Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

 

(Imagem da net)

 

Galochas Gioseppo Desna

 

 

 

 

A prenda de Natal do meu Jacinto para mim!!!!!!!!! Foram estas lindas galochas e outras botas de cano alto rasas e em cinzento (que amo)! Estou apaixonada!!!!!!!

 

A prenda dele teria sido outra se não fosse tão cara - uma máquina fotográfica mais profissional - mas de momento não podemos. Contudo espero sinceramente poder oferecer-lha porque merece um mimo destes. Mas não ficou de mão a abanar pelo que lhe ofereci um gps para não nos perdermos e não andarmos sempre a pedir emprestado o do irmão.

 

(Imagem da net)

TomTom Star 20 Iberia

 

 

 

 

Claro que ao longo do ano vamos oferecendo prendas a ambos e em diversas ocasiões. Este verão foi a remodelação da nossa sala com móveis, sofá, decoração nova e no inicio do outono um pc novo... Falando nas mais caras porque baratinhas é quase sempre. Não nos podemos queixar. Quem sabe, mais uns meses, e é um bolinhas novo ;)

 

 

Já tenho as prendas todas compradas e é menos uma preocupação. 

 

 

 

 

Haja alegria!

 

 Só este fulano não vem cá a Portugal... Era mais uma prenda...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Dez11

 

 Esta já cá canta...

 

 

 

 

(Imagem da net)

 

 

 

 

Agora só pedimos isto...

 

 

 

 

(Imagem da net)

 

 

Em branco também que é para não destoar...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Dez10

Este mês de Dezembro não foi grande, foi gigante e se há mês que nunca mais passava era este e pelos vistos ainda falta 1 semanita para acabar.

 

 

Após 3 semanas connosco e 3 dias internado, o Pepe morreu devido à febre da carraça que já trazia com ele e uma ascite que lhe provocou danos no fígado e rins. Fizemos tudo o que podíamos e o nosso amigo partiu tal como apareceu, num ápice.

 

Depois de muito chorar - até a vet chorou - e sentir uma falta terrível dele que me apertava aqui a máquina dos sentimentos, algumas pessoas juntaram-se e mostraram-me esta miúda

 

 

 

 

E claro que não resisti. Por isso no domingo passado trouxemos a Paloma Pepita du Soleil (Pipa) para casa debaixo de um enorme regozijo do Pablo que tinha ficado meio aparvalhado com a partida do Pepe. O nosso cão nos dias seguintes à morte do seu amigo baixinho, só fez disparates atrás de disparates, andava abatido, suspirava e tudo mais. Pelo que com a chegada da Pipa, o nosso bom Pablo não mais parou. E se antes com o Pepe, o Pablo tornou-se um exemplo de bom comportamento, agora com a Pipa são dois a fazer disparates e a por-me a cabeça em água. Mas não me importo... E fico bem feliz por continuarmos a ser tantos cá em casa.

 

A Pipa de início rosnava muito para o tonto do Pablo que se deitava no chão em modo submisso, rebolava, choramingava, até que ao fim de 3 dias o senhor Pablo ofereceu-lhe a sua bola e fez um "click" entre os dois que nunca mais se largaram. Tal como disse ao Luís as mulheres são muito fáceis de contentar, os homens é que não as entendem. O Pablo ao fim de 3 dias percebeu que a princesa apenas queria a bolinha.    Foi a tempo... É um gentleman este meu cão.

 

 Aliás não me contenho em mostrar umas fotos deles... Até do Pepe alguns dias antes de ser internado.

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

Fico de consciencia tranquila porque lhe dei todo o conforto que pude nos seus ultimos dias. Mas ao olhar para estas fotos derreto-me por saber que tenho animais tão dóceis em casa e que coabitam perfeitamente uns com os outros. Desde que haja lugar no sofá e que esteja quentinho... O ar de descanso de cada um faz-me crer que são animais felizes.

 

 

Só se mexiam para trocarem de lugar quando o corpo doía da posição

 

 

 

Gosto particularmente da foto seguinte pois foi a última que tirei ao Pepe no nosso último passeio.

 

As cores dessa tarde, quase que celestiais... O ar pacífico dele...

 

 

 

 

Acho que se houver um céu de cães, ele estará bem...

