Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

06
Dez08

Feliz!Hoje estou assim!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Nhaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh!!!

 

 

Apanhei-me com net na casa da minha irmã!

 

 

 

Hoje já estou mais bem dispostinha. Ontem cheguei a casa com uma pilha de nervos enorme que até se me deu umas arritmias aqui na máquina que me faz estar viva... Só de falar me cansava, de maneira que me deitei na cama e adormeci mesmo antes de ajeitar a almofada...

 

 

Hoje levantei-me cedo - cedo para fim de semana - e fui ver a minha miúda no torneio de Basquetebol. Pois bem, ganharam. E diverti-me montes a gritar "É assim mesmo, vê-se mesmo que és minha sobrinha!" e "Ganda miúdo, vê-se mesmo que é da equipa da minha sobrinha..."... Ou seja sou daquelas fãs que até levam cartazes apesar de não ter feito nenhum porque ninguém os tinha... Enfim não sabem entrar no espirito da coisa... Um dia destes levo!

 

Estava lá um miudito "piquenino" que era um espectáculo! Raça do miudo que era excelente!

 

Mas a minha gaiata é bem melhor e é gira a miúda! Sai mesmo à tia!

 

 

E pronto... Comecei bem o fim de semana.

 

Agora vou almoçar em família coisa que adoro!

 

 

 

 

 

Bom então é assim... Para que ninguém ache estranho, vou já avisar que o SouMinha vai andar um bocado às moscas nos proximos tempos. "Então e porque?" Porque enquanto não arranjar net lá para casa não vou poder escrever. Tenho de me deixar de bloguices no trabalho porque é o meu ordenado que está em jogo... E sejamos sinceros, eu preciso dele... Não é que não trabalhe ou o blog atrapalhe mas pronto fica sempre mal - apesar de eu me marimbar para o que a sociedade acha bem ou mal - e tenho de seguir o rebanho... Simplesmente não quero que façam mais queixas minhas à entidade patronal...

 

Parece-me que não acham piada ao meu Blog... Apesar de ser escrito por um ser fora do vulgar no que toca à inteligência xD Brincadeira...

 

 

Agora a sério, tenho de me comportar, deixar de responder às parvoices da Psico e manter-me na minha. Trabalho as minhas 8h diárias, faço o que tenho a fazer, não respondo a provocações e desabafo as coisas quando chegar a casa. Não me quero sentir como ontem que estava alterada do meu sistema nervótico... E sou muito nova para me chatear com aquela mulher... Que, sejamos sinceros, é uma triste. Eu posso ter menos mas sou bem mais feliz e tenho convicção disso e do que sou... Ela é uma reprimida... E como tal não vale a pena...

 

(Vou só fazer aqui uma queixinha rápida: ontem ralhou comigo porque dizia que eu não tinha os AR das cartas quando estavam com ela... Chagou-me a cabeça até à exaustão mas eu calei-me! Consegui! E depois pediu-me as copias das cartas - chagou mais e mais - até que reparou que também aquelas estavam com ela... Bah! Mas mais uma vez me calei!!!)

 

 

Portanto, assim que puder, vou enfiar net e coise de cabo lá em casa e vou poder escrever MUITO MUITO MUITO!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

Sabem que mais? Sou feliz! Tenho amigos, familia, gatas, casa e uma vidinha de coisas boas pela frente...

 

 

É verdade... Acabei por nem chorar:)

 

 

Bom, fica aqui não um até breve mas um até já porque vou resolver a questão da net depressinha, depressinha!

 

 

Sinto-me bem!

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Nov08

Pitititititiiiiiiiiiiii!

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

AHHHHHHHHHHH

 

 

 

SOU FELIZ, CARAY!!!

 

 

 

 (E este senhor também o é... Perguntem-lhe lá!)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Out08

Calma, muito calma ando eu!

por Pobre(o)Tanas
 
 
Ontem, quando cheguei a casa, a D.ª Orlanda fazia anos. Para desgraça dos presentes que se acomodam à mesa dela todos os dias para jantar, tal como eu, que não se lembraram... Eu porque não tinha a certeza do dia e os restantes porque são uns desnaturados!

