Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

03
Mar09

 

 

Se há coisa que aqui a Pobre(o)Tanas percebe é de Política! E percebe também de homens nus de meias brancas da raquete e mais ainda de IRS!

 

 

LEIAM BEM....

 

 

 

IRS

 

 

 

 

*MEDO*

 

 

Pois bem, levantei-me a custo de manhã e dirigi-me até à Faixa de Gaza... O meu ram-ram de sempre.

 

Eram 10 e 15 telefono ao meu pai e conversa para lá e para cá falámos sobre o IRS - que tenho de o fazer e que ele ajuda e coise e tal - até que caí em mim. Assim do nada... *PUFF*

 

 

- DEUSES TENHO OS DOCUMENTOS TODOS COM MORADAS DIFERENTESSSSS!!! AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH E TENHO DE FAZER O IRS, PEDIR A SENHA E E E E E... SE NAO FIZER... E.... VOU SER PRESAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! VOU MORRER NUMA CADEIA POR NAO TER FEITO IRS. E AGORA????!!!!!QUE FAÇO???

 

 

 

O PÂNICO!!!

 

 

 

O meu colega velhadas rumina qualquer coisa:

 

- Então cama, comida e roupa lavada... Ainda pode continuar a estudar la na prisão...

 

- HOMEMMMMMMMMM!!! NAOOOOOOOO!!! TENHO DE FAZER QUALQUER COISA!!!

 

 

*Nesta altura já estava histérica*

 

 

- Vou embora. Não vou ficar aqui! Não vão querer uma colega presidiária! Vou embora... Mas... Mas eu trabalho com Tolinhos, Advogados. Eles são "mês amigues"... Não me vao deixar ir para a prisão... "DÓTORAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA"!!!!!!!!!!!

 

 

*Já estava de lágrima no olho* - É de sublinhar que chamei pela Psico, a única advogada perto num raio de 10metros...

 

 

- Vou à Loja do Cidadão...

 

- Vá, com o IRS não se brinca...

 

 

*KIDAAAAAAAAAAAAAAAAAAA*

 

 

Peguei na minha mala (arma de arremesso contra elefantes africanos solitários em epoca de acasalamento) e fui a casa pegar dinheiro (debaixo do colchão) e calçar uns sapatos baixos.

 

 

Cheguei aos Restauradores e estavam no numero 8... Eu era o 183... Nada de grave não fosse estar no numero 20 meia hora... De repente... Acho uma senha 163... (Senti-me no apogeu do culto à Deusa Malaharibuganess das Senhas de forma que até rolei os olhos como aqueles indigenas possuidos...)... Vim tomar café, comprei um livro de palavras cruzadas e voltei à Loja do Cidadão. Eis que alguem deixa uma senha 112 mesmo ao meu lado... Iamos no 35... (Desta vez não rolei os olhos, mas soltei um gemido estridente como se tivesse tido o melhor orgasmo do mundo - coisa dificil - e fiz um "yes!!! yes!!!" tipo Meg Ryan enquanto mordia o labio inferior e escondia a senha porque há quantidade de predadores de senhas perdidas que por ali havia era provavel eu parecer uma herege no meio de uma seita religiosa qualquer)...

 

Fiz uma amizade - LARAAAA - e dei-lhe a minha senha bem como a minha anterior (183) a uma senhora que ainda teve tempo de ir almoçar e ir ao cabeleireiro... Por lá conheci mais uma velhota que cantou o tempo todo algo como "*Estamos num país de merdaaaaaa*"...

 

 

Mas o pior estava para vir... Eu desde que sai do Pingo Doce (que trauma senhores) que ando às "salhas" com os numeros. E não é que vendo que a minha senha era o 112 não meti na cornadura que era 122????

 

Lá estava o 110, 111, 112 (orgasmos duplos), 113, 114, 115 e pensei...

 

ESTÁ QUASEEEEEEEEE... De repente...