 

 

 

Agora a Maria Pipa armada em sabichona com o Pablo ocupando o seu trono

 

 

 

 

Claro que não ia resisitir... Nem pouco mais ou menos. Vou fazer o que? Casa sem animais para mim não é casa. Apesar de que 4 é a conta limite e tenho a lotação esgotada. Nem mais um periquito ou um peixinho.

 

-----------------------------------------------------------------------------

 

 

Depois de uma conta de 120 euros de luz mais aquela que aguardamos (390), as compras de natal para toda agente, os gastos diários, gastos da casa e comida, internamento do Pepe e demais coisas que nem quero pensar nelas para não me dar um fanico, aguardo então o fim do mês a roer unhas. E não fosse inverno e usar 2 pares de meias iam as dos pés também.

 

Felizmente conseguimos fazer face às despesas como forcados iniciantes em frente a um touro de 550kg.

 

----------------------------------------------------------

 

Quanto a prendas foi com os sobrinhos que gastámos mais. Os mais pequenos foram corridos a roupa, o do meio um jogo para a PS2, os mais velhos foi dinheiro e uma camisa para a minha sobrinha que com dinheiro ia acabar por comprar a mesma coisa por isso... Antes dar dinheiro ou algo que sabemos que querem do que oferecer algo que não fazem caso.

 

Ao Luís ofereci-lhe uma botas da Caterpilar que apesar de mais baratas que umas Timberland são muito melhores. As Timberland infelizmente é só marca porque em termos de acabamentos são todas coladas ao invés das Cats que são cosidas. Indo uma diferença de quase 100 euros entre elas.

 

Ofereci mais roupa aos mais velhos e livros.

 

 

Além do telemóvel que o meu Luís me ofereceu, os meus pais e avó deram-me dinheiro, a Ana e a Dona Orlanda um pijama e um robe, sendo que o meu pai ainda nos comprou um jogo de lençois polares que nós bem precisavamos visto o senhor Pablo nos ter rasgado um dos que tínhamos.

 

No entanto a melhor prenda que me puderam oferecer foi, na noite de Natal, a minha mãe a minha irmã se falarem ao fim de quase 3 anos.

 

Parece que me saiu um peso de cima e acho que melhor coisa não me podia ter acontecido.

 

Agora finalmente vou puder casar

 

Sabendo que todos vão estar presentes e não haverão entraves ou mal estar entre a minha família. Cereja no topo do bolo seria entre os meus pais. Poderem falar sem o meu pai se sentir magoado ou triste uma vez que ele ainda ama imenso a minha mãe e ela estar com o Paulo. Gosto do Paulo. É um optimo padrasto, um bocado na lua, mas optima pessoa. Não anda cá com pseudo-moralismos. E acho que o meu pai e o Paulo podiam ser grandes amigos. Mas isto sou eu já a divagar e o meu signo diz que no ano 2011 não devo sonhar muito...

 

Como as coisas entre mim e Ana resolveram-se também acho que por enquanto as coisas não poderiam estar melhor encaminhadas.

 

 

 

 

---------------------------------------------------

 

 

 

Para o ano 2011 espero que me deixem ficar com o trabalho onde estou, pois bem precisamos e nem que seja a lavar o chão das wc's se não me quiserem na recepção com a volta da colega que está de baixa.

 

Quero ver se caso de vez e planear um filhote se ficar na firma.

 

Gostaria de fazer umas férias merecidas com praia e uma mísera pulseirinha no braço.

 

Poupar mais.

Deixar de fumar. Isso é que era!

 

Que a minha família TODA me venha visitar - isso, isso!

 

Pensar num carrito com 5 lugares mas que dê para levar o pessoal de 4 patas.

 

Que o Luís tenha um aumento!

 

Deixar de pagar estas exorbitâncias de electricidade sem sequer ligar o aquecedor... Porque ao menos que tenhamos o proveito...

 

 

 

 

E acho que é só!

 

 

 

 

 

 

Bom 2011...!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

27
Nov10

A Ilha Funishitua no Natal

por Pobre(o)Tanas

Cá em casa existe uma pessoa que se pudesse abria um zoo. Cá em casa existe uma pessoa que se pudesse trazia tudo o que tem quatro patas e pêlo. Cá em casa existe uma pessoa que não consegue ficar indiferente a "tresmalhados" que vai encontrando. E cá em casa existe uma outra pessoa que tem uma paciencia enorme para com a outra e a ajuda.

