Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

28
Fev13

Sou assim...

por Pobre(o)Tanas

Quem me conhece sabe bem que eu gosto muito das pessoas, gosto mesmo mas eu não tenho capacidade nem disposição para dar tanto de mim como me é exigido constantemente! Nunca fui pessoa de grandes amizades. Tive/tenho/vou tendo algumas mas porque infelizmente tenho tido imenso "trabalho" em manter uma harmoniosa relação com os meus familiares mais próximos que no que se trata de amizades não tenho capacidade para tamanha dedicação. Sei que um dia, quando for velha e só, que me vou arrepender mas como disse, aquilo que passo com a família é tão intenso, tão trabalhoso que penso que se eles que me trouxeram ao mundo assim são porque carga de água os de fora não farão pior? E tenho lá feitio para me dedicar a algo que mais cedo ou mais tarde vai c'os porcos... Adiante...

 

Tudo isto para dizer que soube da opinião nada positiva de uma pessoa que foi minha amiga outrora e que aquando o fim da nossa relação - nem foi bem fim, dei um tempo a esta amizade que me consumia mas as coisas foram-se arrastando para um fim inevitável - a moça ficou deveras ofendida, revoltada, triste e claro só não me chamou de santa pois que não estive lá no momento que ela mais precisava. Sei perfeitamente porque me afastei e nada teve a ver com o problema que ela tinha (nao tendo) e com o qual precisava mais de mim. Aquele problema foi apenas e somente a gota de água num reservatório que eu tenho e que demora imenso a encher.

 

Nunca tive paciência para pessoas com imensos problemas. Mas atenção! Problemas que só existem nas suas cabeças. Sou prática, decidida q.b. e confusões não são comigo. E a cada passo que uma pessoa dá, se vê um problema, um obstáculo e o filme começar como uma tragédia grega, uma atitude de derrota total sem sequer observar o que tem diante de si para saber se consegue ou não ultrapassar, decididamente não é comigo! Eu corto, eu fujo, eu desapareço! Por mais que acalente, abrace, dê colo, empurre, estimule, sorria, dê força e tudo aquilo não chegar e quererem sempre mais e mais e mais não é para contar comigo! Aturo dias, meses, anos... Mas tudo tem um limite.

 

A pessoa tem todo, mas TODO, o direito de ficar revoltada comigo e de nunca mais querer dirigir-me a palavra mas eu não sou pessoa negativa. Eu detesto negatividade! Tive tanta na minha vida - e sempre tentei sacudi-la do pêlo - que ter um encosto sempre triste, com problemas (reitero que são apenas na sua cabeça), gravemente doente (mais uma vez a gravidade da coisa é posta em dúvida) e a querer constantemente atenção, não é para mim! Mais! Se tem tantos problemas como se diz ter, se se mete em mais ainda não contem comigo! Se se tem falta de algo para que fomentar ainda mais esse vazio? Não, não e não!

 

Por isso as pessoas vão passando na minha vida e só algumas (muito poucas) ficam porque ou convivem comigo sem exigir muito ou não convivem! 

 

Já tentei manter uma relação de amizade coerente, sem altos nem baixos mas ou a pessoa se afasta ou afasto-me eu. E com quem me dou melhor é com aquelas pessoas que só me ligam lá de longe a longe mas sei que se precisar e elas precisarem estou/estamos à disposição! Nunca tive feitio para mais e quando vejo que a amizade se começa a tornar muito sufocante, corto!

 

Continuo a achar que a pessoa tem razão em estar p*** da vida comigo mas eu não aguentava mais. E não estou a escrever isto à laia de sentimento de culpa recalcado, nada disso... É para me lembrar, quando for velha e só, o porque de estar assim... Eu não tenho capacidade para mais do que aquilo que dou!

 

Lamento!

