Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

Mas atenção, num local tipo Évora, com muitos turistas e mais coisas para ver que aqui as nossas zonas de Borba, Estremoz e Vila Viçosa.

Logo no inicio das nossas férias, rumámos com os cães até Lisboa. Seriam dias calmos se eu não me enervasse de cada vez que lá vou, ou pelo trânsito, ou pelas pessoas horrivelmente stressadas ou mesmo pela família que me deixa em estado pirulas com a sua maneira de ser obtusa.

Os dias de chuva de início de Agosto também em nada ajudaram mas contando eu que o meu pai nos emprestasse o carro para que fossemos passear com a minha avó, tendo até ajudado o Jacinto quanto ao travão de pé que não estava habituado à condução da Mercedes, a alminha de Deus estacionou o carro num acesso dificil que só ele consegue tirar pelo que não pudemos levar a velhota a lado algum. Lamento que as coisas sejam assim mas já me fartei de chatear e neste momento prefiro ignorar. Problema dele.

Mas a questão do carro foi uma gota de água quando tudo o resto naquela cabeça anda desgovernado. Cada vez mais a estúpidazona da minha madrasta lhe faz a cabeça e eu deixo. Adiante.. Sugeriu que ficaria com os cães para que fossemos um fim de semana até ao Algarve, tudo perfeito não fossemos nós donos de um terreno vedado com 5 000m2 (só a nossa parte, fora os outros 20 000 de espaço que toda a quinta tem)... Chegou a hora, recusou-se a ficar com o cão... Porque era grande e não confiava nele. Não haveria problema de ficar com a cadela - até porque já se tinha feito ao piso quanto à possibilidade de lhe dar a cadelinha para a ter lá - mas que com o cão não. Conclusão, para mim onde fica um têm de ficar forçosamente os dois e por isso paguei para os ter num hotel/canil e resolvi a situação sem me chatear mais com isso... Assim como assim com tanto espaço ele iria manter os cães presos a uma corrente o tempo todo e só lamento o facto de ser tão torto que não veja que faz sofrer os outros cães que lá estão.

Consegui visitar toda agente que queria, a D. Orlanda, a minha irmã e até a minha amiga Pris que com a sua maneira de ser alegrou todo um serão na esplanada com as suas aventuras. A dado momento o Vasco da Gama é assaltado e uma rixa começa mesmo atrás da cadeira dela, pois ela nem se mexeu e nós, já desabituados ao ram-ram de toda uma cidade e suas confusões andámos de coração nas mãos todo o tempo. As pessoas mergulharam à tareia umas nas outras e ela impávida e serena a contar as suas histórias como se nada se passasse. A dada altura ainda solta um "Ai que irrequietos..." e continua...

Por vezes pergunto-me se também eu era assim. É que já não me lembro... Mas não me importo porque significa que estou aqui no cu de Judas longe de tudo... O Jacinto diz que quando chega perto da Ponte 25 de Abril põe a cassete citadina.

A segunda semana passámo-la a descansar na nossa casa. Além de termos os cachorros durante 3 dias para os entregar mais tarde a um casal amigo o que nos preencheu muito tempo, a Zappa resolveu dar à luz um casal de pequenotes muito feios!!!! Que são a alegria cá de casa. Aguardo que alguém se ofereça como dono. Já são muitos.

Vimos muitos filmes, fazemos muito exercício, passeámos com os cães e a meio da semana fomos até Évora comprar tintas para pintar a sala no entanto aguardamos a semana anterior à vinda dos móveis e sofás para começar a pintar.