 

Faz amanhã oito dias que encontrei este amigo:

 

 

 

 

E depois de lhe dar de paparoca, o secar da chuva e aconchegar do frio fiz a pergunta que o Luís temia:

 

- Podemos ficar com ele???

 

 

 

Vi o rolar de olhos do meu marido, a expressão de "Não podemos ter mais animais. Tu és doida", o ar de "Oh meu Deus o que se segue?" e finalmente o tão desejado "Eu não me meto nisso, tu é que sabes!" E pronto foi o ponto de partida para adoptarmos o Pepe!

 

Não sem antes colocar fotografias dele no site "Encontra-me", "Arca de Noé" e Facebook onde existem várias páginas para o mesmo fim.

 

Ninguém se acusou para meu regozijo! Vale mais comigo que com um dono desnaturado que nem o trate como deve ser.

 

Pois bem o Pepe é um menino jovem, muito meigo e só há poucos dias revelou a sua faceta de brincalhão. Traz os seus brinquedos para nós os mandarmos e ele ir buscar, corre atrás da Piggy para brincarem e atrás da Zappa para se meter com ela visto a minha filha mais nova ter um feitiozinho parvo e não aproveitar as brincadeiras que os cães lhe podem oferecer - já com o Pablo é a mesma coisa.

 

Com o Pablo a coisa foi muito melhor que imaginada. O nosso filho mais velho que pesa trinta e muitos quilos, macho possante, dono do seu território e que mete respeito pela sua envergadura de torax, tornou-se um ser submisso ao Pepe. Faz-lhe as vontadinhas todas, é um pachá, um babado. ADORA-O! Nem come só de pensar no Pepe. Inclusivé, cede-lhe a casota para o mais pequeno ficar bem instalado enquanto o parvo fica à chuva a observá-lo!

 

Por enquanto o Pepe fica em casa. Assim o Pablo pode dormir sossegado na casota e não há rebuliço de quem fica onde. O que é certo é que o mais pequeno não faz NADA em casa! Sai de manhã, faz os seus enormes xixis e o seu minusculo cocó, volta e deita-se. À hora de almoço o mesmo e novamente à noite! Aguenta forte e feio.

 

O Pablo à noite vem a casa um bocado. E adoro ver os meus bichos em casa. Tudo no sofá a ver televisão. À hora de nos deitarmos é vê-los em filinha indiana em direcção à cozinha e escritório para as sua respectivas camas.

 

Sou uma mulher abençoada.

 

Tenho um marido fantástico que me apoia, me acompanha nestas maluqueiras e no fim acho que acaba por gostar delas.

 

Acho que agora se eu estivesse grávida ele apanhava o próximo avião para a ilha Funishitua nos confins do Pacífico.

 

 

 

A vinda de um cão rafeiro abandonado cá para casa tinha sido uma das hipóteses para a minha prenda de natal coisa falada há uns meses enquanto se questionava quem quereria o que para prenda visto o Luís ter recebido o Pablo o ano passado e este precisar de companhia canina. O Luís disse-me logo que "Não, nem pensar!" pelo que nem pensei em mais prendas. Vendo ele que eu andava a namorar um novo telemóvel, no Sábado passado vem com a revista dos pontos da TMN e diz-me "Vá pede lá o telemóvel que tu gostas." E assim escolhi o pequeno que tem feito as minhas delícias.

 

Eu tinha um LG KP500. Nada de extraordinário e teria andado com ele anos se não fosse o facto de eu mal poder enviar mensagens ou procurar um contacto à pressa por o teclado bloquear constantemente. Daí que muitos numeros acabei por decorar para não andar em busca deles e deixar de enviar sms's a quem fosse por me irritar aquilo bloquear ali em algumas teclas ou outras escrever letras que eu não queria.

 

Daí e para colmatar o facto de ter andado com um telemóvel com apenas 3 teclas (de chamar, recusar e a do menu) agora sim tenho um telemóvel que o que não lhe falta são botões

 

 

 

 

Um pequeno luxo cor de rosa para este Natal (que com os pontos ficou num total de 70 euros).

 

 

 

 

 

 

 

E agora posso dizer... O Pai Natal foi generoso comigo. Pois tive as duas prendas que eu pedinchei.

 

 

 

Chamem-me pita. Chamem-me o que quiserem!