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Mai11

Voltei à puberdade...

por Pobre(o)Tanas
Ao fim de 24 anos de existência, sendo que passei a fase da puberdade há uns 10 anos - há quem julgue que me passou apenas a semana passada -, apareceu-me acne. Algo que não se manteve em duas ou três borbulhas irritantemente inflamadas e cheias de pus. Nada disso. Toda a zona em volta da boca até ao queixo parece um campo de batalha e quando uma rebenta parece que contamina o espaço em volta. Uma coisa era viver com borbulhas no rabo há mais de 15 anos e que já fazia parte do dia-a-dia. Borbulhas que por vezes tinha vontade de me sentar em cima de uma boia para não me causar tanto desconforto. Outra é ter também a cara. Pelo que no inicio do mês marquei uma consulta para um dermatologista e apesar de querer ter desistido à ultima da hora por achar estar melhor pensei duas vezes e já agora queria que um especialista olhasse para as minhas nalgas.

E lá fui eu...

Pois bem na cara tenho acne tardio, ponto negros, pontos brancos (que ele chamou de quistos brancos) e as borbulhas normais. E no rabo tenho algo que se chama hidradenite supurativa crónica, que além de me ter explicado disse-me que podia pesquisar na net para ter ainda mais noção e se tivesse dúvidas para depois as expor. Deveria ter dito para que fosse pesquisar numa altura em que quisesse estar sem comer durantes bastantes dias tal a nojeira de imagens que aparecem no motor de busca. Pensar que poderia ficar com as minhas nalgas no estado em que muitas que ali estão, faz-me ter medo do futuro. Disse-me também que uma vez que já se tornou crónica mesmo que com tratamento uma ou outra borbulha acabará por aparecer em alturas criticas e devo fazer sempre o mesmo tratamento.

Quanto à acne queria que fizesse um tratamento de choque com o qual deixava completamente de ter borbulhas mas deveria estar um ano ou mais sem sequer engravidar pois o bebé nasceria com más formações. Que nos deveríamos proteger não a 100 mas a 200% para nem sequer haver quase probabilidade alguma de engravidar. Não quis. Prefiro ter borbulhas para toda a minha vida. Tive receio que um ano fosse pouco para o meu organismo se restabelecer e ter um filho com problemas ou que fosse algo que se alterasse e acabasse sempre por os ter. Nah nah. Pelo que optei por um tratamento que pode ou não acabar com elas definitivamente e que durará apenas 3 meses. Tomando medicamentos à base da tetraciclina que me ajudam também na questão da hidradenite supurativa crónica, não me deixando muito descansada quanto àquilo que li nos efeitos colaterais mas penso que me safo deles em 3 meses, além do mais tudo aquilo é melhor que ver o meu rabo em carne viva durante meses a fio por causa de uma qualquer operação para lhe retirar a pele com borbulhas.

Não posso andar ao sol durante 3 meses, nem ir à praia - como o tratamento acaba em principios de Agosto e só na segunda quinzena devo ter férias calha bem -, usando protector solar factor 50 ou mais, um esfoliante químico que actua durante a noite e tem de ser usado com precaução durantes os primeiros dias pois caso contrário causa irritação - eu diria que cai a face - e mais 20 mil unguentos que me manterão a pele hidratada.

Com tudo isto acho que quando morrer e derem comigo mil anos depois, toda eu sou uma múmia muito bem conservada tal a porrada de químicos que o meu corpo tem.

Com consulta, medicamentos, cremes e creminhos gastei quase 200 euros e isso, a meio do mês, é um arrombo do caraças na nossa carteira.

Para não falar que o meu computador tem um arranjo de mais uns tantos pois a brincadeira dos socos valeu-lhee um disco rígido novo e claro está instalação de tudo e mais alguma coisa novamente. Bom pelo menos agora fica zero quilómetros. Passando para um disco de 320GB o que é óptimo e não preciso de mais e um novo sistema operativo que o Vista só à chapada...

Desespero pelo fim do mês... E com ele o seguro do carro para o despachar. O Jacinto foi averiguar e mais barato não consegue... E isto por um carrito velho. Quando tivermos um novo, acho que nestas alturas irei chorar. Quando for para colocar pneus, esperneio. E para ir à revisão marte-lo os dedos dos pés...