No último fim de semana fomos então até Portimão com a minha irmã. Saímos de casa cedo, deixámos os cachorros no Hotel Canino D' Além Machede perto de Évora cujo preço achei acessível e adorámos a forma como eles foram tratados - pois que na volta nem nos ligaram nenhuma quando nos viram - deixando-me descansada durante 5 dias e 4 noites. Almoçámos por lá e vimos uma exposição de Andy Warhol. Seguimos pela velhinha nacional até Beja, por aí fora parando aqui e ali, chegando a Portimão às 19h e pouco. Diverti-me apesar da pouca praia, precisava de mais uns dias de relaxe... Contudo fui ao Algarve e isso sim interessa. Contento-me com pouco. Fiquei feliz com o nosso bolinhas que com um depósito fez Estremoz/Portimão/Almada/Estremoz...

Na volta fomos outra vez até Lisboa (margem sul) visitar a minha mãe que estava em Espanha nas semanas anteriores. Foi connosco comprar os nossos móveis e sofá à Moviflor. Não gastámos muito e só o sofá era do preço de tudo aquilo que pagámos. Dia 28 de Set. cá cantam as nossas mobílias novas para a sala. Mal posso esperar!





(Imagens da web)



As cores não são estas. Escolhemos preto. E para a parede da sala apostámos num azul acinzentado que acho dar um ar mais convidativo à nossa sala visto ser enorme a meu ver e porque mal abrimos a porta de casa entramos logo na sala mas há ali qualquer coisa que quebra dai ter apostado nestas cores. Logo se vê se entretanto fazemos mais alterações. Nada como experimentar. Depois porque estou farta de coisas castanhas. Quanto aos móveis que restam não sei o que lhes vou fazer pois o que supostamente seria o nosso escritório tornou-se numa sala de arrumos, o local onde pinto e tenho os livros e cd's, onde o Jacinto guarda as suas tralhas da pesca e onde os gatos pequenos agora se escondem quando ouvem um barulho estranho...

Esta semana já voltei ao trabalho e até tem sido calmo visto ainda estar tudo de férias! Deu para tratar de tudo com serenidade.

Deixo fotos das nossas férias :)





















A vida é muito simples. Basta apreciar pequenos momentos. Não sei porque complicamos tanto...


------------------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Jul11
Falta um dia. Um mísero dia e vou de férias! Finalmente... As tão merecidas!

Vir aqui é que se tem tornado uma tarefa dificil de concretizar. Sei lá... Não me apetece e se tenho imensas coisas que poderia falar... Whatever...

Estas férias vão começar softs... Quero ir visitar a minha irmã, avó e pai e ficarmos lá uns dias e depois regressar a casa vendo posteriormente onde poderemos ir sem gastar muito.

- Agora que vejo bem eu só falo em poupar, poupar, poupar... Não sei o que irei fazer a tanto dinheiro no fim disto tudo ou se valerá a pena mas na minha cabeça quem está a ter uma atitude correcta sou eu e mais ninguém pois é tudo uma cambada de consumistas "estouradores" de dinheiro mas no fundo, no fundo, no fundo eu cá tenho também as minhas despesas que mais à frente irei mostrar pelo que me darão razão - adiante...

Queria pintar a nossa casa!!! Este Inverno deixou marcas do lado de fora da parede da nossa sala onde passam as escadas exteriores de acesso ao andar da vizinha e não é algo nada bonito de ver. O nosso quarto e a cozinha também precisam mas acho que só vou abusar do meu Jacinto no que toca à sala... Quanto ao escritório de momento serve de sala nem sei bem de que... É um escritório sem uso algum. Deve estar a aguardar para quando for quarto de algum pirralho!

Arranjar um sofá novo e barato dentro de um preço razoável para a função dele (sentar cus) é um objectivo. Vimos um giríssimo todo preto no Espaço Casa e que seria o ideal para nós que temos animais com unhas em casa. É um sofá simples como nós gostamos e dado que o tecido parece que foi trespassado por unhas de centenas de gatos, acho que é mesmo o que precisamos apesar de as nossas gatas não terem mania de afiar unhas no sofá. No entanto o velhinho fica connosco. Foi o meu primeiro sofá e não me quero ver livre dele por nada deste mundo! Faz parte da minha história...