 

 

MAS MAS MAS...

 

 

EU SOU O 112!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! JÁ PASSOUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!

 

 

TREMELIQUES DE OLHO, UMA SENSAÇÃO DE PEPINO DO ENTRONCAMENTO ENFIADO NO TRASEIRO À BRUTA E UM ESGAR....

 

 

 

- POR FAVOR AQUI, AQUI!!! EU EU EU!!!!!!!!!! SOU EU!!!! NAOOOOOOO POR FAVOR "SINHORA". NAO, ISTO NAO ME ESTA A ACONTECERRRRRRRRRRR!!! Per favoreeeeee. Tenho crianças à minha espera em casa... Por favor... O IRSSSSSSS!!! PRESA VOU PRESA!"

 

 

Já estava a conseguir a proeza de falar romeno e uma mistura de crioulo com brasileiro...

 

 

Como tinha 3 numeros de tolerancia ainda me atenderam...

 

 

 

Melhor... Agora já não ha BI... Há o Cartao do Cidadão - Cartão Unico - mas eu prefiro dizer C.U. (Porque é giro mostrar o C.U. para entrar numa discoteca...) e com tanta complicação de meter dedos em sensores, escrever numa placa com uma caneta ficticia e ter de tirar fotos em frente a milhares de pessoas quando fico Com ar de presidiária barbuda, o sistema falha e repeti o processo DUAS VEZES!!! Para culminar, nao sabem se o meu processo entrou portanto aguardo que a mulher me ligue amanha se não terei de voltar ao inicio...

 

 

Por enquanto não consigo obter senha porque aguardo a confirmação da morada... Mas amanhã estarei agarrada ao telemovel como se a minha vida dependesse disso...

 

 

Sei que nao vou presa mas pronto... Também estou naquelas alturas do mes e estou sensivel... Daqueles dias em que se ligasse a TV e visse a Oprah, mal ela dissesse "Olá a todos benvindos ao meu programa..." já eu estava de kleenex na mão e a dizer "TÃO LINDOOOOO... TÃO BEM "DIZIDO"!"... Ou ver toda aquela gente a receber casas e carros... Choro por ver o pessoal tão feliz!

 

 

 

De maneira que demorei 4 h a fazer tudo isto. Gastei duas de expediente e as duas de almoço. Hoje sai mais tarde e amanha entro mais cedo para compensar...

 

 

 

AGORA VOU DORMIR!!!

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Out08

Para terminar o dia...e para juntar à minha colecção de pepinos do dia de hoje:

 

 

A minha mãe, que anda desaparecida desde que criei este novo blog, telefonou-me... Como sempre, sai da minha vida quando mais preciso dela e entra quando menos espero e menos a procuro...

 

Falou-me como se nos tivessemos falado ontem, como se a partir daquele dia em que me deixou sozinha, tivesse parado no tempo. Estivesse em coma.

 

 

Em coma profundo entro eu se não começo desde já a precaver-me contra possíveis investidas destas. Não aguento mais injecções destas...

 

 

Que me perdoem o que vou dizer mas... Isto para mim é uma quimioterapia contra um cancro...

 

 

 

 

 

 

 

Se antes estava com uma dor de cabeça brutal, neste momento para mim é como se não a tivesse porque nem sinto o corpo com os nervos....

 

 

 

Porque não me deixam em paz?

 

 

 

Eu bem pressenti um dia de merda! Depois ainda digo que não tenho sexto sentido apurado... Não tenho o tanas é que não tenho! IRRA! E ainda o dia não acabou!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Out08

NERVOS!

por Pobre(o)Tanas

Hoje não é um dia de pepino... mas sim de PEPINÃO! Um dia que nem é dia é simplesmente uma horta cheia de pepinos. Daqueles grandes e volumosos!!!!!! Que nervos!

