Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

17
Mai10

Caí...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Vinha com um púcaro de água e caí... E não é que não entornei uma única gotinha de água no chão?

 

No entanto estou aqui toda estraçalhada...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

07
Nov08

I'm Aliveeee!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Ah-ah! Pensavam que eu tinha desaparecido!!! Mas nãoooooooo - para vosso azar - estou aqui fresca que nem uma alfaceee!

 

 

Bom dia, bom dia! Ráaaaaaaadiooooooo Táxiiiiiiiiii!!!

 

Prevê-se chuva em todo o país e vento forte na zona de Benfica, principalmente depois das 19h para empurrar o pessoal em direcção ao fim de semana, mais depressa! Portanto se vir um bicho de casaco de pêlo branco, fujaaaaa porque é a Pobre(o)Tanas que vai apanhar o comboio a voar!

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Bom então o que o pessoal quer saber - cambada de cuscos - é como correram as cenas ontem... Isto se alguem estiver interessado, claro...

 

Mas quem não estiver, o botão que tem assim uma cruzinha no canto superior direito é fácil de clicar e não doi...

 

Pois bem, então ontem, fui perfeitamente bela! Sim! De peito feito - e não pus algodão, juro que não! - e cheirosa.

 

Fomos jantar ao Parque das Nações - quem me viu por lá, faça o favor de se calar - e jantámos num restaurante que há uns meses tinhamos lá ido... 

 

Posso dizer que rimos como dois bons velhos amigos. E digo mais, quando perdoamos uma situação, sai-nos um peso gigantesco de cima... Vim para casa mais leve. Aquele morto-vivo desapareceu e deu lugar a uma paz enorme.

 

Cheguei a casa e juro-vos, acendi um cigarro e beijei as paredes da minha casa. Beijei porque pensei: "Agora sim, tenho um sitio, um refúgio, para estar se quiser chorar, rir, se estiver bem ou mal..." E senti-me abençoada por Deus.

 

Se gosto de mim? Muito! Se sou feliz? Bastante!

 

Já dizia a musica: The World Is Mine!

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Bem mais uma novidade que ninguém me queria contar e só soube ontem... Pois aquelas 4 alminhas de Deus esconderam-me uma coisa durante quase 2 meses e não abriram boca... Riram tanto e só eu não sabia de que assunto se tratava. Lá decidiram contar-me porque, disseram eles, "Já se podia contar..."...

 

Então não é que a Zappa, no inicio quando nos mudámos para a nossa casa, caiu da janela e eles não me contaram???? Eu fiquei em estado de choque e eles a rirem a rirem! Não me quiseram preocupar na altura porque eu ia ficar "paranóica" com ela, não fosse estar ferida ou assim. O que é certo é que a minha menina esteve, não sei quanto tempo, no quintal do andar de baixo, sozinha! E so agora é que aqueles desnaturados me disseram!!!

 

Quando cheguei a casa, peguei nela, mirei-a, ela olhou para mim como quem diz "Deixa-te de olhares desses parvos e da-me mas é comida de lata", e perguntei-lhe: "Também tu te calaste este tempo todo, malvada?"...

 

E pronto soube ontem, então, que a Zappa fez um voo do 1.º andar para o R/c...

 

Bem me avisaram nos dias seguintes para não deixar nem um bocadinho a janela aberta e eu não fiz caso, mal eu sabia que a Zappa já tinha dado uma de paraquedista...

 

 

 

 

De maneira que é assim...

 

 

 

 

É verdade! Oh Bug! Obrigada mais uma vez! Aquela sms a perguntar se eu estava bem às 11 da noite, caiu-me que nem ginjas! Gostei mesmo, amori! BB

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Out08

Viver sozinho/a...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Isto de vivermos sozinhos tem, como tudo, os seus prós e contras. Tem as suas coisas boas e as coisas más. E uma das más aconteceu-me ontem e outra acontecerá se dia 26 não tiver 22 euros na conta para pagar a luz, mas isso é outra história! Mas como estava a dizer, aconteceu-me ontem uma coisa má que pode acontecer a quem viver sozinho.

