Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!

26
Jan09

Tunga!

por Pobre(o)Tanas

 

Está feito!

 

 

 

 

Acabei agora as limpezas. A última esfregadela de chão...

 

 

 

 

 

Estou em modo: bruahlalalalalala.

 

 

 

 

Seja lá o que isso for...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bom...

 

Vou só ali fechar os olhos... Uns 5 minutos...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Jan09

À base de Speed's!

por Pobre(o)Tanas

 

 

 

Estava eu a olhar para a minha folha diária - sim, a conselho da minha irmã, adoptei o sistema de apontar tudo o que faço durante o dia - a divagar, a babar-me, coçando a cabeça, sem me apetecer mexer um dedo sequer, quando recebo um sms:

 

 

"Ju, vai trabalhar..."

 

 

 

 

Parece que já me conhecem bem demais...    

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

 

Ontem, depois de 3 cafés, era 1 e meia da manhã, andava eu a esfregar a banheira... Completamente speedada, olhos de rato de laboratório e neurótica... Quando me deitei, exausta, escutei o silêncio que havia em casa... Levantei-me outra vez... A máquina de lavar já tinha parado e fui estender roupa... Não contente, lembrei-me de lavar a cozinha...

 

 

As "miúdas" ficaram a olhar para mim...:  

 

  A Piggy -----»        ("Mas tu regulas bem?")

  A Zappa -----»     ("Fogo lá anda esta com crises existênciais outra vez... Vou "mazé" voltar para a cesta...")

 

 

 

De maneira que é assim que sou vista lá em casa... Uma "mãe" anormal...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Jan09

E soube tão beeeeeem!

por Pobre(o)Tanas

 

 

E é obvio que não fiquei em casa... Portanto estive desde da manhã de ontem até às 21h de hoje na rua... Pronto fui a casa jantar, mudar de roupa e pegar umas coisas que precisasse... Uma hora no máximo. Segui rumo ao cinema. Fui ver o "Yes!" com o Cédric. Filme muito, muito, muito fixe. Mas mal consegui rir com a tosse. Parecia uma velhinha. Depois saímos, a Pris e uns amigos apanharam-nos à porta e fomos 6 pessoas num carro super apertadinhas... Fomos ver os ensaios da banda que os amigos da Pris têm. BRUTAL! Apesar de nao ser o meu genero de musica achei muito, muito bom. Estivemos lá até às 6 e tal da manhã e depois fomos apanhar o comboio até casa da Pris. Tivemos lá e ao meio dia viemos até ao Vasco porque o Cédric ia trabalhar. Andámos por lá, almoçámos, as duas depois tomámos café, pusemos a conversa de gajas em dia e de seguida rumo até ao Amoreiras. SALDOS!!! O melhor mesmo foi vir do Amoreiras até Sete Rios a pé com este frio. Mas fizemo-lo... Apanhei o comboio para casa e ela para sentido contrário.

 

A minha Fi ainda me telefonou para irmos à discoteca hoje mas já estava de bilhete de comboio na mão, senao tinha ido também:D E assim ando na galdérice...

 

Da gripalhada, bom... digamos que com isto tudo tive mais tosse ainda mas enfim... Ah e ontem fiz uma asneira... Ainda estava sob efeito de antibiotico. Eu que não gosto de beber, por acaso apeteceu-me uma cerveja... E vá de a beber... Lembrei-me lá do medicamento... Conclusão... Uma horrivel sonolencia que durou uma hora e tal e só passou quando vim à rua apanhar com a brisa fresquinha da madrugada... Qualquer coisa como 1 ou 2 graus, não sei se menos... Quente como estava e a sair assim do nada para a rua devo ter morto o virus... LOOOL So deu mesmo tosse...

 

Agora estou em casa com as miúdas - uma ao colo e outra enfiada no meu carapuço do casaco - as três congeladas e com estalactites penduradas nos nossos narizes... A Piggy está a tremelicar e a Zappa até tem o nariz entupido.... Acho que esta noite dormimos juntas...

 

Amanhã sem falta vou largar 50 ou 60 euros por um aquecedor... A nossa saúde está primeiro... A casa é uma gruta gelada. Expiramos granizo...

 

 

 

E foi assim que me consegui manter quente em 3,7km...