O novo seria parecido com este

(Imagem da Web)



Não dá muito bem para ver mas fica-se com uma ideia...
Queriamos lixar a mesa da sala e cadeiras, a mesa de centro e o móvel da tv, dar-lhes um toque de Bondex escuro quase preto e ver o que dá. Pior se fizermos asneira mas já tenho tudo engendrado aqui na cabeça. Passa tudo para o escritório e mandamos uma cabeçada nuns móveis novos, baratos e simples.

Teria de esticar o prazo de compra de carro mas por agora também não haveria problema porque estamos à espera de resposta a uma proposta de trabalho para o Jacinto no Malawi que para nós seria o ideal durante uns anos. Ele voltaria ao Continente que tanto fala e gosta, eu se pudesse ia também, e as coisas melhoravam a 1000%...

Nós somos muito parecidos neste aspecto e ficar no mesmo sítio muito tempo sem evoluir causa-nos arrepios. Amamos esta terra de paixão mesmo mas se a nível profissional ele não se sentir feliz sou a primeira a dar-lhe o empurrão para que parta para outra nem que seja a mais de 10 000 kms... E que eu possa ir também. Que nós gostamos de aventura mas é a dois...

No entanto para já e para além das pinturas anuais, satisfaço-me em descansar imenso, comer, fazer uns dois/três dias de praia se houver possibilidade e recuperar energias para voltar ao trabalho em força...

Por falar em força....


Os meus netos estão enormes!!! Mas enormes mesmo! Não são meia dúzia de ratinhos. São 6 glutões sugadores de leite...

Já tenho dona para o patudo que nos calhou mas como havia uma cadelinha sem dono a moça fica com dois.






Vamos lá a ver que "prendas" sairão daqui...


Agora para completar o ramalhete desta vez é que é... Tenho a Zappa prenhe... E não deve ser um nem dois... É uma barrigona deles pois ainda faltam uns dias valentes e a fulana já não sabe que posição deve ter para dormir. Estou feita ao bife... Onde vou arranjar dono para tanto gatinho? Cães ainda se arranja mas gatos não é bem assim...

Logo se vê... Eu que a avisei tanto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Jul11
A Fadinha da Época Balnear ouviu as minhas preces e parece que daqui a 25 dias estou de papo para o ar... Ainda não sei para onde vamos nestas férias mas o mais provável é agarrar nos cães e gatas, entregá-los aos "avós" e rumar de mochila e tenda às costas até ao Algarve porque sai barato e gostava mesmo de fazer umas férias assim. Sem gastar dinheiro num hotel, não me preocupar com o gasóleo ou o estado dos pneus para a viagem nem tão pouco se sai caro ou não. Quero um parque de campismo, um spot à sombra sem raízes de árvores debaixo das costas - se possível - um chuveiro e um cordel para pendurar os calções e o bikini! Já nos imagino assim... É tão bom e saí baratíssimo!

Preciso mesmo de férias! Tenho sentido um cansaço imenso de tal forma que confundo a ficção com a realidade...  olhamos para uma folha de papel, imaginamo-la arrumada no dossier correspondente, recebemos entretanto uma chamada em Coreano, pousamos a folha sabe-se lá onde no meio de tanto papel que temos de tratar e no fim apostarmos o nosso ordenado em como a arquivámos fazendo olhos de El Matador a quem garante que não a viu no dossier mas que possívelmente "é capaz de lá estar pois se o diz com tanta certeza é porque está e eu acredito em si"... No fim fazemos figura de otários, claro está... Mas isto representa 1% das asneiras que tenho feito esta semana. Hoje, depois de almoço, até me senti mal disposta tal a torção mental que tinha... Querer dizer as coisas e engonhar.

Só de pensar que estivemos para ir para Ibiza e gastar uma pipa de massa, quase que me auto-flagelo!

