Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

05
Jan09

 

 

Fazendo contas a 2008...

 

 

Foi um ano, digamos... de descobertas, de aprendizagem...

 

 

Aprendi/descobri que:

 

 

- Sair de casa custa... Mesmo que de peito feito como se tivessemos toda a razão deste mundo.

 

- Nem sempre os pais são considerados "Pais"... Neste caso "mãe"... E que infelizmente há que repensar nesses valores. Uma mãe para mim? A minha avó (que me criou), a D.ª Orlanda (que me tem ajudado imenso), a minha irmã (que esteve lá quando precisei), a D.ª Tina (que me abriu as portas numa tarde de Junho para me emprestar uma lanterna juntamente com o Sr. Augusto).

 

- Ter uma casa só nossa é algo maravilhoso. Pagar a renda, a luz, a água, a comidinha... Custa mas é gratificante. Temos a mais valia que podemos levar quem quisermos ao nosso lar e fazer aqueles serões entre amigos.

 

- Sabe bem perdoar. Ficamos leves...

 

- Custa crescer...

 

- Por vezes o melhor é afastarmo-nos das situações. Não nos torna cobardes. Simplesmente ajuda a mostrar aos outros que somos diferentes e que alguém tem de mudar. Eu, se não estou bem, mudo-me...

 

- Até sabe bem estar sozinha...

 

- Que não custa dar uma segunda hipotese às pessoas... Se chumbarem novamente no "teste" sempre podem voltar para Ludares - Vila Real (LOOOOL)

 

- Tenho força para remar o meu barquito de vida por mais que a tempestade seja forte e o vento me queira levar para trás.

 

- Não precisamos de estar mocados para ver as coisas boas da vida.

 

- Que a amizade é uma coisa bonita mas sem me chatearem a cabeça com "mixuruquices" porque não tenho paciência para o diz que disse e invenções...

 

- Devemos sempre erguer a cabeça por mais que esta nos pese com a consciência. Não me posso envergonhar do que fui. E orgulhar-me sim, de tentar sempre ser melhor...

 

 

 

 

 

 

Pequenas coisas que agora me lembro e que fazem sentido neste ano que passou...

 

 

 

 

 

 

 

 

Para este ano espero...:

 

 

- Superar-me... sempre!

 

- Manter a minha casa tal como está.

 

- Conseguir um emprego melhor onde me sinta mais realizada.

 

- Encontrar-me cada vez mais... Sabe estar e ser...

 

- Não voltar atrás...

 

- Encontrar alguém que me faça bem... No sentido de encaixar comigo... Se não for possível peço então que...

 

- Saiba estar comigo mesma...

 

 

 

 

Ainda para este ano:

 

- Não vou esperar voltar à Faculdade... Vou aguardar pelos 23...

 

- Também não espero tirar a carta... Algo me diz que ainda não é tempo...

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

Sinceramente? Cada vez gosto mais de mim...

 

 

Sei que já disse isto mais que uma vez mas... Tenho de me recordar sempre disto...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D