 

Estava eu a preparar a roupa para hoje, porque tenho de vir empinocada no minimo para o trabalho, e à procura de uma camisola nas minhas caixas com rodinhas no quarto. Aquelas caixas dão uma arrumação fantástica, a roupa fica ali dobradinha (ou então não!) e é só escolher. Pois bem, no quarto, enquanto não tiver um movel proprio, a televisão está em cima de uma cadeira da cozinha. É algo temporário e até da jeito porque se não me apetecer ter ali a tv, tiro-a, levo a cadeira para a cozinha e fico com espaço. Acontece que estava baixa de volta das caixas e quando dou por mim sinto uma dor no cóccix que nem vos passa pela cabeça. Bati com o rabo na ponta da cadeira e com o impulso da dor caí para trás e bati a segunda vez. Escusado será dizer que senti a coluna toda a encolher-se em fracções de segundos, as pernas fracas e de seguida uma dor aguda que se me fez uns suores frios que não vos digo nada. Não sei se alguém ouviu o meu gemido de dor, pois literalmente fiquei deitada onde estava, agarrada ao rabo como se a minha vida dependesse disso. E senti-me frágil, mas tão frágil... Pequenas lagrimas começaram a surgir com a dor e eu so me torcia. Digo é das piores dores que se pode ter porque nem dá para ver o sitio em questão.

 

Hoje mal me consigo sentar. Sinto tudo inchado.

 

Isto é à conclusão que viver sozinha tem destas coisas. Ninguém para acudir na hora exacta.

 

Isto foi no cóccix porque se tivesse batido com a cabeça e tivesse desmaiado, a esta hora ainda lá estaria e talvez já estivesse de pernil esticado.

 

Este fim de semana por acaso bati com a cabeça na madeira do sofá. Mas isto foi por culpa de alguém que me virou como se eu fosse um saco de batatas, me pôs toda torcida e fez com que batesse com a cabeça. Agora tenho aqui um galo...

 

Pergunta: "Mas já cantou? Eh eh"

 

Resposta: "Engraçadinho! Tens muita piada tu! Humpf!"

 

 

 

 

("Não, que ideia! Queres experimentar? Anda cá que eu ajudo!") - foto tirada da net...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Eu sempre fui um bocado desengonçada, em moçoila andava sempre a cair, a mandar encontroes em tudo o que passava por mim por falta de cuidado e sem qualquer elegancia felina no andar. Era rapariga do campo, da quinta e em tudo havia espaço para mim.

 

Depois da operação aos joelhos, já lá vão 4 anos, felizmente que nunca mais caí nem entropecei em formigas. Até hoje de manhã...

 

Sou uma pessoa com o seu "que" de vaidosa. Gosto de me arranjar, de me vestir com roupa bonita e cómoda e principalmente andar "nas alturas" já que Deus não me deu os 10cm que me prometeu... E como gosto de parecer alta, é obvio que gosto de saltos... Não daqueles fininhos mas em plataforma porque isto há que manter o equilibrio de forma graciosa e porque infelizmente não sei lidar com saltos "agulha" enfiados na calçada...

 

Contudo hoje não houve graciosidade em mim... Saí de casa... Ergui o queixo, cabelo mandado para trás das costas qual efeito hollywood e costas direitas... Sentimento total do género "The world is mine" ou "I'm "that" girl so R.E.S.P.E.C.T. yourself, boy!", peito inchado de sensualidade que brotava de todos os meus poros e... mais 3 segs e dei comigo no chão agarrada a um joelho e vermelha como um tomate por ter sido tão vaidosa ao ponto de cair.

 

"Toma lá uma rasteira vinda de não sei onde para esse ego descer um bocadinho que não te faz mal nenhum...".

 

 Não contente, esfregadela rápida na rótula, levantei-me, sacudi-me (efeito canino), cabelo para trás, costas direitas e desta feita, sorriso na cara.

 

 Se aprendi a lição? Não!

 

 Era cedo. Ninguém estava na rua a ver!

 

 

 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

 

"E prá proxima não tragas esse vestidinho..."                      (ai *suspiro*)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D