Não estamos em tempos de esticar até ver onde dá... Nada disso... Sinceramente até me custa sermos tão snobs no que toca à escolha do nosso futuro carro. Não fossemos tão cagões neste assunto e até nos aventurávamos num carrito para aí de € 9000... Mas não! Queremos é BMW, Mercedes e Audi... No mínimo um VW... Mas também já que fazemos uma vida de monges, tanto poupamos e termos arrancado cabelos para conseguir deixar de fumar, ao menos que o dinheiro seja empregue num carro que gostemos. E quem achar isso mal que vá ali morrer na esquina a ver se me ralo!

Se é para ter um carro à base de muito sacrificio ao menos que passeie a celulite num BMW...


Enquanto isso não chega tento eliminá-la ou não pensar tanto que a tenho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Com o Luís de férias há que tirar uns dias dessas férias para por as visitas familiares em dia. Pegar na "burra", no cão e nas malas e 'bora até à Capital ver como estão os familiares.

 

Tinha prometido a mim mesma, no que toca à parte paterna e materna, só ir lá para Outubro ou Novembro tal são os nervos que se apoderam de mim de cada vez que lá vou. Ao fim de 17 anos de convivência com os meus pais na mesma casa e mais 6 em que só os vejo uma vez por mês chego à conclusão que realmente são duas pessoas completamente diferentes do que foram.

 

A minha mãe, sempre neurótica com as limpezas e perfeita arrumação do espaço Lar, está cada vez mais desorganizada. Frigorifico vazio, louça em cima da mesa por lavar e um estado de alma "Vai andando que eu vou quando me apetecer". O meu pai sempre tão cuidadoso comigo e agarrado à família tornou-se num ser dedicado aos 5 minutos: "Cinco minutos para te ouvir, cinco minutos para te ver, cinco minutos e tenho de me ir embora".

 

Vim para casa remoendo questões. As pessoas mudam assim tanto ou já eram assim mas estavam "escondidas"?

 

A minha madrasta - com mais 9 anos apenas que eu - tem sempre uma dor de cabeça ou neura que se lhe apega ao corpo fazendo tudo por tudo para arranjar confusão de forma a que o meu pai nem sequer jante connosco. Meteu na cabeça que tenho algo contra ela. Mesmo que lhe ligue pessoalmente para nos encontrarmos ao jantar, para que traga os filhos para os vermos, consegue enrolar as coisas de uma forma tal e qual um novelo que mais tarde se transforma em novela. Novela essa originária do México.

 

O meu pai viveu na casa dela durante uns tempos mas achando que não tinha condições e tendo um T4 desabitado e completamente novo para viver decidiu levá-la e aos filhos para esse apartamento. Casa essa em que vivi até à separação dos meus pais e que considerava minha. Fiquei feliz pois claro. O meu pai sofreu tanto, e apesar de também eu ter sofrido tanto com a minha mãe como com ele, achei sempre que cada um merecia ser feliz e se ele achava que a Ana era a pessoa indicada para ele e porque sempre gostei dela, apoiei a decisão dele. Para mim aquela casa é o lar dele, dela e dos filhos dela que quando viram uma banheira grande e que poderiam ter um quarto para cada um foi como que um sonho daqueles da televisão realizado. Para mim aquela casa é deles e não mais minha. Para mim tudo isso encaixa perfeitamente na minha cabeça. Mas para mim não consigo conceber como as pessoas mudam só por subirem um pouco na vida. De passar de um ford fiesta que pode ficar a meio caminho para um mercedes que nunca deu problemas. Na minha cabeça deixou de ser importante o que vivi ali, cresci e pouco mais se poderia fazer felizes mais pessoas incluindo duas crianças. Mas não me atirem areia para os olhos porque eu uso lentes de contacto e isso doi um bocadinho.

 

Conclusão: mandei para trás das costas uma casa que não quis por opção. Não preciso que me agradeçam, tudo muito bem. Mas não me lixem. Quem quiser fique por casa, não se é obrigado a jantar comigo se não se quiser. Mas pelo menos deixem vir o homem que possui o par de tomates que me fez porque às vezes também preciso de colo.