 

 

Se há coisa que odeio é pessoas que não têm mais nada que fazer que se meterem na vida das outras. Que nos chateiem com merdices que nada me interessam, que eu passe e cochichem...

 

 

Ligam para cá para o escritório gente a insultar os Drs. Simplesmente nem me ofendem, ofendem-nos a eles. Sabem os numeros de telemoveis particulares e ligam anónimo. Agora descobriram o daqui e não páram de me chatear. O que acontece é que estão a barrar as chamadas de clientes aflitos e isso lixa-me. E agora de cada vez que vejo anónimo já nem atendo mas há clientes que ligam anónimo e eu nunca sei. Então lá atendo e começam logo a mandar bocas. Eu tenho-me mantido calma mas hoje foi daqueles dias que virei do avesso. Não fui mal educada mas simplesmente pedi que deixassem de ligar. Disseram meia duzia de porcarias da familia dos Drs e eu disse que simplesmente não tenho nada a ver com isso e que me deixassem trabalhar porque não tenho nada a ver com a vida de ninguém.

 

Até agora não ligaram mais.

 

Se bem que isto nem pareço eu enervada. Eu com os azeites sou pior mas como não sei com quem estou a lidar prefiro ser educada porque se soubesse já estariam com um "A P*** que vos pariu a todas grandes V****! Vão-se F**** e lavar por baixo PORCAS!!!!"

 

De maneira que deixo a minha peixeirada para o meu amigo velhadas que é um otário!

 

Viu a Dr.ª de rabo pró ar a explicar-me uma coisa e poe-se com bocas ordinárias. Como detesto gente estupida a esse ponto exaltei-me logo com ele também. Ora escusado será dizer que começámos logo à pancada verbal... Do género: "Eu estou cá há mais tempo que você...", "Parabéns para si meu caro amigo...", "Não estou para aturar miudecas!", "Claro se eu quisesse aturar pessoas da sua idade ia para um lar mudar fraldas a velhos...", "Ahhhhhhhhhh!!!", "BBBBBBBBBBB", "*%$&*", "TÁ BEM!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fale aqui pra minha mão!"... ISTO É SIMPLESMENTE UMA DISCUSSÃO ESTUPIDA! NÃO HA GENTE QUE DISCUTA DE FORMA INTELIGENTE MESMO COM CARALHADAS NO MEIO!

 

 

E de forma que são assim as manhãs, dos dias de Pepinão, aqui...

 

 

 

Sim eu sou mal educada

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Set08

Anda cá que já te apanho!

por Pobre(o)Tanas

Hoje apetece-me esganar alguém... Não porque esteja em dia de pepino mas por vontade mesmo... Vou dar uma vista de olhos pela minha lista telefónica

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

02
Jun08

Hoje é dia de Pepinão!

por Pobre(o)Tanas

 


 


Estou com uma birra brutal e se não recebo o meu dinheiro hoje, juro que mato alguém no autocarro ou no comboio. A primeira pessoa que me pisar é chacinada sem dó nem piedade. Não me apetece falar. Estou passada e metida a animal selvagem.


 


Agora a sério nem me aturo a mim. Estou com aqueles tremeliques de chineleira e não sei quando vão parar.


 


Fim de semana de cão, com um vegetal fálico enfiado no rabo, foi como me senti nestes 2 dias de descanso.


 


AAAAAAAAAAAGGGGGGGGGRRRRRRRRRRRRRRRRRRHHHHH!!!!!!!!


 






 


GANDA COCÓ!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

19
Mai08

 


 


  O mais estúpido não foi ele ter pedido desculpa...Foi o facto de dizer que ia deixar de fumar...E agora, qual BigBrother, colamo-nos ao ecrã e contam-se os dias que o Sr Primeiro Ministro (Sr Engenheiro ) está sem tocar na maldita da bela da nicotina...


