Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


15
Out08

 

 

- Estou?

- Estou sim? Muito boa tarde! O meu nome é .... estou a ligar-lhe da ... e deixe-me felicitá-la porque acabou de ganhar uma viagem à Ilha Margarita!!!

- A sério? Olha que bom!

- A sério! Mas antes de mais terá que me responder a um pequeno questionário.

- Pronto tudo bem...

- Diga-me uma coisa: a sua profissão?

- Doméstica.

- E a do seu esposo?

- Bancário.

- Idade da Senhora?

- 50 anos.

- Do esposo?

- 93.

- ...

 

*PLINK*

 

 

 

Ela pousa o telefone no gancho e dirige-se para a sala. Ele vê televisão.

 

- Realmente... Só me dás desgostos!

- Porque?

- Acabei de ganhar uma viagem à Ilha Margarita. Quando disse a tua idade desligaram... Não queriam levar o "velho"...

 

 

 

Passados uns dias...

 

 

 

- Estou?

- Estou sim? Muito boa tarde minha senhora. Fala ... da empresa ... e gostaria de saber se a senhora estaria interessada em responder a um pequeno inquérito.

- Claro, porque não?

- O nosso inquérito é sobre preservativos.

- Diga-me então...

- Pois bem aqui vai: diga-me por favor, tem alguma coisa contra o sexo anal?

- Eu? Não!

- E oral?

- Também não.

- Quantas vezes faz amor por semana? 1... 2... ou 3 vezes?

- Por semana? Isso faço eu por dia!!!

- A sua idade por favor...

- 50.

- A do seu esposo?

- 18!

- ...

 

*PLINK*

 

 

Mais uma vez ela desliga e dirige-se à sala onde o esposo vê a televisão. Senta-se ao lado dele, abre uma revista e suspira...

 

- Enfim...

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

VENERO A D.ª ORLANDA!!!

 

 

 

 

 

 (foto tirada da net)

 

+

 

 (foto tirada da net)

 

=

 

(foto tirada da net)

 

 

 

 

 

 

E eu trabalhei em call centers e sei bem o que custa...

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De samueldabo a 15.10.2008 às 19:02

J.
Os Call centers estão na moda e é onde ainda se pode arranjar alguma coisa rápida para sobreviver enquanto vão procurando melhor. São uma boa achega à descida ou manutenção estável das taxas de desemprego. Todos a ganhar tempo, entre um vai e vem descomprometido, pode surgir a vida eterna...
Gostei das piadas, porque a vida tornou-se uma piada, quando paramos um pouco para a observar.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Pobre(o)Tanas a 16.10.2008 às 09:21

Samuel também eu trabalhei lá e gostei. As pessoas do lado de lá até aderem bastante bem se o telefonema restringir-se a meros questionários sobre o dia a dia de cada um mediante as marcas dos produtos, objectos e roupa que usam. As pessoas gostam. Outras desligam e nos também passando à frente.
No fundo ganhei mais dinheiro em callcenters que agora num escritorio em que me disseram "ser algo mais prestigioso"(?)...
Enfim... Na falta de melhor é um optimo desvio...

Beijinhos:)
Imagem de perfil

De samueldabo a 16.10.2008 às 09:51

J.
Bom dia querida amiga.
Tudo o que fazemos conta para o nosso crescimento. Penso que por muito que tenhas ganho, não foi o suficiente para o serviço que prestaste. O trabalho de escritório também é uma seca, digo eu que sou galo de campo aberto.
Agora tu, doce amiga, palpita-me que andas a desperdiçar-te num núcleo do problema e reconheço-te tantas potencialidades, de escrita, por exemplo. Podias ir mais além em termos académicos.
E se calhar não andas, sou eu que julgo saber o que não sei. Se calhar estás a tratar de ti, como só tu podes fazer e num sentido amplamente positivo.
Reflexões matinais...
Beijinhos para a minha querida amiga
Um dia pródigo em alegria de ti
Imagem de perfil

De Pobre(o)Tanas a 16.10.2008 às 11:50

Deixei a faculdade. Faltava 1 ano apenas para a acabar. Problemas de vida e financeiros. A saída da mãe e o ter que batalhar pela minha casa, pelo meu espaço.
Sinceramente, sinto-me a definhar aqui neste escritorio, de dia para dia. Não sabem do que sou feita. Não querem saber. Posso não estar a ser humilde mas...
Não me sinto bem aqui. Não dou largas à minha imaginação, não posso alargar horizontes e a cada dia que passa sinto a minha vontade de ir mais além, ficar entre um requerimento para o Tribunal de Sintra e uma carta para Fulano Tal de Estremoz. Mas que posso fazer? Estou atada de pés e mãos. Pelo menos isto dá-me de comer. Apesar de chegar a dia 8 mesmo com tudo pago das minhas despesas e ver que sobrou uma miseria que não chega a 50euros até dia 30. Como me safo? Tenho as minhas estrelinhas. Que me adoptam mesmo não sendo de familia de sangue. E os de sangue que sobraram. E me fazem sorrir.
Depois embirram comigo no trabalho porque ando de mau humor. Pudera! Mas eu sou lá alguma coisa que valha para eles? Dão crédito e valor ao que faço? NUNCA! Esperam sempre mais. Mas ja os habituei aquilo que apenas eu "posso".
Cansada, Amigo Samuel, muito cansada. Mas isto um dia passará. E pronto já desabafei!

Beijinhos!
Imagem de perfil

De samueldabo a 17.10.2008 às 13:04

Querida J.
Posso até conceber, no limite da irracionalidade, que um pai abandone a sua filha, o seu filho, que duvide da origem dos genes. Mas uma mãe???!!!...e depois de um diálogo que travei, onde me parecia amor o que senti nas palavras. Só uma anormalidade congénita pode justificar tal procedimento. Estou siderado por eu próprio ter sido iludido e tu sabes o que eu sou, ou tenho sido e serei, por um filho homem de 34 anos.
Sinto toda a força de ti, do interior da tua alma juvenil e tão sofrida. E sinto que o teu sol te acompanha, indeciso, mas prestes a soltar-se sobre ti, a encher-te de energias poderosas.
Até logo.
Beijinhos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D