 

E fico triste porque o meu pai sempre foi um pau mandado das mulheres e para agradar-lhes consegue anular-se a si mesmo e à propria filha. Sempre assim o foi.

 

A minha avó deu numa de mimada o tempo todo - apesar de eu achar muito bem que todos nós se chegarmos aos 80 anos e fartos de trabalhar que nos podemos dar ao luxo de querermos ser mimados e querer que as nossas vontades sejam feitas na hora - e conseguiu fazer-me pensar que sou má neta por possuirmos um carro comercial com apenas dois lugares em que ela não pode passear a qualquer lado connosco. Sinceramente acho que deveria estar grata por termos um carro, principalmente um carro pago, que não dá problemas e o qual não pedimos dinheiro para o sustentar ou pagar mensalmente a ninguém.

 

Quanto à minha mãe, após a 105945763ª discussão com o Paulo, estava tudo de trombas. Ela não consegue aguentar a rotina diária na sua vida e culpa o companheiro. As filhas deste por sinal dão montes de problemas pelo que o homem não sabe para que lado se virar.

 

E eu faço o Luís de taxista para visitar estes três que se comportam como se lhes dá na telha. Sei que já não precisam de cuidar de mim e que eu própria mostrei isso ao sair de casa mas todos os filhos precisam de sair de casa e eu cá tive as minhas razões para o fazer mais cedo que os outros.

 

 

O unico bocadinho em que me senti eu foi na visita à Dona Orlanda que me ouve e ouve e ouve e é sempre igual a ela mesma e à minha irmã que está sempre de bem e fica feliz por mim. Pena é a que tenho de ser sempre com os que estão de bem com a vida aqueles com quem passo menos tempo e talvez precisassem de me ver mais vezes. Enfim... sempre fiz escolhas estranhas e o tempo tanto meu como dos outros é sempre escasso.

 

 

No meio disto tudo a unica pessoa a quem agradeço a paciência infinita é ao Luís que apesar do meu feitio e o dos outros encaixa em todas as situações como se soubesse sempre o que vai acontecer de seguida preparando-se, deixando-se ficar na dele, ouvindo daqui e dali, sorrindo qual Mister Universo e acenando cumprimentos como o Rei de Inglaterra passeando no coche pela cidade em festa.

 

 

Pelo que a minha visita à cidade foi encurtada por um dia pois eu estava desejosa de chegar a CASA e finalmente poder andar em cuecas e ser eu mesma. Andar a passarinhar de esfregona na mão e dizer as bacoradas que bem entender.

 

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Àquela pessoa que também tenho imensas saudades e que há que tempos que não vejo - a minha cagalhona pequena - por estar num campo de basquete no Algarve, mando dezenas de beijos e abraços por ser tão linda e ter tempo de sobra para começar a viver esta vidinha tão complicada. A minha sobrinha.

 

 

 

 

--------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

E agora que já desabafei vou com o cão à Junta de Freguesia para o registar pois se antes não queria sair daqui da terra, agora então tenho mesmo a certeza que ficamos todos aqui muito bem. Se pudesse até a mim me registava qual canito remeloso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

15
Set09

Coisas que se fazem por lá...

por Pobre(o)Tanas

 

 

 Apresento-vos um dos melhores amigos do Luís... 

 

 

O Ruca!

 

O Ruca é um burro - como já deu para reparar - mirandês apesar da pelagem dele estar a cair... O Ruca é um burro tolo que se rebola na terra para tirar piolhos e carraças. O Ruca come melâncias e faz muito barulho. O Ruca é um burro que não faz juz ao nome... Uma vez que não anda se nos montarmos nele...

 

Chamem-lhe... Burro!

 

É um gordo!

 

 

-----------------------------------

 

 

Este é o Tuba-Rão...