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Jan09

1.º post com net em casa...

por Pobre(o)Tanas

 

 

De maneira que neste momento estou num estado mental inexplicável...

 

 

Tenho as duas miudas aqui comigo... Uma ao colo e outra no pescoço a arranhar-me a nuca... O que me vale umas belas dores de costas e uns arranhões que ficam uma semana...

 

 

Hoje compraram-me um repelente para gatos... Vou experimentar porque qualquer dia não tenho mesa da cozinha nem frigorifico... Aquelas meninas dormem em cima do frigorifico por mais mantas e mantinhas e cestas e cestinhas confortaveis que lhes ofereça...

 

Hoje estou com a pica toda... Nem sono tenho... Não me posso dar ao luxo de ter... Agora com net LOOOL brincadeira... Mais meia hora e espero estar a correr com a minha amiga Heidi nas montanhas verdes dos Alpes.

 

O dia correu bem. Tenho-me metido a fundo no que faço e ninguém este ano (nestes dois dias digamos assim) me tem enchido a cabeça. Pronto o patron à bocado falou abruptamente comigo mas eu devo ter feito uns olhinhos magoados que depois lhe deve ter pesado a consciência (ou então não...)...

 

Estou afónica... Comecei à tarde com uma tosse seca e ruim que me afectou as cordas vocais... Portanto quem quiser que me convide para cantar o fado...

 

*PAUSA*

 

Recebi agora uma noticia querida de última hora e para as pessoas que aqui passam e sabem do que se trata (nao estou a excluir ninguém atenção...): PARABÉNS ao KOSH e a Sr.ª D.ª KOSH!!!:D

 

*CONTINUANDO*

 

 

Ai que emoção nem sei que escrever...

 

 

Tenho gasto dinheiro à parva... Quer dizer... Não em coisas que não use mas... Roupita... Er... É pecado eu sei... Tantas vezes que dizia à minha mãe que um dia ia morrer sufocada com tanto trapo... E eu de volta de calças de ganga e botas...

 

 

E depois desde que fui para o escritorio tive de reformar o roupeiro... Nao podia ir de calças sem baínhas e casacos cor de rosa de pêlo como se estivesse na rússia... Bom as botas que comprei agora também não sao clássicas mas entre as novas e umas timber é preferivel estas... Dão-me um ar "Rua Sésamo"... Não sei porque "Rua Sésamo" mas foi o que saiu... Portanto agora em dias formais é ver-me de botinha e casaquinho comprido de senhora... Bahhh.... Doem os pés...

 

Vingo-me ao fim de semana...

 

 

Bom... Acho que hoje fico-me por aqui... A minha escrita recuperará com o tempo... I hope so...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Queluz, 28 de Novembro de 2008

 

 

 

 

Ex.ºs Senhores,

Apresento os meus cumprimentos.

Venho com o presente mostrar o meu desagrado no que respeita às condições do prédio onde resido na Praceta **************. Espero que aquilo que vou escrever, seja lido por alguém que conheça os meus senhorios ou melhor, que seja da família destes, porque não fazem nada para que os inquilinos vivam sem riscos e nem sequer assumem uma responsabilidade deles que se esta a tornar um risco para os moradores do prédio em questão e para os que vivem em redor.

O "nosso" prédio está em avançado estado de degradação a nível exterior o que em nada se compara com o interior dos andares que todos nós temos mimado tanto e mantido conforme as posses de cada um. No entanto o senhorio nada tem feito para "mimar" o que lhe pertence e os moradores apesar de tudo conseguiram dinheiro para a compra de uma nova porta de entrada - comum a todos - para que não estivessemos tão expostos aos riscos que a noite poderá trazer, mudaram os interruptores da luz de todos os andares e têm mantido mais ou menos as coisas por amor àquilo que (n)os une como uma família de tantos anos a viver em conjunto.

No entanto o que nos tem dado mais trabalho é mesmo a claraboia do prédio. Todos os anos os vidros partem-se e mandamos colocar novos. Contudo este ano tal será impossivel de fazer porque a madeira da claraboia está podre logo os vidros mais cedo ou mais tarde cairão porque esta não os sustém. Sem vidros os pombos e ratos entram para o prédio minando tudo, chove lá dentro alagando os andares e mais perigoso ainda - porque maior parte dos moradores são idosos - tornando as escadas escorregadias e quedas dificeis de evitar. As nossas escadas estão cheias de toalhas, alguidares e tapetes que vão absorvendo a água. Qualquer dia temos musgo colado ao tecto para enfeitar um presépio.

