Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

12
Jul08

 

 

 Como eu já estava a prever teria de haver algo que fosse quebrar uma ténue linha de felicidade que estava a ter temporariamente.

 

 Não vou estar com meias medidas, toda agente que me lê há uns meses, sabe da minha situação. Estou à espera de uma casa para ir viver, tenho um trabalho que me ajuda a erguer e duas "miúdas" felinas que são a minha alegria e que me fazem lutar pelo cantinho que vamos ter e viver as 3 juntas pacificamente.

 

 Pois bem, neste momento, o ponto da situação é o seguinte:

 

 A minha amiga que ficou com elas, e que já fez muito, está cansada de esperar. Eu compreendo a situação e agradeço tudo o que fez por mim. E eu não sei quem arranjar para ficar com elas mais uns tempos.

 

 Precisava de uma familia de acolhimento temporário, alguém, que ficasse com elas mais uns tempos até eu ter a minha situação resolvida. Não sei mais que fazer. Não as quero perder e vejo que cada passinho que dou, dou um passo gigante para trás ao fim de umas semanas.

 

 A minha irmã tem uma cadela em casa e não posso exigir mais, porque já me acolheu e sem pedir nada. Mas as minhas "miudas" preocupam-me.

 

 Se souberem de alguém que me possa ajudar ia agradecer do fundo do coração.

 

 Terá de ser aqui na região de Lisboa, uma vez que irei visitá-las e ajudar no que for preciso. Pago as despesas todas, obvio e tentarei dar todo o apoio possível para que não seja uma sobrecarga tão grande.

 

 Elas são um doce e não vivem uma sem a outra. Estão bem educadas (não fosse eu a mãe... tenho de aliviar um bocado a tensão com esta piada parva) e são asseadíssimas.

 

 Sei que é uma fase complicada porque todos vão de férias mas se houver uma ajuda nem que seja em divulgar o meu pedido eu agradeço.

 

 Ando louca com esta situação e não sei para onde me virar. Mas irei fazer tudo o que conseguir para ficar com elas. Porque não as posso perder. São tudo o que me resta. Só precisamos da nossa casinha para ficarmos as 3 felizes, mas por enquanto preciso de alguém que mas acolha temporariamente até eu ter a minha situação resolvida.

 

 No dia em que tiver luz verde para entrar na minha casinha, irei buscá-las sem pensar duas vezes.

 

 Preciso de paz. A sério. Já chega...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D