 

 

 

 

Depois de uma tarde de pescaria, ganhei ao Luís não em quantidade mas em peso com este menino... Foi devolvido ao lago com os restantes manos, obviamente - Não vá a PETA vir aí...

 

 

----------------------------------------------------

 

 

E pronto passo os dias Alentejanos assim...

 

 

 

 

 

 

Voltem férias! Estão perdoadas!!!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Set09

Ora vejamos...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Ora... Aproveitando o facto de ter estado ausente uma série de tempo - um mês? dois? - e porque a minha irmã me pediu - assim a modos que com jeitinho - resolvi vir aqui postar uma poiazita à minha maneira e dar um empurrão ao que a mana pedinchou.

 

Em jeito de resposta ao Kai:

 

Ele foi-se embora... Mas só naquele dia porque depois voltou, obviamente.  e as coisas têm corrido bem - pelo menos eu acho que sim - tirando o meu mau feitio matinal e nocturno.

 

Os dias no trabalho são o que se pode chamar apocalipticos. É tudo rotineiro e se não fossem duas ou três pessoas eu já teria cometido um homicidio colectivo ou no mínimo dos mínimos cortado os meus próprios pulsos para não sofrer mais.

 

Lembram-se da Psico?

 

Eu lembro. TODOS OS DIAS! Que saudades!

 

Lembram-se de como ela era?

 

Eu tenho uns 50 iguais a rodearem-me...

 

Vendo bem... Acho que os dias de trabalho na Faixa de Gaza eram mais pacíficos... Neste momento trabalho numa empresa que só lhe posso chamar IRAQUE!

 

"Impresa" Ruim de Atacantes de "Qalças" (de ganga) Unificada Eternamente...

 

Estive 5 dias de férias - não tinha direito mas como todos os que entraram um mês antes de mim já gozaram mais de 15 dias eu resolvi pedinchar também.

 

O meu chefe não mos quis dar... Mas quando não se consegue beber água do riacho vai-se à nascente e assim lá fui eu falar com outro chefão... E fui de férias.

 

Certo e sabido que rejuvenesci... Para envelhecer logo no dia em que regressei ao trabalho.

 

Chego a casa sem vontade de nada, nem de comer... Apesar de estar gorda que nem uma vaca leiteira em época de abundância de erva.

 

Continuo pobre e a contar os tostões mas quem não nasce rico sempre pode tentar virar o cu para a lua quando esta está cheia... E isto soou um bocado mal mas que se lixe...

 

As miúdas estão boazonas e malcheirosas como sempre. Há coisas que não mudam.

 

A Pamir andou uns dias desaparecida e lá veio com uma mamonas enormes e um cagueiro de quem andou no bem bom. Ou seja deve estar prenhissima.

 

A minha mãe vai casar - contra vontade dela (?) - e eu a pensar no que vou levar vestido...

 

E pronto tirando os meus fins de semana passados Alem do Tejo, onde recupero energias, a minha vidinha insignificante de ser pobre e de mau feitio resume-se a isto nos tempos que correm.

 

Espero voltar à carga ao meu blog nem que seja para falar de trabalho como sempre mas pelo menos escrevo uma porcaria qualquer...

 

Até já!

 

Ah... O pedido da minha irmã fica para o post seguinte...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Abr09

De papo para o ar esta semana!

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

 

 

 

E batendo palmas, movendo a anca, vou para a cama porque estou oficialmente de "férias"...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Ago08

 

Que fiz eu nestes 9 dias?... Hum... Alguma coisa...

 

Foram apenas 9 dias mas pareceram muitos mais mas mais uns tantos sabiam mesmo bem para descansar das ferias... Ou seja férias para descansar das férias...

