 

"Eventualmente que nunca pensaste nisso. Talvez porque não sejas feito para isso... Talvez porque tem de ser assim..."

 

ou

 

"Comparando esse factor e vendo que o meu resultado está correcto..."

 

 

Agora digam lá, sou normal???

 

 

Mas já agora não há dignatário e sim dignitário... Deve ser à moda antiga...

 

 

 

 

 

 

Hoje, para ser ainda mais estúpido, estou com uma célebre frase do Zezé Camarinha e "apareceu-se-me" enquanto eu fazia o "number two"...:

 

"Put the cream number five!"

 

 

Opah poupem-me!!!

 

 

 

Digam-me o que tenho e eu envio por correio uns pasteizinhos de nata de Queluz!

 

 

 

E acabo o post de hoje com o inicio da musica "Lithium" dos Nirvana que tem tudo a ver com isto... Pelo menos a parte dos amigos na cabeça e de partir espelhos com a minha beleza infantil...

 

 

" I'm so happy 'cause today
I've found my friends ...
They're in my head

I'm so ugly, but that's okay, 'cause so are you ...
We broke our mirrors
Sunday morning is everyday for all I care ...
And I'm not scared
Light my candles, in a daze
'Cause I've found god
yeah yeah yeah..."


 

 

.......... Vou ali -------------» e ja venho...

 

 

Tsss "put the cream number five..."...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2013 às 18:28

Que bom que voce escreveu isso. também escuto em todo o momento que estou consciente e não apenas num horário. Já faz quase um ano e meio. Mas, essas vozes me xingam, esculhambam comigo. descrevem quase todas as minhas açoes especialmente quando vou ao banheiro. ficam repetindo a maioria das coisas que falo e mentem colocando palavras mentirosas nas minhas frases. Não gostam de falar o Nome de Deus e nunca repetem a frase: Jesus é o Cristo Ele é o filho do Verdadeiro Deus. ele troca as palavras Deus e Cristo por outros nomes de seres humanos. Gostaria de conversar com voce, mas, não tenho seu e-mail..

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D