 

Portei-me bem este ano. Tenho a minha vidinha regrada, trabalho, cuido do meu marido, casa e bichos, não ando aí gastar o que não ganho e muitas vezes nem o que ganho, não trato mal ninguém e daí que mereça tudo isto e muito mais que a vida me possa proporcionar!

 

Quem não gostar tem um bom remédio!

 

 

E isto vem no sentido da visita do meu pai amanhã, que esteve quase a cair no fracasso por causa de mais uma birra da minha madrasta. Como se estava a aproximar o fim de semana e com ele a vinda dele aqui à aldeia, sua senhoria resolve fazer merdelim e quase estragar tudo. Eu que mesmo com as birras dela, me calo e ouço apenas os desaforos do meu pai em que diz que eu tenho um feitio lixado e sou assim e assado desta vez não me contive e gritei e gritei como há muito não o fazia para impor a minha razão, para mostrar a minha revolta e defender a minha honra, porque achei tudo isto uma injustiça. Há mais de 3 anos que não discutia a sério com ninguém, que não gritava e nem dizia um palavrão que não fosse dentro das minhas paredes de casa em tom de brincadeira. Vendo bem nem sei como aguentava este ambiente há uns anos atrás em que acabava o dia afónica de tanto argumentar, discutir e mostrar por A + B que os erros cometidos pelos outros não são os meus e pior cego é aquele que não quer ver.

 

Daí que o bico do prego foi virado e ela vem de arrastão com ele.

 

A minha porta está aberta e nem abro boca sobre o assunto, tudo se passará sem nada se ter passado mas se ela respingar e se tudo piorar ponho-a no olho da rua pel braço. Nunca lhe fiz mal nenhum, sempre a defendi mesmo sendo ela a arranjar a merda. Estragar a minha relação com o meu pai não estraga e separar-me dele não separa porque não deixo. Nem tão pouco a deixarei atormentar-me como esta semana em que andei a calmantes e sem pregar olho sem fazer mal algum a alguém.

 

Acho que ela ainda não percebeu que eu nada tenho contra ela, que se quisesse minar a relação deles já o teria feito há muito e ela nem sequer tinha ocupado a cama da minha mãe.

 

 

 

 

 

Depois de tudo o que passei e por vezes ainda passo com estes "fantasmas" que me moem o juízo acho que nem era um Pepe ou um telemóvel mas ambos dentro de um avião, o meu marido, gatas e Pablo e descolar para a ilha Funishitua.

 

 

Bom talvêz o telemóvel ficasse para trás para que eu ficasse incontactável...

 

 

 

 

 

 

Vou limpar a minha casa para as visitas não dizerem que tenho tudo desarrumado e que a culpa é dos bichos.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Nov09

Novidades... Natalícias...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Mais um Natal se avizinha e com ele surpresas à porta... À minha porta claro está. À minha porta podre. À porta do meu andar com os seus 60 anos. À porta do meu andar que não treme quando o comboio passa mesmo ao lado... O que quer dizer que a estrutura é optima.

 

Há um ano, por esta altura, pedi 3 coisas ao Pai Natal - esqueçam o Vin Diesel...

 

Eram elas: um frigorifico, uma maquina de lavar roupa e um televisor LCD... Pois bem... A máquina veio logo na altura - velhinha mas muito boa... E frigorifico veio este mês... ! A Tv deixaremos para outra altura até porque só o Luís é que a liga para ver as séries e o "Glorioso"...

 

Continuando...

Mais eu que ele - estamos apaixonadissimos pelo nosso "menino". Está claro que deixámos de pedir à vizinhança para nos guardar a comida e andar ao fim do dia a tocar às campaínhas a perguntar onde andavam as almondegas... Certo que a vizinhança já não nos vê com tanta frequencia ficando com ciúmes do "Frederico".

 

 

------------------------------------------------

 

 

Depois de um passo tão importante como juntar os trapinhos achei por bem dar outro passo este Natal pelo que já encomendei a prenda dele. Como ele vem aqui ao Blog não posso dizer o que é até dia 17 de Dezembro.