 

 

Fiquei triste pois claro, porque se fosse comigo nem teria feito jantar para ninguém a menos que se lembrassem!

 

Fim de semana vou tentar recuperar deste trauma de me ter esquecido, comprando-lhe uma prenda!

 

Depois do belo do jantar, do bolo maravilhoso (aiiiii mais uns kg's) e de termos feito uma abóbora para o dia de Halloween para a gaiata levar para a escola (e diz lá se a tia não foi um génio com aquela coisa do molde para a cara da abóbora?), cheguei ao meu lar e enfiei-me na banheira.

 

Tomei daqueles banhos em que esticamos os deducos dos pés até à torneira para apanhar a água ainda mais quente, refastelei-me a ouvir uma musiquinha lamechas, e mergulhei a cabeça na água, deixando so o nariz de fora para respirar, e assim submergi mais um dia de trabalho que no final foi pelo ralo abaixo juntamente com a espuma...

 

Coisas de mulher solteirona, independente, que tem o mundo todo para descobrir mas sem dinheiro para tal...

 

Depois deste mimo (que tem sido quase todos os dias para desgraça do consumo desmesurado de água do planeta), fumei o meu ultimo cigarro do dia e pus-me a contemplar o desenho do A. que entretanto colara no meu Muro das Não Lamentações, algures entre uma frase minha escrita na parede e um desenho tolo que também eu fizera há uns tempos enquanto me baldava a uma aula de Cultura Medieval...

 

E continuo pasmada com este mimo! Está lindo, lindo!!!

 

 

Tenho andado muito calma. Apaziguadora de gente ahhhhhhhhh....chataaaaaaaa!!!

 

 

 

 

Ando tolinha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Out08

Mais uma promessa cumprida!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Como aquilo que prometo tento no mínimo cumprir, aqui ficam as fotos do Encontro do Tasco lá em casa (ou pelo menos das coisas boas que comemos)...E para ajudar à festa, fotos das gaiatas que já estão bem crescidas e gordas...

 

 

 

(A paparoca...a cerveja (que era do meu cunhado) foi para o Master... (desculpa lá cunhado mas o moço estava com sede...) mais conhecido por "O Sr. Seca-Adegas")

 

 

 

 

 

 

(O apalpão da praxe ao rabo da Bug não poderia faltar...Note-se que tenho uma pinta de tinta na mão... Quando as canetas não escrevem e não há papel de momento, é assim que se faz na minha terra...)

 

 

 

E agora o momento que tanto esperavam.......

 

AS PIRILAMPAS!!!

 

 

 

(A Piggy num momento "abracinho". É uma oferecida! Abraça toda agente. Ela poe-se mesmo assim de patongas nos nossos ombros e encosta a cabeçorra à nossa cara dando turrinhas...)

 

 

 

(Não poderia faltar o Génio lá de casa. A supra sumo do "Tudo o que de mal acontece ao papel higiénico não fui eu que fiz, não é obra minha...". A Zappa sempre fotogénica!)

 

 

 

 Para terminar........

 

 

 

 

(Foto da pintura da BUG no meu MURO DAS NÃO LAMENTAÇÕES - Uma ladyBug assim pró... Escorrida?)

 

 

 

E pronto sou uma eterna apaixonada por estes momentos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Set08

Aiiii..... (*Suspiro*)

por Pobre(o)Tanas

Descobri que se apanhar o comboio das 8:30 chego ainda cedinho ao trabalho. Amanha experimento vir no das 35 se houver. :D

 

As horas têm passado devagarinho lá em casa o que é optimo. Parece que durmo muito, mas muito mais e tenho tempo para tudo e mais alguma coisa. E sem net ou TV verifico que me ocupo com coisas mais úteis. Realmente essas coisas fazem-nos perder pequenos momentos relaxantes, como ouvir musica e ler um livro ou simplesmente afagar as gatas que precisam ao final do dia.