 

Como prometi a mim mesma, dei um salto até terras Algarvias. Fui no Sábado, cheguei na Terça. Comprámos a tenda e os sacos-cama faltavam 5 min para o comboio partir. Correria até à carruagem... Na hora de tirar os sacos-cama vimos que mediam 1,30m... O que nos serviu de lição... Para a próxima comprar com antecedência! A tenda foi uma optima compra. Grande e tal e com cores simpaticas! (Mulher que se preze tem de gostar as cores da "casa" e da sua textura...).

 

Bom o que é certo é que foram 3noites e 4dias alucinantes para mim. Dancei até os joelhos não poderem mais, comi muito bem, apanhei sol, muito sol, ri-me, fiz compras e acima de tudo recarreguei um novo "programa" que instalei na minha "machine cerebral": "A SUA VERDADEIRA ESSENCIA". Descobri-me lá em baixo.

 

Conheci montes de pessoal, uns até daqui de perto, outros da minha terra, pessoal dos Açores, Porto... Todo o lado! Numeros de telefone trocados e um dia cafezinho!

 

Divertimo-nos, curtimos as noites, adorámos dizer "não quero, não me apetece, não me parece, não creio e lamento, juntamente com temos pena!" e assim vim eu para cima com o ego mais elevado que um leão em época de acasalamento. Não porque o fiz mas porque disse "NAO! Mereço bem melhor que tudo isto que vejo".

 

E quem nao quiser... TEMOS MUITA PENA!

 

 

Finalmente! A chave da minha casa vem aí este fim de semana ou no inicio da proxima... É so mudar os tarecos mais uma vez et voilá, finalmente em casa!

 

As miudas ficaram com a D. Tina e se continuam a comer assim, um dia terei de arranjar um carrinho para as transportar. Estão bem educadas claro, mas mimadas com gulodices!

 

Como os miudos apanham piolhos, eu tive a fase das pulgas com elas... A casa ficou minada e como é em alcatifa, bem se pode imaginar... Andei com o Sr. Augusto em calçoes e descalços, máscaras na cara e de regador em riste, a exterminar as malditas... Vamos a ver no que dá... Como elas estão confinadas apenas à cozinha e lá não há, estão limpinhas. E porque o Frontline resulta!... (E eu a dar na publicidade!)

 

Continuando com a saga da casa, tenho de ver o que pintar. Ando a fazer muitos planos e nem sei por onde começar. Mas cada vez mais me sinto orgulhosa do espaço que vou criar e que ainda nem comecei.

 

Fartei-me de gastar dinheiro e tenho um peso de consciência ENORMEEEE!

 

Amanhã é dia de trabalho e como ninguém me ligou a dar novidades, nada de especial deve ter acontecido.

 

 

Bem basicamente foi isto que fiz... Exterminar pulgas, ir a praia aqui, sair com pessoal, dançar, Algarve, gastar dinheiro...

 

 

 

Se gosto de mim? MUITO!

 

 

Deixo-vos com a Banda Sonora das minhas férias:)

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Jul08

 

 Finalmente Sábado!!! Ando sem computador no trabalho e não tenho tido tempo de postar qualquer coisita...

 

 Também não há assim grandes novidades. Tenho ido à Amadora todos os dias depois do trabalho, estou lá com elas nos miminhos e depois venho para casa.

 

 Já nos mudámos todos para o escritório novo e se antes era uma seca agora estou no meio da parvalheira sem MB perto, sem lojas para ver, nada... Ontem não tinha chaves e nem pude ir almoçar.

 

 Na verdade não tenho comido nada de jeito. Ando à base de água e nicotina. Quando cair para o lado caio de vez. Sinto-me fraquita mas pode ser que nas férias isto vá ao sitio...

 

 Quero mesmo férias. Estar esparramada ao sol, na praia, a fumar o meu cigarrinho, com amigos, a anhar. Deitar-me tarde... Discotecas, muita noite... Espero estar já na casa permanente quando estiver de férias... Espero mesmo...

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 Quanto a ti, como não sei que pretendes mantenho-me na plateia... Eu nem sou de cá... Só vim ver a bola...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D