Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

24
Fev13

De pequenino...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Já ando a ensinar à minha catraia as coisas fixes da 'ternete!

 

 

 

Dois meses e meio...

 

Já dobra o riso, tem imensas cócegas, já faz as suas "conversinhas" connosco e sózinha com os seus bonecos.

 

Está super crescida e cada vez mais linda!

 

Super inteligente (sai ao pai, felizmente!)

 

--------------------

 

E estou a meio da minha licença parental.

 

Sinceramente apetecia-me mandar o trabalho às favas e criar a minha filha como se fazia antigamente. Mãe em casa, pai no trabalho. Se o coitado fosse um engenheiro dos bem pagos... Mas pronto é um engenheiro dos pobres. Giro e todo bom que dói mas dos pobres! Já tive sorte em pescá-lo por isso calo-me e fico feliz com o que tenho.

 

E por falar nisso faz 4 anos que começámos a falar... Por esta altura... 

 

Ele em Angola. Eu em Queluz armada em durona perante a vida. Imaginava lá eu que as coisas iam correr bem, iamos viver para uma aldeia no meio do Alentejo e que íamos ter uma filha linda e maravilhosa?

 

Abençoada internet que me ofereceu toda esta vida fantástica que tenho! 

 

Além de me ter ajudado em momento críticos da minha vida, desabafando neste blogue, criando amizades, ajudou-me a conhecer o meu homem. E agora longe de alguns amigos queridos, vou mantendo contacto com eles através dela. Por isso é com todo o gosto que ponho a miúda em frente ao pc!

 

----------------------------------------------

 

Releio certos posts destes anos que passaram e rio-me imenso! Pergunto-me por vezes como conseguia dizer, fazer, acontecer... Cresci tanto. E calo-me mais. Há coisas que já não digo. Deve ser para ficar bem. Oh sei lá! A vida na altura exigia que fizesse frente às coisas e pessoas. Precisava de impor o que era e sentia para não sair ferida mas hoje não preciso. Hoje pouco ou nada me fere, felizmente. Tenho um homem ao meu lado que não me faz sofrer. Em quase 4 anos juntos nunca este homem me feriu com um acto ou palavra. E eu sinceramente já merecia alguém assim. Não me quero gabar mas merecia. 

 

Ao deparar-me com o que fui e escrevi consigo testemunhar toda a minha evolução nos primeiros anos de vida adulta e gosto da forma como percorri (e percorro) o meu caminho. Consegui ter a cabeça bem assente para chegar aqui e fico feliz de nunca ter vassilado, ter posto um pé em falso. E seria tão fácil ter-me desencaminhado. Mas consegui e hoje as feridas estão bem saradas...

 

As cicatrizes? Oh usei creme de baba de caracol e a coisa ficou ali disfarçada!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Fev09

Jogar solitário...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Quando recebi o meu primeiro computador, tinha 14 anos. Nesse mesmo dia recebi também uma aparelhagem e só quando me fartei dela, confesso, é que me virei para a informática ou pelo menos para 0,0001 daquilo que percebo disso. Naquela altura não tinha internet e só tive mesmo já estava fora de casa e com 20 anos no lombo.

 

Lembro-me de ter uns 12 anos e a minha irmã colocar-me em frente a um computador no trabalho dela e dizer-me "Olha podes ir à internet..."... E eu *Okay... Internet... Onde fica isso?*... Ela la me explicou. Abriu uma pagina e deixou-me ali a olhar para aquilo como se eu fosse uma burra a olhar para um palácio. Levantei-me com o meu orgulho ferido, fui à wc, voltei, sentei-me e joguei solitário a única coisa que sabia fazer até então num computador além de saber usar o Word e o Paint para fazer uns desenhos malucos que imprimia só porque era giro desperdiçar tinteiros e ouvir o meu pai refilar.

 

 

 

Anos depois o Solitário para mim continua a ser um passatempo quando não me apetece ir para a internet mas quero estar em frente ao computador sem ser para o estragar mexendo aqui e ali porque sim, porque é giro.

 

 

Hoje, no meu trabalho, ensinei o meu colega velhadas o bom que é ter o Solitário à mão. E, não me agrada nada dizer isto mas, vou por o velhote viciado naquilo... Já que não temos internet - ele para ver gajas nuas e eu para escrever no Blog - temos de nos auto-satisfazer (reparem no que eu disse) de alguma forma....

 

 

Será que ele vai começar a ver um fundo verde de cada vez que fecha a janela do jogo como eu?

 

 

 

 

 

Sou assim... Uma desencaminhadora de pessoas decentes que só querem trabalhar de forma honesta...

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 


 


  Acho que estou a começar a ficar "estipada"... O nariz a pingar e tal... O tempo também não ajuda... E andamos com o cabelo a cheirar a pêlo de cão molhado... Ou seja sinto-me no início do dia mesmo malcheirosa por mais que hoje não cheire nada.


 


  Esta noite dormi mais horas que o normal, ou seja, 7 horas! Epah que alegria! Acordei a meio do meu sono e ainda vejo a luz acesa na sala. Como tinha deixado a minha mãe na net a falar com as/os amiguinhas/os dela (sim eu é que sou a mãe dela) pensei "Bem devem ser para aí umas 2 da manhã...". Qual quê! Eram 4 e meia! E ela tinha que se levantar as 6... Estava agarrada ao monitor parecia eu no mIRC há bastantes anos atrás na casa da Andreia.


 


  Bom, rodei nos calcanhares e voltei para a cama, não deixando de admirar a minha cara de duende no espelho da WC e olhar para o relógio, para poder pensar algo do género: "AHHHHHHHH ainda faltam 3 horas para me levantarrrrr...". Sim fico feliz por pequenas coisas destas...


 


  Um das minhas melhores amigas, punha o despertador a tocar para as 3 da manhã só para olhar para ele e pensar "Boa ainda faltam 5 horas para me levantar!"... (Carol, esta é para ti pah!!!).


 


  Mas não sabe tão bem ver as horas e depois meter a cabeça debaixo dos cobertores??? Mesmo levando com o nosso hálito "fedorentemente" nauseabundo sabe bem na mesma... E depois ter uma bola de pêlo, também ela malcheirosa dos puns que dá, a dormir connosco é algo que me faz arrepiar...  


 


  Vivam o ser humano e o gato na sua intimidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D