São quatro andares e só 2 pisos estão habitados, os restantes estão à mercê do tempo. As pessoas foram morrendo e os pertences que deixaram continuam dentro dos andares em questão. O senhorio não os aluga, não faz obras, não limpa as casas e os quintais que estão cheios de bicharada que nos sobe para as janelas - desde osgas a pulgas que passam por debaixo das portas dos andares desabitados - Mais! O sistema de canalizações está velho e podre, temos os tectos das casas de banho a cair e já se conseguem ver os canos. Os estucadores não podem fazer mais nada porque o estuque não agarra ao tecto com tanta humidade. O senhorio, apesar das queixas, não tem feito rigorosamente NADA para alterar o estado de degradação do prédio. Muitas cartas foram enviadas em vão. Pior, além de constituir um risco para os moradores, o nosso prédio é um risco para os que estão ao lado. Foco mais uma vez a persistência de nós, enquanto inquilinos, para mantermos a situação através dos nossos meios e próprias mãos. Não conseguimos manter esta situação mais tempo. Já avançámos com mais cartas e vamos aguardar novidades.

Isto só serve para envergonhar os donos em questão e para mostrar que apesar de não podermos ir para outro sítio porque não temos posses para pagar mais por um aluguer, que queremos, no mínimo, viver com dignidade e conforto. Saber que estamos em segurança e que os que ao nosso redor vivem, que a possuem tambem.

Apesar de ser uma inquilina com idade para ser neta dos meus vizinhos, quero acreditar que passarão os restos dos seus dias sossegados e sem problemas a passear no Jardim e que vão regressar ao quentinho das suas casas sem lhes cair bocados de madeira, vidro ou tijolo enquanto sobem as escadas...


Obrigada por me lerem.

Bem hajam

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

06
Nov08

 

 

Se eu, Pobre(o)Tanas, conseguir, durante 5 meses, juntar o pé de meia igual ao deste mês e não lhe tocar...

 

Consigo isto lá para casa:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mas agora penso eu... Para que raio quero um televisor destes se depois não tenho TVCabo ou o que quer que preste para ver? Porque neste momento, TVCabo, para mim, é um luxo, assim como a Net e Máquina de Lavar...

 

Assim como assim não ligo à TV...

 

E não, Pobre(o)Tanas, não é por ser pequena... Simplesmente desabituaste-te...

 

Vai na volta... Compro isto:

 

 

 

 

 

 

No entanto, tenho-me desenrrascado com a banheira e com a ajuda da D.ª Orlanda que me lava os lençois e calças de ganga... Mas estou farta de abusar...

 

Mas neste momento, o que eu precisava mesmo mesmo mesmo era de algo como esta coisa:

 

 

 

 

 

Porque o meu esta semana ficou xelelé... Vai lá hoje o técnico...

 

 

 

Ora... Passei do desejo de ter um luxo para o desejo de ter algo que faz mesmo falta...

 

Para estas três coisas teria de trabalhar meio ano sem parar e não comer ou ter as despesas que tenho...

 

 

Vou mas é deixar-me estar sossegada...

 

 

 

E para este Natal o que eu queria era um pijama assim quentinho que o meu do "macaco" e aquele tipo fato de treino, estão mais russos e remelgados que a roupa de um pedinte.

 

Pijamas não estavam na minha lista de coisas a trazer quando saí de casa o ano passado...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Out08

Calma, muito calma ando eu!

por Pobre(o)Tanas
 
 
Ontem, quando cheguei a casa, a D.ª Orlanda fazia anos. Para desgraça dos presentes que se acomodam à mesa dela todos os dias para jantar, tal como eu, que não se lembraram... Eu porque não tinha a certeza do dia e os restantes porque são uns desnaturados!

 

 

Fiquei triste pois claro, porque se fosse comigo nem teria feito jantar para ninguém a menos que se lembrassem!

 

Fim de semana vou tentar recuperar deste trauma de me ter esquecido, comprando-lhe uma prenda!