Para me animar a minha amiga Pris enviou-me uma foto nossa há muito esquecida no baú...


(Quando as pessoas adormecem encostadas a colunas que cuspem o som de indecifráveis palavras proferidas por meninos de voz grotesca às 4 da manhã...)



Estava tão mas tão doente...

Lembro-me que eram 5 e tal da manhã e fui fazer xixi "algures lá longe" e apanhei tanto frio que a gripe tal como a tive nunca mais me apareceu. Pelo menos não tão forte...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Isto têm sido dias com muito para fazer. Não só no trabalho mas fora dele. Por um lado é bom, por outro andamos de rastos e sonho com a cama o dia todo.

A semana passada foi um corre-corre e com coisas que nos ocupavam o tempo todo. Agora estamos a pagar a factura do cansaço...

Fomos contactados por um senhor que tinha visto o nosso cão no nosso quintal e que gostaria que desse umas "saltadas" na cadela dele por ter um porte magnifico. Não gostando muito da ideia pois com tanto cão por aí e ainda colaborar para o nascimento de mais uma série deles lá acabei por aceitar uma vez que tenho direito a um cachorro e por achar que realmente tenho um cão fantástico para dar continuidade à raça e àquilo que dela se espera. A "miúda" era bem gira, apesar de mais velha, mas atinadinha e de humores equilibrados. Gostei da minha "nora".

Vistos os prós e contras lá andámos toda a santa semana ao fim do dia a juntar os bichos. Certinho que só houve uma "pinadela" completa no 3.º dia de ajuntamento e ao 5.º o Pablo mandou a namorada às urtigas pois estava mais interessado em brincar. Aguardamos noticias. Por mim a coisa não tinha "colado" mas pronto... Se vierem por aí cachorros sei bem que sem dúvida saírão perfeitinhos no que toca a temperamento e físico. Doenças os pais não têm e no máximo dos máximos saem coxos como a "avó"...

Depois no sábado a Pris veio visitar-nos. Há um ano que não a via. As saudades eram imensas! Falámos imenso, rimos demais e nessa noite apanhámos todos nós um camadão como há muito não apanhávamos. Eram 5 da manhã e estávamos na barragem no meio da serra. Eu, o Jacinto, a Pris e uns amigos nossos o M. e o H. Estava tão bêbeda que não me lembro de tirar maior parte das fotos da barragem. Chegados a casa mal me aguentava de pé e nem me lembro de chegar à cama. Certinho que entre a Pris e o M. houve clima pelo que eles ficaram no nosso sofá velhinho a cair de podre. Visto sermos pessoas que topam coisas à distância, eu e o Jacinto, colocámos tampões nos ouvidos. Era só para dormirmos mais sossegados... Ou então não! Ahahahahah

Tinha imensas saudades de uma noite assim. E felizmente, apesar da bezana, mantemo-nos afastados dos cigarros. Até porque o cheiro me deixava enjoada.

No dia seguinte acordámos com a cabeça do tamanho de um melão do Entroncamento pelo que para desanuviar fomos todos pescar para o monte do M. e comer bolinho de aniversário dele. Nada como uma tarde a comer doces para acalmar a ressaca. Porém já vou com 68,4kg... A coisa tem vindo a piorar. Esta semana ando de boca fechada o máximo que posso.

Este fim de semana avizinha-se cansativo também pois iremos a Lisboa passar a Páscoa. Não me agrada nada fazermo-nos à estrada na Quinta à noite com este tempo mas espero vir para baixo logo no Sábado de manhã pois no Domingo quero descansar e na Segunda queremos passar a manhã no campo nos comes e bebes como é tradição por aqui. Espero conseguir visitar toda agente com tempo e sem andar a correr. Também não queria gastar muito dinheiro nem gasóleo pois estamos nas lonas e este mês o Jacinto não pôs de parte a parte combinada dele uma vez que o dinheiro foi para o arranjo do carro no fim do mês passado.