 


 Eu ao menos tento perceber as limitações que fumadores como eu têm. Olho em volta, tento perceber onde estão os avisos de "Proibido Fumar", saco do isqueiro e do maço, volto a olhar em volta, acendo o cigarro, olho de esguelha, sorvo o fumo, olho em volta, vejo um aviso lá mesmo ao fundo, mesmo mesmo lá no fundo, e fujo!


 


 


 


Sou triste eu sei...


 


 


 


 Fim de semana tudo normal... Tirando umas coisas que me deixaram meia "pepinada" mas limito-me a observar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Mai08

Mais um dia de Pepino...

por Pobre(o)Tanas

 


 


 Dia de Pepino mas um pepino pequenino...


 


 Porquê? Porque estou estoirada e não fiz absolutamente nada hoje de manhã... Tenho um processo de 1990 para ir procurar no arquivo morto e sinceramente não me apetece vasculhar prateleiras cheias de pó, desarrumadas e com fortes probabilidades de serem habitadas por osgas... Sim osgas. Isto é um apartamento onde já foram encontrados seres desta "raça". E eu tenho... MEDO!!!


 


 Para não falar que o arquivo morto do "patron" mor é o mais complexo de remexer. Porque se tiramos uma pasta caiem os suportes todos e todo o seu conteúdo. E vejamos bem, eu não quero ficar em casa com uma perna partida ou umas costeletas rachadas...


 


 Deitei-me, ontem, eram 21:30... Dormi bastante, mas soube-me a pouco. Logo estou com a birra. Não sei que falar com as pessoas e nem me apetece dialogar com elas.


 


 


 Vendo bem tenho um feitio de Pepino. Há dias que estou perfeitamente equilibrada e há outros que me apetece esganar o "piloto" do comboio por ter deixado entrar tanta gente e não apenas eu. Há dias que gostava de ser o Tom Hanks na ilha, sozinha e a falar com a bola... Mas eu nao queria cá bola nenhuma... Como falo muitas vezes comigo...


 


 E quando são aqueles dias que quase me pego à estalada comigo mesma e vem o meu amigo invisível (o Alberto) e consegue separar-me? São brigas feias...


 


 Ou seja, hoje estou mentalmente offline. Só bocejo e faço caretas de enjoada. Fartei-me de comer gomas e roer as unhas. Já vi dezenas de blogs mas não os posso comentar porque só saía porcaria. Assim limito-me ao meu canto e sonho...


 


 Sonho com uma cama, de lençois suaves e sem gatos a dormirem comigo. Não têm noção do que é ter duas pirralhas à luta debaixo dos cobertores às 4 da manhã... Pareço uma mulher que deu à luz há pouco tempo e que não dorme para mudar fraldas e amamentar a noite toda ou de 3 em 3 horas. Eu não mudo fraldas mas acordo à mesma, com um ar de lunática, só para exclamar algo como: "EPAHHHH SAIAM DAQUI!!!"... E isto umas 10xs por noite...  


 


 Acho que hoje, se me quisessem assaltar, pensariam duas vezes. Penso que olhariam para mim e diriam: "Txi dama, esquece lá isso... Aqui o bro (aka nigga) só leva cenas de dama que tenha cabelo bunito e olhos lindus que naum se pareçam cuns de um xarroco...Txé...Hasta!"...


 


 E logo hoje que venho vestida à "Chapitô"...


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

31
Mar08

Mudança de Hora

por Pobre(o)Tanas

 


 


  A hora mudou o que quer dizer que estamos mais próximos do verão, e agora os senhores leitores deste blog - que sou só eu - dirão: "Ena pah! Que brilhante conclusão!"


 


  Mais uma segunda-feira chegou e com ela mais um dia de trabalho (outra conclusão magnífica).


 


  Hoje não tenho paciência nem para tirar um café para mim. E espero que ninguém ligue aqui para o escritório a desabafar problemas com o "patron".