 

Sei que ando bastante chata a contar coisas da casa mas pronto... Ando feliz, bem dormida e simpática. Ou pelo menos mais tolerante.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 NOVIDADEEEEE FRESQUINHA!!! Já tenho as chaves da minha casa!!!!! Pronto novidades fresquinhas porque isto tem sido um turbilhão de emoções que nem sei por onde começar...

 

 Pois bem, na Terça entregaram-me a casa, fui vê-la e amei!!! Nunca pensei que estivesse tão boa e fosse tão tão tão gira! Já tem paredes pintadas de diferentes tons mas alguns já mudei. Tenho 1 quarto, 1 sala, 1 escritório com varanda, 1 wc  com uma banheira para eu me deitarrrrr, 1 cozinha com marquise e 1 pequena dispensa. Ora para que quero isto tudo? Não sei, mas adoro!

 

 A emoção é tanta, o medo de não conseguir paraliza-me, mas tenho fé que tudo vai corer bem. Além disso sei que tenho estrelinhas que me guiam e me ajudam muito. Tanto lá em cima como cá na terrinha. Por isso acredito mesmo que tudo vai correr bem.

 

 Tenho sorrido mas com alguma passividade. Rever pontos de situação, fazer contas, observar... Estou feliz. Nunca me senti tão "EU" como agora. Tenho apoio da minha família - da minha irmã, cunhado e sobrinha - (até da minha avó com quem voltei a estar 1 ano depois de ter saído de casa e o meu pai telefona-me ou manda-me um sms por vezes), de alguns amigos que mesmo longe perguntam-me como estou - são poucos mas gosto assim - e de pessoas que nada me são e ao mesmo tempo me são tanto e que tanto me têm ajudado.

 

 Tenho a casa praticamente mobilidada. Da ultima mudança fiquei com quase tudo da minha mãe. Coisas que comprámos quando fomos viver juntas durante aqueles 3 meses. Ou seja coisas novas. Como digo, tenho tido IMENSA SORTE!

 

 Estou desejosa de ir buscar as miudas, mostrar-lhes o nosso novo ninho onde ninguém nos vai tirar. É so nosso. O nosso reino. As minhas "barriguitas" vao ficar doidas:)

 

 Basicamente é isto... Tenho tirado fotos à casa mas nao tenho forma de as passar para o computador uma vez que ainda nao comprei um bluetooth e neste momento não é prioridade. Mas assim que puder arranjo.

 

 Não contei tudo ao pormenor mas estive com a minha avó, tal como referi mais atrás. Foi estranho. Tinha feito um ano que nao ia à minha terra. Não vi o meu pai mas sei que está bem. Visitei a quinta onde cresci, vi o meu cão e gatos que lá tenho e estão velhinhos (incrivel como num ano os animais envelhecem tanto) e ri-me ainda um bocado. Mas já não dá para mim. No fim do dia não quis voltar para Lisboa mas sabia que se ponderasse na hipotese de ficar de onde vim e tanto me custou a sair por medo de perder o que no final perdi, que iria sofrer mais. Assim ganhei coragem e prossegui com a minha vida e meti-me no comboio para Lisboa mais depressa que um foguete para fugir de uma realidade que me assusta, que me mostra que ali nada mudou, que a forma de pensar se mantém e as boquinhas maldizentes tambem.

 

 Por isso já que cheguei aqui, por aqui me mantenho. Venha quem vier, doa a quem doer.

 

 Sou eu, sou feliz, tenho a minha casa, as minhas gatas, parte importante da minha familia e amigos, tenho o meu trabalho, tenho-me a mim, gosto de mim, sou eu e acima de tudo sou minha!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Ago08

 

Que fiz eu nestes 9 dias?... Hum... Alguma coisa...

 

Foram apenas 9 dias mas pareceram muitos mais mas mais uns tantos sabiam mesmo bem para descansar das ferias... Ou seja férias para descansar das férias...