Precisamos de por de parte 10mil euros até Novembro para dar entrada para o carro ficando com algum de parte caso aconteça alguma coisa. Contudo já "ouvi dizer por aí" que no fim deste ano/princípio do outro ficarei grávida e que faremos uma viagem que não será de lazer... Estou para ver onde vou ao dinheiro para tudo nessa altura. Espero que sejam só zum-zuns... Há uns meses não me importava nada de ficar grávida mas neste momento não é que não queira imenso mas é que não podemos e queria ainda ter algum equilibrio para trazer uma criança ao mundo. Bom certo, certo é que um dia sonhei que o meu filho nasceria em Setembro. Se for fim de Dezembro/início de Janeiro...

Deus me acuda!

Por falar em crianças... A Sr.ª minha "filha" Zappa afinal não está de esperânças como todos pensávamos que estaria. Ao invés anda é a comer imenso e a fazer companhia à dona no que toca a aumentos de peso.

Pelo menos as mamas estão maiores. Valha-nos isso...




(Dançando...)

(O patrocínio da noite)

(Eu ainda consigo abrir os olhos)

(O filho da Pris, o Gaspar, que nos acompanhou nestas andanças)



Deixo a música da semana para animar este tempo que até faz urticária




    (Melissa NKonda - Nouveaux Horizons)

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Jan10

Quanto tempo...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Demora um pai e uma filha a encontrarem-se ao fim dos 23 anos da existência dela sem nunca se terem visto?

 

 

Eu sei...

 

Dois dias e algumas horas.

 

 

Basta querermos.

 

 

Realmente quando os milagres têm de acontecer, são muito rápidos:)

 

 

 

Beijinho Pris e que agora descubras tudo da outra metade que te fez bem como a felicidade que mereces.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Jun09

Conhecer alguém na Internet

por Pobre(o)Tanas

 

 

Vendo bem nunca fui uma pessoa de loucuras e muito menos de dar passos sem ponderar imensas vezes. No fundo mas mesmo no fundo de mim sempre fui muito pés assentes e de poucos sonhos. Os que tvesse teriam de ser dificeis de conquistar mas sabendo de antemão que os conseguiria alcançar ou então os mais fáceis e simples de concretizar. Talvez seja uma pessoa que vive com o 8 ou 80. Sempre soube olhar para algo e saber previamente se consigo ou não lidar com isso ou simplesmente fazê-lo. Logo não ponho mãos em "bordado" alheio. Como já disse aqui algumas vezes, sei viver em dois mundos distintos. Porque ja vivi com muito e de momento vivo praticamente com uma mão à frente e outra atrás contando constantemente os trocos. No entanto também já expliquei que sou bem mais feliz assim.

 

Com tudo isto quero chegar apenas a uma coisa... A chegada do Luís à minha vida.

 

De momento atingi algo que nunca tinha vivido. Esfrego os olhos, belisco-me e fico pasmada a olhar para ele pensando como alguém assim olhou para mim e me dá tanto. Falo na presença constante, da harmonia existente entre os dois, da cumplicidade que há quando apenas nos conhecemos fisicamente há umas miseras semanas parecendo que sempre vivemos isto assim há imensos anos.

 

Passo a explicar...

 

Eu, Pobre(o)Tanas de nome do meio, apaixonei-me há uns meses pelo Luís. Até aqui tudo bem. Tudo normal. As pessoas apaixonam-se simplesmente. Mas... Nem tudo foi simples de digerir porque apaixonei-me por alguém que nunca tinha visto. Podem imaginar... Sim... "Conheci" o Luís na imensidão da internet numa noite em que nada tinha para fazer e fui até um chat espairecer a mente e mandar as pessoas frustradas as favas e rir-me um bocado. E ali metemos conversa.

