Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

10
Nov08

Coisas que se dizem...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Eu até podia contar assim umas novidades mas... Acho que não é hora.

 

Pronto está bem só assim ao de leve, mas digo-vos que aqui a Pobre(o)Tanas já não se deixa levar assim por dá cá aquela palha. E não! Mais que aquele jantar não houve, o resto foi tudo conversa...

 

 

- Não devias ter dito aquilo...

 

- Porque?

 

- Porque gostava de estar aí contigo, agarrado a ti. Não leves a mal.

 

- Ficaste chateada?

 

- Só vi agora a sms. Mas não sei que te dizer, sinceramente.

 

- Pois eu compreendo. Mas ainda bem que não ficaste chateada.

 

- Vá dorme bem. Aproveita o fim de semana para descansar e quando vieres para baixo traz roupa quente. Beijos

 

- Beijos. Amanhã à noite telefono-te.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não sei que vos diga. O sentimento aqui deste lado é tão forte que até faz as pernucas tremerem. Mas se é para voltar ao mesmo e se virem que eu tenho intenções de baixar a guarda, dou ordem para que me fuzilem... Assim do nada.

 

Conto com isso da vossa parte, hum?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Só queria mesmo era ter algo/relação estável. Isso sim seria a cereja no topo do meu cheesecake... Mas se assim não for também não quero. Assim como assim já sou muito feliz com o que tenho.

 

 

Ainda agora saí de casa e já tenho saudades do meu espacito. Não há nada melhor que o fim de semana a limpar, esfregar, arrumar a caselas. Ver tudo a brilhar e sentir o aroma do limpinho. Por falar nisso, eu tenho uma paranoia que a minha casa cheira mal e então gasto rios de dinheiro em detergentes, ambientadores, difusores... Ainda ontem foram mais 2... Mas pronto adoro abrir a porta e sentir aquele cheira-bem. Penso que me habituei com a minha mãe nesse aspecto. Ela pode ser muita coisa, má mãe, má esposa, mas uma coisa ninguém lhe pode apontar, ser má dona de casa. Onde ela vive, seja numa mansão ou numa barraca, pode-se comer no chão e lambê-lo. Isso é certo.

 

 

Ontem comprei um cestinho às miudas. Aos poucos tenho ajudado a aumentar o stock de brinquedos, mantas e mantinhas, cestos e cestinhos que se foram perdendo, que tiveram de ser deitados fora por causa das pulgas, etc, etc. Ontem tiveram direito a um cesto novo. A semana passada foi uma bola com uma pena que de vez em quando pára na comida ou água. Mas o cesto foi logo estreado pela Piggy que é muito maricas com coisas fofas e confortáveis. A Zappa, o eterno diabrete, não ligou nenhuma, quer é comida e fazer asneiras.

 

Tenho uns phones novos que entretanto hoje de manhã reparei que estavam mordidos. Os meus cortinados de tirinhas servem para fazer espectáculos de acrobacias circences. Os armários baixos da cozinha são bons para brincar ao quarto escuro. Dona na banheira, brincadeira na certa. Rolo de papel higiénico, melhor invenção depois da roda e do estica-unhas. Jornais e revistas? Venham elesssss! Aquilo é o que estou a pensar? Um escova de dentes? Escova-escova-escova-escova-escovaaaaaaaaaaa! Cuecassssss, meias malcheirosasssssssss... ÁGUAAAAAAAAAAA! Torneirassssss! Aquilo são molas? E aquilo que os meus olhos vêem é um cotonete?

 

Felizmente que deixou de ter a tara pelos próprios dejectos dela... Sim, para vergonha minha, como mãe, a minha "filha" mais nova tinha a mania de nos presentear com "caganitas" fresquinhas vindas do caixote dela. Só agora tive coragem para dizer isto. Não sem antes saber se ela precisaria de apoio psicológico. Mas voltou tudo ao normal. Foi uma altura muito má, porque quando afastava o sofá para aspirar havia sempre duas ou três cagalhotas que serviam para brincar...

 

A Piggy como ser pacífico que é - até se lembrar que é hora de soltar miados que quem a ouve pensa que lhe bato - olha para a Zappa com ar de quem vai dizer "Deixa lá miúda, lá porque fazes porcarias eu continuo a gostar de ti... Anda cá para eu te dar banho..." e assim são as duas felizes. Não podia pedir mais. Tenho duas gatas que se dão terrivelmente bem e são extremamente meigas. Sempre tive gatos e raros os que eram assim. Estas chegam a ser chatas com tanta pieguice e turras e ranho e olhos remelosos tudo besuntado na minha cara logo de manhã. E quem as conhece... Fica com saudades...

 

 

- Não tive coragem para te pedir para subir e ver as meninas.

 

- Penso que oportunidades não faltarão. Além disso elas estão bem.

 

- Já cheguei mas tinha vontade de voltar para trás.

 

- Porque?

 

- Porque acho que tivemos pouco tempo juntos.

 

- Vá tens de descansar os ouvidos. Eu fartei-me de falar tipo "blá,blá,blá". Beijos até amanhã.

 

 

 

Torçam para que eu não sofra mais com certas coisas... E torçam para que se tiver que ser que seja para sempre e eu finalmente descanse. Se não tiver que ser, torçam para que eu seja feliz comigo mesma... Obrigada:)

 

 

 

 

Olhá música velhinhaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D