Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

25
Fev10

Aqueles momentos:)

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

 

 

*Aquela cumplicidade*

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Somos pessoas com óculos novos...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Out08

Mais uma promessa cumprida!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Como aquilo que prometo tento no mínimo cumprir, aqui ficam as fotos do Encontro do Tasco lá em casa (ou pelo menos das coisas boas que comemos)...E para ajudar à festa, fotos das gaiatas que já estão bem crescidas e gordas...

 

 

 

(A paparoca...a cerveja (que era do meu cunhado) foi para o Master... (desculpa lá cunhado mas o moço estava com sede...) mais conhecido por "O Sr. Seca-Adegas")

 

 

 

 

 

 

(O apalpão da praxe ao rabo da Bug não poderia faltar...Note-se que tenho uma pinta de tinta na mão... Quando as canetas não escrevem e não há papel de momento, é assim que se faz na minha terra...)

 

 

 

E agora o momento que tanto esperavam.......

 

AS PIRILAMPAS!!!

 

 

 

(A Piggy num momento "abracinho". É uma oferecida! Abraça toda agente. Ela poe-se mesmo assim de patongas nos nossos ombros e encosta a cabeçorra à nossa cara dando turrinhas...)

 

 

 

(Não poderia faltar o Génio lá de casa. A supra sumo do "Tudo o que de mal acontece ao papel higiénico não fui eu que fiz, não é obra minha...". A Zappa sempre fotogénica!)

 

 

 

 Para terminar........

 

 

 

 

(Foto da pintura da BUG no meu MURO DAS NÃO LAMENTAÇÕES - Uma ladyBug assim pró... Escorrida?)

 

 

 

E pronto sou uma eterna apaixonada por estes momentos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 


 


 


  É engraçado como após resolvermos certas coisas na nossa cabeça, e coração também, tudo se torna mais límpido perante os nossos olhos.


 


  Tornamo-nos aptos a aceitar as coisas boas que vida se encarrega de nos trazer... Há que deixar levar sem pensar no dia de amanhã. Se resulta ou não. Se é o correcto. Se nos fará bem. Pensemos apenas que naquele momento gostamos do que nos está a acontecer.


 


  São essas coisas que nos vamos lembrar um dia, quando estivermos na nossa cadeira de baloiço e de manta nas perninhas porque o peso da idade e o reumático faz-nos ter frio.


 


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D