 

O Luís estava em trabalho em Luanda e eu em Lisboa armada ao pingarelho numa empresa de gente cocó (um dia destes tiro um par de horas para falar no meu trabalho para matar saudades LooL). 8000 km's de distância e quase 3 meses depois de conversas diárias, que duravam quase o dia todo ou parte dele e da noite, eu fui esperar o Luís ao aeroporto de Lisboa. E ali, ao fim deste tempo todo, eu e o Luís vimo-nos de verdade e não foi preciso mais nada porque a confiança era imensa.

 

Se escondi isto? Posso dizer que apenas 4pessoas sabiam e quase nenhuma delas se conhecia entre si. Se estava louca? Talvez... Se trouxe o Luís para o meu mundo logo nesse dia? Claro! Se estou arrependida? Que morra no preciso momento que pense que sim.

 

Conheci alguém através do ultimo sitio que pensaria que fosse capaz de fazer... Não posso dizer "eu nunca..." porque mais uma vez ficou provado. Não aconselho a ninguém fazer destas coisas em casa sem vigilância (pelo menos de uns 90maços de tabaco que foi isso que devo ter fumado nas horas em que falámos) porque nunca se sabe quem está do outro lado no entanto e se tudo correr bem já terei uma historia para contar aos netos... Apesar de já termos pensado em mil e uma formas de contar às pessoas como nos conhecemos porque ainda existe um certo preconceito...

 

O Luís é o homem que sempre quis ao meu lado e vejo nele a minha verdade. A mesma forma de ver a vida. A mesma garra e força de vontade para lutar. Apenas um pouco mais "mariquinhas" mas espero que me torne tambem eu uma piegas porque já me basta a temperatura negativa que se instalou em mim há uns largos anos. Penso que ele seja aquilo que eu era antes de me tornar neste pedrugulho.

 

De momento não vou fazer planos, vou viver o momento. Vou partilhar as minhas coisas, a minha casa e a minha vida sempre que possa e ele queira.

 

Apesar de andar toda beliscada para saber se não ando a sonhar, tenho consciência que mereço. Chamem-me presunçosa... Mereço e pronto.

 

Se tenho a minha vida preenchida?

 

Tenho...

 

 

Tirando o facto de estar a morrer de saudades da Faixa de Gaza...

 

Neste novo trabalho ganho mais 150 euros mas também trabalho o triplo e ando tipo cão vadio cheio de sarna, de patas atadas e sem forma de se coçar...

 

 

 

 

Vou criar o Movimento B.U.G.A.T. ('Bora Usar Ganga Amanha no Trabalho)...

 

Penso que, de calças de ganga, metade das pessoas ali seria mais simpatica e menos sonsa... Melhor ainda... Menos caganeirosos a quem enfiaram o pepino no traseiro. Aquele que me tentam enfiar todos os dias visto que entro quando o primeiro turno da recepção entra e saio quando o segundo já está a arrumar as canetas... Já pensei partilhar a pasta de dentes com o Guarda Nocturno...

 

Não fosse esta minha capacidade de burra de carga ou aquela que dança sempre com a mais feia e já teria cortado os pulsos. Mas como sempre nunca desisto quando sei que sou capaz... Já disse isto? Já? Olha temos pena!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Mai09

 

 

FUI POIS FUIIIIII

 

 

 

 

 

 

 

 

E como dizia a Bug lá no meio da coisa: "OH LENNEEEEE FAZ-ME UM FILHOOOOO"

 

 

Eu ontem até à "Marize" fazia...

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Mas a melhor prenda de todas foi mesmo a tua "carta"...

 

 

 

From Africa With Love...

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

E 22 já cá cantam... Mais 8 e chego aos 30, FINALMENTE... Pode ser que agora comecem a levar-me a serio....

 

 

:D

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Pois agora vou...

 

 

 

 

Ah... Esperem! Cliquem no "Play" se fazem o favor...

 

 

 

 

 

 

 

 

Pronto posso continuar...