 

Depois de tanto que ele tem feito por mim - somos muito cumplices - pensei em algo que compense para além do que nos une e dia 17 lá vou eu... Buscar a "prenda" :D

 

 

------------------------------------------------------

 

 

Como a minha vida tem ciclos e faz um ano que me reaproximei dos progenitores, este deve ser o Natal em que me afasto outra vez porque simplesmente a mulher do meu Velhadas Tolo começa a fazer mossa naquilo a que chamo "bem-estar paternal"... Há pessoas que simplesmente devem venerar-me e não se contentam com apenas um "é-me indiferente na minha vida...". Temos pena... Continuas assim e não te ofereço nada no Natal, amiga...

 

-----------------------------------------------

 

 

A minha velhota andou muito doente mas foi medicada a tempo pelo que já está mais gordita e com melhores cores. 80 anos pesam...

 

---------------------------

 

 

No trabalho tudo na mesma como a Lesma... Tudo gosmento e pecenhento com a mania das grandezas dos "poucoxinhos". Dedico-me a duas ou três pessoas porque o resto dá muito trabalho e se quisesse desenrolar os emaranhados das restantes mentes ia para psicologa criminal e como não devo voltar à Faculdade para estudar, limito-me à minha secretária que para mim é suficientemente grande e ao sonzinho de espera das chamadas para a Zurich do Porto - que raramente atendem...

 

 

---------------------------------

 

 

As miúdas, agora que mudámos a disposição dos moveis, andam calmissimas. Partiram só 2 apara-livros o que nem tem sido mau. A Zappa aprendeu a beber água do nosso autoclismo (que está avariado). Levanta a patilha da água e fica a aguardar que aquilo encha. A Piggy voltou a "fumar" das nossas beatas - tantos meses de desmame que não deram em nada... Uma vez fumador, fumador para sempre... Nem que seja apenas para mascar.

 

A Pamir, como disse, foi para a quinta da avó e está maravilhosa como só ela sabe ser. Muito gorda e lustrosa, meiga e destrambelhada. É uma mimada e é uma cadela feliz que corre para onde bem lhe dá na telha; como naqueles dias de praia em que perdi algumas amizades à pala dela. Se calhar tinha razão para ser assim. Os animais realmente vêem o interior de cada um.

 

-----------------------------------------

 

Pedi férias... Mas o "chefi" não há meio de as autorizar.

 

Se o arrependimento matasse... Teria morrido à porta da Faixa de Gaza.

 

Sempre tinha o solitários nas horas vagas... Agora tenho dias de solidão quando já todos foram para casa e eu fico ali prespegada à frente do monitor a encerrar processos...

 

Ahhhh abençoada vida... Deus me acuda a mim e aos outros que aquilo é pior que o ano 2012 em que dizem que tudo acabará. Mas não me vou preocupar. Já sei qual é o final... O meu patrão safa-se.

 

No entanto...

 

Como digo às pessoas "Tenho 22 anos e não tenho problemas..."...  E não!

 

 

 

 

 

 

Se aos meus 10 anos me dissessem que os moços desta musica eram feios eu espernearia... Hoje digo que a minha avó tem espantalhos nas figueiras mais apresentáveis.

 

Os tempos mudam...  dia 17 la vou eu...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Já que entrei definitivamente no espírito natalício, ofereci um "coise" de visitas aqui ao blog. Comecei pelas 100 visitas... Apesar disto ter tido mais... Ou então não... Vai na volta estou a por mais visitas do que aquelas que alguma vez isto terá... Se for esse o caso, posso pedir ao Pai Natal um pouco mais de humildade e coerência...

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Hoje dei comigo a ver isto:

 

 

 

 

 

 

 

Que, para quem não se apercebe, é este Senhor aqui:

 

 

Oh pra ele

 

 

 

 

 

Mais?

 

 

Oh Senhoras, faço-vos a vontade... E a mim também...

 

 

 

 

 

 

 

Esperem lá... Acho que ainda não vimos tudo...

 

 

 

 

 

Ai que "aquilo" ou "aquilo" parece que lhe vai saltar das calças...

 

 

 

 

Tá bem, amori. Agente cala-se...

 

 

 

 

 

 

 

 

Fogo quero lá saber da coerência e da humildade... Pai Nataaaaaaaaaaaaaal, para a minha pantufa quero um destes, oh faxabore! Ah e se não for pedir muito, pode ser nu apenas em peúgas! Daquelas brancas com um simbolo de uma raquete...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para quem não sabia, passa a saber que aqui a Pobre(o)Tanas também gosta de apreciar gajos da TV que façam o seu género de homem... Este, coitadinho, é o único que entra nesses requísitos... Porque sempre fui esquisita com homens, dos filmes, maquilhados e coisas que tais... E este por acaso não se nota muito a base...

