Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

25
Set08

Passadeiras...

por Pobre(o)Tanas

 

A coisa que mais detesto, no meu percurso casa/trabalho-trabalho/casa, são as passadeiras. Se há objecto/coisa/thing/coise/"aquilo" que me irrita são mesmo as passadeiras. E aquilo que mais me lixa acima das passadeiras são os automobilistas que nunca param para passarmos.

 

Pois posso dizer que chego a estar 2 min à espera que algum páre. E confesso que muitos páram só quando vou mais ou menos bem vestida. E acreditem, são quase todos homens. As únicas mulheres são as que levam filhos no carro com elas e devem pensar nos seus rebentos a passar a estrada e lá ficam mais conscientes para pararem.

 

Não raras as vezes que já tenho saltado fora das "zebras" por um automobilista parar mesmo em cima dela, porque teve que se desviar para não bater no primeiro que já tinha parado. E isto assusta-me porque têm basicamente obrigação de parar para nos dar passagem dado que não ha sinais que os obriguem a isso mesmo. No entanto vejo que não ha qualquer tipo de civismo. Pior, passam pela passadeira com mais velocidade ainda como se a mostrar que têm uma máquina possante. E digo mais, as mulheres são as piores.

 

Ontem que foi o caso, vinha com ar de refugiada do Iraque, e ninguém parou, a não ser aquando uma moçoila vigorosa e jeitosa pos-se ao meu lado para passar também... E quem parou? Homens, claro!

 

É obvio que não fico espantada quando tenho casos aqui em que as pessoas são atropeladas em passadeiras, ficam em coma durante semanas e em estado crítico e os condutores ainda fogem.

 

Já lá vão 6 meses, foi o primeiro caso que me apareceu à frente aqui no escritório logo no 1.º dia. A cliente tem basicamente a minha idade e até frequenta a faculdade onde andei. Esteve em coma e não lhe davam grande esperança. Ficou toda partida. O condutor vinha numa grande máquina e nem sequer parou. Atropelou a nossa cliente na passadeira. Nem prestou assistência. Teve azar. Um agente da PSP viu tudo.

 

Hoje ela já caminha, devagarinho. Mas perdeu um semestre na faculdade, perdeu o trabalho onde estava e vai ficar com sequelas para o resto da vida... 

 

São os nossos condutores...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D