 

Como prometi a mim mesma, dei um salto até terras Algarvias. Fui no Sábado, cheguei na Terça. Comprámos a tenda e os sacos-cama faltavam 5 min para o comboio partir. Correria até à carruagem... Na hora de tirar os sacos-cama vimos que mediam 1,30m... O que nos serviu de lição... Para a próxima comprar com antecedência! A tenda foi uma optima compra. Grande e tal e com cores simpaticas! (Mulher que se preze tem de gostar as cores da "casa" e da sua textura...).

 

Bom o que é certo é que foram 3noites e 4dias alucinantes para mim. Dancei até os joelhos não poderem mais, comi muito bem, apanhei sol, muito sol, ri-me, fiz compras e acima de tudo recarreguei um novo "programa" que instalei na minha "machine cerebral": "A SUA VERDADEIRA ESSENCIA". Descobri-me lá em baixo.

 

Conheci montes de pessoal, uns até daqui de perto, outros da minha terra, pessoal dos Açores, Porto... Todo o lado! Numeros de telefone trocados e um dia cafezinho!

 

Divertimo-nos, curtimos as noites, adorámos dizer "não quero, não me apetece, não me parece, não creio e lamento, juntamente com temos pena!" e assim vim eu para cima com o ego mais elevado que um leão em época de acasalamento. Não porque o fiz mas porque disse "NAO! Mereço bem melhor que tudo isto que vejo".

 

E quem nao quiser... TEMOS MUITA PENA!

 

 

Finalmente! A chave da minha casa vem aí este fim de semana ou no inicio da proxima... É so mudar os tarecos mais uma vez et voilá, finalmente em casa!

 

As miudas ficaram com a D. Tina e se continuam a comer assim, um dia terei de arranjar um carrinho para as transportar. Estão bem educadas claro, mas mimadas com gulodices!

 

Como os miudos apanham piolhos, eu tive a fase das pulgas com elas... A casa ficou minada e como é em alcatifa, bem se pode imaginar... Andei com o Sr. Augusto em calçoes e descalços, máscaras na cara e de regador em riste, a exterminar as malditas... Vamos a ver no que dá... Como elas estão confinadas apenas à cozinha e lá não há, estão limpinhas. E porque o Frontline resulta!... (E eu a dar na publicidade!)

 

Continuando com a saga da casa, tenho de ver o que pintar. Ando a fazer muitos planos e nem sei por onde começar. Mas cada vez mais me sinto orgulhosa do espaço que vou criar e que ainda nem comecei.

 

Fartei-me de gastar dinheiro e tenho um peso de consciência ENORMEEEE!

 

Amanhã é dia de trabalho e como ninguém me ligou a dar novidades, nada de especial deve ter acontecido.

 

 

Bem basicamente foi isto que fiz... Exterminar pulgas, ir a praia aqui, sair com pessoal, dançar, Algarve, gastar dinheiro...

 

 

 

Se gosto de mim? MUITO!

 

 

Deixo-vos com a Banda Sonora das minhas férias:)

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Jun08

Feliz

por Pobre(o)Tanas

 


Venho por este meio fazer um comunicado.


 


Quero dizer a quem me lê que, independentemente das minhas quedas e do meu sofrimento nestes tempos daquilo que me têm feito, que sou uma pessoa FELIZ!


 


A quem me ler que saiba que aqui a Pobre(o)Tanas não se deixa abater. Que tudo o que possuo, mesmo sendo pouco, basta-me para estar bem.


 


Tenho bons amigos, as minhas "Marias" e muitas pessoas que me querem bem... Portanto...


 


 


 SOU FELICISSIMA!


 


 



 


 


AVISO:


 


Mãe, como sei que vens aqui todos os dias, ou quase todos, ler o que escrevo, tenho-te a dizer que estou muito bem.


Quero aqui dizer que sejas muito feliz com as tuas escolhas. Que penso estarmos melhor assim, afastadas, porque simplesmente não nos aceitamos.


 


Não sei para onde vou no próximo mês, uma vez que a minha casa não está pronta. Terei de me desenrascar, mas nem sequer te guardo rancor. Porque assim cresço e mais... Descubro como e quem são as pessoas que estão do meu lado...


