Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

11
Jul08

Balancices...

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

 

 

Eu também engordava quando estava de férias na casa da minha avó... Aquelas sardinhas e pão caseiro sabiam-me tão bem............. O molho a pingar para o pão!

 

Agora emagreço...

 

Não me apetece fazer comida. Só me apetece água e fruta...

 

Bom confesso que sou Mc Donald's addicted. Posso engordar mais uns 500gramas mas por enquanto POSSO COMER de vez em quando MC DONALDS!!! Mas já fiz mais daquilo a minha vida que agora... Passam-se semanas sem que lá ponha os pés. No entanto em casa como outras coisas. As gomas, as batatas fritas, os chocolates... Adoro! E preciso... Preciso de doces e sal.

 

Tenho uma coisa muito boa, não fui habituada a comida com sal. Logo o meu corpo, em determinadas alturas, pede-me algo cheio de sal. Lá em casa a comidinha era assim parecida com uma virgem pura e totó... Além disso, eu com a idade destes miúdos na foto, era um pau de virar tripas. Só se viam ossos. A minha avó obrigava-me a tomar óleo de fígado de bacalhau para ver se eu comia mais qualquer coisa. Achava que eu era magra demais. E, pessoalmente, não gosto de bolos. Gosto deles secos mas cremes não. Os meus doces são mesmo o cacau e as gomas...

 

O que é certo é que visto o 38 há mais de 6 anos e nunca passei disto. Mas admito que não tenho cuidado nenhum. Tive essa sorte. Tinha amigas que até o ar as engordava. Outras que por tomarem medicamentos na infancia para certas doenças respiratórias, também tiveram, mais tarde problemas de peso.

 

No entanto reparo que cada vez há mais miúdos assim para o cheios... Eu chamo-lhes a geração Morangos com Açucar,  porque? Porque o açucar engorda... e tal...

 

Mas isto deve-se a uma má educação alimentar que deveriam ser os pais e os estabelecimentos de ensino a fazê-lo.

 

Tenho noção que nos dias que correm o que há mais à mão são sandes e batatas fritas para matar o ratinho. Vivemos a correr. O dinheiro está escasso para pagar 5 euros ou  mais, todos os dias, por uma refeição numa faculdade ou secundária. Eu não tinha. Comia uma sandes de 2,50 e sabia-me tão bem ou melhor que um prato ou mini prato. Além disso poucos os pratos vegetarianos e saudáveis que existem nos estabelecimentos. Vemos carnes de porco à alentejana, muita massa e arroz... Muita gordura... Muitos refrigerantes.

 

Além disso há sempre quem nos ponha a percorrer os maus caminhos. Olhamos para a vitrine e verificamos sandes e bolos de todos os tamanhos e feitios cheios de creme, quiches e tudo o mais com coisas deliciosamente perigosas lá dentro. Mas isto é na escola.

 

Agora nas férias. Qual a razão?

 

Pouco tempo dos pais. Vão trabalhar e deixam qualquer coisa rápida para se fazer no microondas: FASTFOOD! Têm medo que os filhos mexam nos fogões e muitos deles nem abrir um pão ou descascar uma laranja sabem.

 

Eu com 13 anos já cozinhava para mim. Não sabia fazer grande coisa mas aquilo que sei hoje, aprendi à base de tentativas e misturas. E posso contar pelos dedos de uma mão a comida que deitei fora por ter deixado queimar ou tivesse falhado em alguma coisa.

 

Os miudos andam muito mimados. Eu fui uma criança e uma adolescente mimada. Sou uma mulher mimada mas se tiver que ir à guerra não pinto as unhas.

 

Portanto pais e todos os orgãos aducativos, ABRAM OS OLHOS E VEJAM O QUE ESTÃO A FAZER ÀS CRIANÇAS!

 

Vamos começar a (re)aprender a comer, gente!

 

E saladinha no verão sabe tão bem!!! Eu gosto! Com cenourinha e alface...

 

 

Mas tenho noção que se um dia não me ponho a pau, também eu sou agarrada nas malhas da balança com peso a mais...

Autoria e outros dados (tags, etc)

07
Abr08

Enfim...

por Pobre(o)Tanas

 


 


  Ando um bocado chateada com os homens. Com um homem. Com o meu homem. Ando chateada porque trabalho que nem uma ursa e ele não mexe nem sequer uma palha. Não acaba a carta e está-se a marimbar para tudo. Se tem dores de cabeça não vai às aulas, se está com dores de barriga não vai ao código, dorme todo o santo dia ao fim de semana e eu tenho de aturar isto enquanto lá fora o dia até está agradável para dar uma voltinha. Mas de carro porque muito tempo a pé os meus joelhos não aguentam.


 


  Não sei até quando vou aguentar esta situação mas que começo a ganhar forças para saltar fora começo.


 


  Sinto necessidade de ter alguém ao meu lado que invista na sua educação e cultura. Que leia, que escreva, que queira sempre saber mais. Que acima de tudo lute comigo por algo melhor. Não preciso que lute por algo a dois constantemente mas que seja meu companheiro, escute e dance a mesma música que eu. Que se vista bem durante a semana e ande informal ao fim de semana. Que tenha a simplicidade de um pijama roto mas que quando é para estar bem vestido saiba o que faz. Que me ligue só para dizer o livro que comprou. Ou me estimule com idas ao cinema para ver os filmes mais bizarros. Que brinque no meio da rua e me pegue ao colo em pela Baixa Lisboeta enquanto gira comigo. Tenha o sonho de ser samurai e matar dinossauros. Que chegue a casa com um cão abandonado ou uma flor. Que se arrepie com a minha música preferida. Que beije sempre como na primeira vez. Que me faça surpresas. Que tenha um sorriso lindo (já basta o meu com dentes tortos). Mas que queira principalmente evoluir!!!


 


  Porque eu preciso de saber sempre mais, não posso estagnar, não posso ficar parada. O meu cérebro precisa de estímulo. Não quero morrer estúpida... E assusta-me o facto da minha geração estar pobre mentalmente e irrequieta-me como pode estar tão parada a nível intelectual. Ou eu ando muito selectiva e cada vez mais exigente ou então não sei. Mas que não posso ver miúdos a estrangularem a mente com jogos de Pc e moranguices isso não...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D