 

 

Calcei o salto alto, agarrei na mala e rumo às compras... Vi as lojas todas que queria, sem pressas, experimentei, peguei, mirei tudo... Sacos na mão, bem vestida, penteada, pintada... Senti-me MULHER INDEPENDENTE! Só eu e eu...

 

O dia estava péssimo mas nada disso me afectou.

 

Quando melhorarem irei concerteza até à praia. Pego num livro e lá vou eu...

 

 

E quero que esta musica me acompanhe nesse dia... Quero mesmo!

 

Coisas pensadas? Nao... Apenas são "fantasias não sexuais"...

 

 

 

 

E sou FELIZ ora! Mais badochazita é certo... Mas o McDonald's este mes tem sido o meu Templo!

 

 

Comprei um par de calças, um perfume (ha 4 anos que nao comprava a porra de um perfume!!!), um rimel, um lapis para os olhos, uma esponja para os meus banhos (coisa que me faz falta e ainda nao tinha) e um leitor de cartoes (que não me serve de nada porque não tenho adaptador e não li isso na loja loool)...

 

 

Hoje "cinemei" com a Bug. Fomos ver O Wrestler... (Gostei!!! E eu que não gosto de Wrestling mas pronto... Vão ver!!!)...

 

 

 

 

 

 

 

 

Se virem um bicho com botas rosas assim, sou eu... Podem fugir...

 

 

As da Bug metem medo... Um pontapé com aquilo é capaz de fazer um bocadito de doer...

 

 

 

 

 

E pronto... Sabe bem ser apenas "assim"...

 

 

Chegar a casa, sentir o aroma a limpo, tomar o tal banho com a esponja e velas, vestir o pijama e fumar o cigarro sabendo que o que olhamos é NOSSO!

 

E em resposta à pergunta que me fizeram ontem:

 

 

- Sim, tenho uma paixao... Melhor, tenho DUAS! Eu e a minha CASA! É por nós que levanto o cu da cama todos os dias cedo... Porque não vou perder! Porque sem mim e sem ela não tenho forma de ter as minhas outras paixões: as miudas, os amigos a quem lhes abro a porta de sorriso aberto, a cama quente, a comida e principalmente a sanita onde despejo (via anal e por vezes oral - ouso dizer em forma de cocó e vomito) as perguntas idiotas que me colocam...

 

 

 

E assim *cantarolando* e *dançando* (batendo com os pezucos) me vou...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Fev09

 

 

Não me tem apetecido falar, escrever... Nada de nada... Rien...

 

 

Semana meia estranha, complicada, triste.

 

 

Marcada pela morte de um amigo - do passado é certo e de lá longe, muito longe, mas mesmo assim amigo - que me deixou completamente apatetada, aparvalhada, anestesiada... Sei lá... Desde quinta feira que parece que nem ando cá. Fiquei mesmo... Não faço ideia.

 

O mais estupido disto tudo é que não fui avisada de nada, ninguém me avisou na hora e so soube uma semana depois... Ripei do telemovel e enviei um sms ao meu ex-mais-que-tudo-não-me-toques-que-sou-gajo-de-guito-e-menino-dos-papas-com-carrinho, que me confirmou...

 

"Sim, é verdade... Só fui ao velorio..."

 

"MAS E NÃO ME DISSESTE NADA NA ALTURA PORQUE???"

 

*Silêncio*

 

 

Pensei para mim: ES UM GRANDE CARALHO NÃO HAJA DUVIDA...

 

 

Só foi ao velorio... Amigo que é AMIGO dorme ao lado do caixao se for preciso e tem maozinhas para carregar a urna até à ultima morada do amigo...

 

 

Tudo isto fez-me pensar muito estes dias.

 

Pensei na ultima vez que falei com ele e que até fui arrogante... Basicamente ele era amigo do idiota do ex-mais-que-tudo, mas passámos todos férias juntos, saíamos juntos, viamos filmes juntos e foi ele que me alertou também pelo facto de o "Ranhoso" andar metido em merdas. E nunca lhe agradeci... Melhor devo ter agradecido na altura mas na ultima vez que falámos a minha veia arrogante e ciumenta veio ao de cima... Porque ele era amigo do "aborto" e eu já não era nada na vida de ninguém. Inveja talvez.