 


Beijinhos!


 


--------------------------------------------------


 


 


 


 


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

31
Mai08

 


Esta semana disseram-me que eu era "muito desconfiada"... Fiquei a pensar sobre o assunto. Já sabia que o era mas raramente mo tinham dito. Aliás poucas as vezes em pensei muito sobre isso, mas fiquei a remoer.


 


Dei conta que sim que o sou e muito.


 


Depois perguntaram-me se era "feliz assim". Ao que respondi que não.




A razão de toda esta desconfiança permanente já vem lá de trás e acho que também, em parte, nasci um pouco assim.


 


Não tenho problemas em dizer às pessoas que não confio nelas.E se não o digo penso que percebem bem.


 


Um dia reparei num video do meu telemóvel em que mostrava a minha cara a olhar para uma amiga que falava e isso incomodou-me. Via-se bem que as minhas emoções estavam aos pulos a quererem dizer algo como "Mas achas que confio nisso?"...




Não acredito em coisas dadas ou porque mereça. Ninguém dá nada sem querer algo em troca. Tenho noção disso. E também já vi muita coisa para poder confiar por dá cá aquela palha.


 


Gosto demais de mim para confiar e ser enganada mais tarde. Mas isto em tudo.




Houve alturas em que procurava motivos que me provassem que estava certa ao desconfiar. Neste momento não procuro nada. Simplesmente deixo-me estar no meu canto. Olhos que não vêem, coração que não sente.




No entanto não sou mesmo feliz assim. E a quem respondi isso disse-me que "desta forma não seria eu mesma". Pois há alturas que não sou eu mesma. Por isso tenho este blog para me lembrar daquilo que sou de verdade.


 


Não finjo ser o que não sou, nada disso. Apenas prefiro não mostrar directamente o que estou a sentir para não sair magoada. No entanto isso so acontece com os sentimentos positivos. Não mostro que me está a agradar algo. Mostro e digo o que não me agrada apenas. As coisas positivas decidi não falar delas. Para não fugirem de mim. Para não serem sugadas no vazio.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




Sou uma mulher super apaixonada por aquilo que a rodeia. Tenho arrepios por ouvir uma musica que me agrade. Danço de olhos fechados e de braços no ar para sentir a musica entrar em mim. Choro ao ver pessoas boas a serem recompensadas. Choro por ver más a sofrerem arrependidas. Rio com piadas secas. Amo rir. Rir com vontade. Rir quando não é o momento apropriado e não consigo parar. Rir com amigos. Adoro que me cocem as costas. Espreguiçar-me e bocejar. Comer porcarias, que fazem mal, no sofá a ver filmes. Adoro receber mensagens. Que me façam surpresas. Gosto de flores. Gosto de fumar depois de comer. Gosto do cheiro de roupa lavada de alguém que eu ame. Gosto de ler coisas bizarras. Filmes de terror com zombies. Fotografias a preto e branco. Gosto de amar e ser amada. De praia e sol... GATOS! Observar pessoas nos transportes publicos e senti-las. Adoro vestir o pijama velho e roto mal chegue a casa. Tomar banho de imersão e cheirar bem. Gosto do corpo humano. Dormir até tarde. Roer as unhas até me babar...


 


 