 

 

 

E agora vou-me "confissar":

 

Deve ser daqueles que, nos meus sonhos mais badalhocos, é capaz de agarrar numa gaja, dar-lhe três voltas no ar, mandar-lhe uma trancada valente e deixá-la a roncar que nem uma porca a chuchar no dedo...

 

 

 

 

JÁ DISSE!!! Agora vou ali----------------------»

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

27
Nov08

Ahhhhhhhhhhhhhh não aguentei!

por Pobre(o)Tanas

 

 

 


Então é assim: A Dr.ª Psico ontem trouxe a gata dela para o escritório. Ia ao veterinário com a "rapariga" e até aí tudo bem. Agora quando veio de lá trazia mais um transportador com uma "piquena" lá dentro. Ora imaginemos a cara do Dr quando vê o circo montado dentro da sala dela. Mantas, cestos, comida espalhada, água, caixote dos cagalhotos e uma gata a bufar por não gostar da outra.



À hora de sair foi o cabo dos trabalhos porque a gata mais velha queria arranhar a Dr.ª e assanhou-se como se o mundo fosse acabar! Agora imaginem ela a pedir ajuda aqui à Pobre(o)Tanas e eu assim atrás da porta com medo da bicha. Portanto a gata foi enfiada à vassourada dentro do transportador e comigo fora da sala porque quem não se metia lá dentro era eu...



Pela parte que me toca, as minhas "filhas" NUNCA iriam comportar-se assim. Eu sou muito boa "mãe" e tal, AMO animais e posso dizer que quase nasci no meio deles, agora se não me respeitam enquanto dona deles comigo não fazem farinha e a Piggy ou a Zappa bem que podiam fugir se se alterassem daquela forma. Comigo não. Até porque sou bem capaz de lhes dar umas lambadas a sério se fazem porcaria da grossa e venha de lá a Sociedade Protectora dos Animais que estou-me pouco lixando. Se fazem asneiras, se me arranham ou mordem, levam no focinho e isso é certo e sabido! Agora ela "Ah e tal nunca bati na minha gata...". Ora a sério? Porque será que o animal faz tudo o que quer?



Bom a tourada ainda não acabou porque a mãe da Psico - porque ela é uma solteirona que vive com a mãe - não a quer lá em casa. Portanto nada feito. Ofereci-me para ficar com ela UMA noite. O pior é que a Dr.ª queria que eu levasse, imaginem, a gata para minha casa e a trouxesse TODOS OS DIAS! E eu...



"O QUÊ??? Mas é que nem pensar! ´Tão ia eu carregada a pé para a estação com um transportador que pesa quase 5kg de manhã e à noite quando nem eu quase consigo ir e quase que não caibo dentro da carruagem em hora de ponta quanto mais com um gato??? Ah sim pois claro é já a seguir! Ainda por cima se me desse boleia até casa mas não! Ter "flhos" é muito bonito se tivermos quem tome conta deles... Nã, nã!"



Portanto a coisa ficará assim até terça feira, fim do prazo que o Dr. lhe deu para ela arranjar sitio para a gata porque aqui não fica...



Por mim, se não tivesse duas, ficava com ela, mas já lá tenho as minhas "porquinhas" que me dão tanto trabalho...



Ainda ontem me refastelei com elas ao colo e a darmos turras... Ai que bom... Na nossa caselas... Sem ninguém a dizer-me se as posso ter ou não! Dass!!!



Tenho pena é da pequenina que vai ter que ser devolvida e isso para o animal é stressante...





E pronto achei que era uma coisa digna de se contar e se não for, paciência, não leiam...





Quanto às prendas consegui gastar menos de 100euros.... Querem saber como? Hum... Quanto pagam? LOOOL



Sim que estamos em crise e tenho de fazer dinheiro com ela...





Bem tinha mesmo de contar tudo senão morria!!!



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Dr., se vossemecê ler isto, pergunto-lhe assim como quem não quer a coisa:



- Sou ou não sou a pessoa mais normal do escritório? Hum? Que me diz?





Cumprimentos!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D