 


  Começo aqui a divagar e chego à conclusão que com a minha idade já tenho alguma experiência de vida. Olho para trás e vejo as coisas que já aconteceram, aquilo que já lutei, as pessoas que perdi e tudo o que já fiz contra mim e penso: "Fds! Tenho mesmo força para agarrar a vida...". Não é qualquer um que desiste de um curso quase no fim para enveredar num caminho que não sabe qual é, para ganhar uns trocos e fazer face à vida.


 


  Poderia estar a viver à custa dos papás e acabar o curso que não me levaria a lado nenhum e deixar-me estar. Quando não me apetecesse ir às aulas ficava nos bares a beber uns copos e a fumar umas brocas e assim se passavam os meses ou então a dormir feita otária enquanto eles me pagavam as propinas para uma faculdade que quase nunca lá punha os pés. Mas não. Agarrei-me ao trabalho e quando achar que tenho tempo para voltar e acabar o curso ou meter-me noutro qualquer, avanço. Mas neste momento isso não era o mais indicado para mim.


 


  Este blog chama-se algibeira de pobre por uma única e simples razão: a vida de pobre que se leva no começo da vida de adultos. A pobreza de espírito que se possuí quando se sai das "maminhas da mamã" para a rua, onde tudo nos espera com tochas e flechas para nos acertar.


 


  Também se chama algibeira de pobre porque aqui posso falar das coisas mais fúteis quando me der na real gana. Porque não estou com meias medidas. Porque não preciso de estar feita dondoca a escolher palavras e mostrar algo que não sou. Porque não há superficialismo nem tão pouco altivez. Porque pobre é mesmo assim, tem o coração ao pé da boca e não se importa com aparências.


 


 


 


  Um dia pertenci à classe média-alta, um dia possuí 3 carros à porta, fazia viagens para fora do país quase todos os anos, comprava roupa todas as semanas e tinha telemóveis topo de gama saídos para o mercado há pouco menos de 5 dias. Tinha um namorado que conduzia um mercedes do papá com 18 anos e uma vida de pita estúpida como nunca vi. E foi preciso sofrer na pele a violência da ressacas para ver que realmente não há nada que pague a nossa liberdade. Foi preciso meter-me a nadar em águas escuras, sem saber como vir à superfície, para compreender que a nossa vida é mais preciosa que andar aos 16 anos de mercedes e toda agente ficar a olhar.


 


  Hoje dou valor à minha vida. Trabalho 12 horas por dia e ganho uma miséria mas sou feliz como nunca fui. 


 


  Mandei tudo às favas e voltei à origem do ser humano verdadeiro na sua essência. 


 


  Mas chega de relembrar porcarias. Agora tudo é diferente e não há ninguém que me tire o que tenho.


 


  Sou feliz pah!


 


 


  Espero que não seja mais um dia de pepino hoje...


 


 


  Mas já agora vejam lá se não é lindo....


 


 



 


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 


 


 


 


Enfim dia de cão... Resta-me a calma da minha casa, os mimos da mamã e da minha Piggy que realmente é uma gata cheia de sorte...


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

24
Mar08

 


                                



 


Depois de almoço, há uma certa necessidade dentro de mim para escrever. E depois do cafézinho e do cigarrinho, depois de olhar para a pilha de coisas que tenho para fazer urgentemente, em cima da secretária - pensando que se não as fizer posso voltar à caixa do PingoDoce - crio uma sensação de impotência femininamente taurina que se me escorre desde os neurónios até ao intestino grosso. Então pego numa revista e enfio-me na WC do escritório a esvaziar os meus preconceitos, os meus problemas existenciais e quaisquer problemas "esquizo" que possa ter. Escrever é o mesmo... Fico liberta de qualquer sensação de aperto no estômago...

 


Olhei para o velhadas do meu colega e pensei que se também ele tivesse um blog para escrever o que lhe vai na alma, o pobre não teria um feitio de merda e um ar de macho a quem lhe enfiaram um pepino no cu e uma vareta de aço pela uretra acima!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D