Não gosto que digam que sou burra e feia. Me tomem por parva. Que me chamem mentirosa quando estou a dizer a verdade. Que me digam "Vais assim vestida?" quando passei horas a escolher a roupa. Que não me digam o que quero ouvir naquele momento. Que não gostem de mim porque não podem ou não querem. Que me beijem e arfem aos ouvidos. Que não saibam coçar as costas. Que me digam "tu é que sabes". Que me falem quando acordo. Que gozem com a musica que eu gosto. Que me dêem uma chapadita na cara ao dizer "estás crescida". DETESTO! Que me achem má pessoa quando só quero o bem. Não gosto de gente com os copos. Não tenho paciência para aturar mocas quando já as tive e não as posso ter nem devo... Tenho medo de morrer encarcerada, esquartejada ou queimada. Não consigo sentar-me no banco traseiro de carros de duas portas. Tenho medo por não ter saídas. Tenho pânico de  cemitérios à noite e animais mortos com os dentes de fora. Tenho medo de ovelhas mortas... São horriveis mortas... Não gosto de sentir o chão a tremer debaixo de mim e às vezes sinto. Não gosto de mudanças, apesar de me adaptar rápidamente e depois acabar por gostar e saber que me fizeram crescer...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Sou uma pessoa normalissima. Nem queria que me pensassem diferente. Tenho os meus sonhos. Quero casar, numa igreja cheia de gente e num dia cheio de sol. Olhos postos em mim pelo menos uma vez na vida. Quero ter filhos e ser uma mãe porreiraça. Ter amigos e fazer jantaradas. Ser uma pessoa bem formada. E com um trabalho digno que me dê para viver e fazer viver os meus. Ter o meu canto. Não trair e não ser traída. Ser um dia uma velhota fixolas e que esteja sempre a evoluir. Quero morrer de forma pacifica e pensar que fui feliz apesar de desconfiar e pesar prós e contras de tudo o que vem até mim. Ser uma pessoa num nível espiritual superior para entender o próximo sem primeiro julgá-lo... Sem desconfiar primeiro...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Esta é uma parte de mim...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Tira as tuas conclusões...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Posso dizer que sou feliz só porque sei que posso ter oportunidade de ser ainda melhor do que sou... E mostrar isso a mim mesma. Porque na minha vida aprendi a contar comigo e a conquistar-me. E não foi fácil...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Desejo a todos um sorriso meu daqueles verdadeiros, porque por vezes custa arrancar-mo de forma sincera...

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Abr08

Vida...E a Filipa

por Pobre(o)Tanas

 


 


  Hoje foi um dia que me fez pensar na vida. Foi daqueles dias que a lagrimazita nos corre pela face mas que o orgulho nos faz limpá-la antes que a vejam.


 


 


  Hoje a minha amiga perdeu o pai. E hoje pensei muito no meu.


 


 


  Nunca falei dele aqui. Mas também não há muito a dizer. É o meu pai... Um homem trabalhador, honesto e bonito.


 


 


  A dor da minha amiga marcou-me uma vez que ela não mais poderá voltar a dizer o que quereria dizer porque o pai partiu.


 


 


  O meu ainda está vivo...


 


 


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


---------------------------------------------------


 


 


  Sei que não tenho ainda coragem para o rever. Sei que estou a ser egoísta mas depois de todo este tempo em que o sofrimento foi uma constante na minha vida, sinto-me incapaz de o olhar nos olhos. E quando não olho uma pessoa nos olhos é-me muito dificil adaptar-me à sua presença. Sinto um nó na garganta e um enjoo psicologico que me faz fervilhar as emoções dentro de mim. É um turbilhão.


 


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


 


 


 Quero deixar aqui uma pequena força à Filipa que é uma GRANDE MULHER. Ela é mãe, filha, namorada, trabalhadora-estudante e MULHER. Tem uma garra e um estomago para enfrentar a vida que so lhe tem trazido problemas.


 


  A Filipa tem 22 anos e um filho de 2. Trabalha e estuda na faculdade. Paga dois carros e ajuda nas despesas de casa. Este ano perdeu o avô (há 2 meses) e o pai (hoje). Dois homens muito importantes na vida dela. Tem tempo para tudo isto e para ainda ter o seu namorado, tratar do filho e visitar os amigos. Vai para a faculdade e depois para o trabalho. Paga dois carros, um que já foi para a sucata porque este ano ela tambem teve um acidente e quase perdia a vida nele.


 


  Eu penso nos meus problemas e depois olho para a vida da Filipa e sinto-me egoista...


 


  Por isso digo que ela é uma GRANDE MULHER e para mim é um exemplo de vida.


 


  Aqui fica o meu beijinho e abraço de força para ela. Desejo-lhe toda a felicidade do Mundo porque se ela não merecer mais ninguém merece.


 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D