 

E assim do nada... *PUFF*

 

 

Uma pessoa desaparece da Terra. Se eu pudesse... 

 

 

Na altura não era a minha intenção ser má, cruel... 

 

 

E agora não tenho nunca mais hipotese de lhe pedir desculpa...

 

 

 

 

 

Hoje estive com o Cédric e com a Pris... Queria vê-los... Abraçá-los. Sentir que estão cá. Dar-lhes encontrões "amorosos" e sentir... 

 

 

Agora vim da missa... Mas nada do que o Padre falou me iluminou como das outras vezes... Não disse nada que me fizesse sentir mais perto de Deus. E como sempre permaneci em silêncio. Prefiro falar com Deus assim. Não entro nas ladaínhas. Conversamos em silêncio. Não precisamos dos gestos e sinais de cruz e coisas que tais.

 

Mas hoje estavas tão longe, Pai...

 

Ou eu estava... Não sei...

 

 

Cuida dos meus...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Fev09

Carnaval... 10 anos depois!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Eu odeio o Carnaval. E não o digo para ser igual a muita gente que de ha uns anos para cá começou a detestar assim sem mais nem menos por variadas razões uma delas sendo porque não têm o que vestir LOOOL.

 

Nada disso. A ultima vez que me mascarei faz precisamente este ano, 10 anos. E não achei piada nenhuma. Fui para a escola com o meu grupo e não correu bem nem mal.

 

A partir daí nunca mais me mascarei e normalmente os meus pais escolhiam as ferias de Carnaval para irmos para fora uns dias ou simplesmente estar por casa a descansar.

 

 

Ontem estava muito bem descansada - ou não - a trabalhar, liga-me a Fi.

 

 

- Vamos sairrrrrrrr!!!

- Vamosssss! Para onde?

- Não sei, mas vamos mascarados.

- Não tenho o que vestir...

- Eu e o Igor vamos de M&M's!!!!

- M&M's?!

 

(E aí acordei para a vida 10 anos depois... A ideia soou-me... BOA!)

 

- Siiiiiimmmm!

- Mas eu não tenho...

- Nos fazemos o teu fato!!!

 

 

E assim foi...

 

 

Pessoas...

 

 

Os 3 vestidos de M&M's... Nada mais que duas esponjas redondas ENORMES, pintadas e agrafadas de lado, com aberturas para a cabeça, braços e pés.

 

Eu fui de azul, ela de amarelo e ele de vermelho.

 

 

Eu, Pobre(o)Tanas, regressei ao Carnaval, 10 anos depois, vestida de M&M Azul... Não podia pedir melhor regresso!

 

Mas voltamos cedo para casa porque a festa basicamente era feita entre nós e estamos velhos para bebedeiras e miudas parvas vestidas de enfermeiras aos encontrões a 3 amendoins para passarem por entre a multidão. A Fi que não gosta nada dessas coisas vá de lhes arrear uma cuzada ou encontrão. E isso para gerar confusão é o suficiente. E uma vez metidas naquelas esponjas não tinhamos muita liberdade de movimentos se alguém quisesse *PORRADA* de verdade.

 

 

Para mim o Carnaval está feito. Já me chegaram aquelas horitas. Cheguei a casa, aterrei o meu pesado "avião" (ouso dizer cagueiro) e adormeci.

 

 

 

Hoje passo o dia mascarada de Pijama e acabou-se!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

"Ahhhhhhhh quanto pesas agora????"

 

 

"O peso de 1 javali macho menos 3 cães de grande porte..."

 

 

 

*Tristeza* --'

 

 

 

 

 

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

*FI*, Força amiga! Estamos cá!

 

Não te levará para longe de nos, acredita!

 

És mais forte que isso!

 

 

Amo-ti, amori meu!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D