 

Depois do belo do jantar, do bolo maravilhoso (aiiiii mais uns kg's) e de termos feito uma abóbora para o dia de Halloween para a gaiata levar para a escola (e diz lá se a tia não foi um génio com aquela coisa do molde para a cara da abóbora?), cheguei ao meu lar e enfiei-me na banheira.

 

Tomei daqueles banhos em que esticamos os deducos dos pés até à torneira para apanhar a água ainda mais quente, refastelei-me a ouvir uma musiquinha lamechas, e mergulhei a cabeça na água, deixando so o nariz de fora para respirar, e assim submergi mais um dia de trabalho que no final foi pelo ralo abaixo juntamente com a espuma...

 

Coisas de mulher solteirona, independente, que tem o mundo todo para descobrir mas sem dinheiro para tal...

 

Depois deste mimo (que tem sido quase todos os dias para desgraça do consumo desmesurado de água do planeta), fumei o meu ultimo cigarro do dia e pus-me a contemplar o desenho do A. que entretanto colara no meu Muro das Não Lamentações, algures entre uma frase minha escrita na parede e um desenho tolo que também eu fizera há uns tempos enquanto me baldava a uma aula de Cultura Medieval...

 

E continuo pasmada com este mimo! Está lindo, lindo!!!

 

 

Tenho andado muito calma. Apaziguadora de gente ahhhhhhhhh....chataaaaaaaa!!!

 

 

 

 

Ando tolinha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Out08

Assaltante nu!

por Pobre(o)Tanas

 

 

Diz noDestak de hoje que, um homem de 22 anos tentou assaltar uma loja, em Manchester, e ficou preso na chaminé. Quando os bombeiros e a polícia local tiraram o moço de lá, este estava como a mãe o tinha parido...

 

 

 

A quem quiser assaltar a minha casa aviso já que:

 

Não ha nada para roubar a não ser casacos malcheirosos e duas gatas destrambelhadas.

 

Apenas uma aparelhagem mais velha que eu da marca "Akai" que toda agente que vai la a casa me pergunta "O que é isso?" e eu respondo: "Não sabes o que é? É uma Akai!!!" (que foi a mesma resposta que me deram à mesma pergunta que fiz em tempos.).

 

Tenho uma vasta colecção de Cds que são maior parte gravados (e venha de lá o policia que ler isto, para me prender e já agora que traga as algemas (mas daquelas fofas), que eu digo-lhe quem manda em minha casa...) portanto não dá para vender...

 

E um portatil que se alguém conseguir ligar, à primeira tentativa, eu beijo-lhe os pés.

 

De resto só mesmo detergentes para limpar o chão.

 

Mas se vierem roubar, que não me levem o CIF que está carissimo!

 

 

 

 

Enfim... Da minha chaminé só cai mesmo merda dos pombos que lá dormem...

 

Por falar nisso tenho de por rede naquilo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Out08

Viver sozinho/a...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Isto de vivermos sozinhos tem, como tudo, os seus prós e contras. Tem as suas coisas boas e as coisas más. E uma das más aconteceu-me ontem e outra acontecerá se dia 26 não tiver 22 euros na conta para pagar a luz, mas isso é outra história! Mas como estava a dizer, aconteceu-me ontem uma coisa má que pode acontecer a quem viver sozinho.

 

Estava eu a preparar a roupa para hoje, porque tenho de vir empinocada no minimo para o trabalho, e à procura de uma camisola nas minhas caixas com rodinhas no quarto. Aquelas caixas dão uma arrumação fantástica, a roupa fica ali dobradinha (ou então não!) e é só escolher. Pois bem, no quarto, enquanto não tiver um movel proprio, a televisão está em cima de uma cadeira da cozinha. É algo temporário e até da jeito porque se não me apetecer ter ali a tv, tiro-a, levo a cadeira para a cozinha e fico com espaço. Acontece que estava baixa de volta das caixas e quando dou por mim sinto uma dor no cóccix que nem vos passa pela cabeça. Bati com o rabo na ponta da cadeira e com o impulso da dor caí para trás e bati a segunda vez. Escusado será dizer que senti a coluna toda a encolher-se em fracções de segundos, as pernas fracas e de seguida uma dor aguda que se me fez uns suores frios que não vos digo nada. Não sei se alguém ouviu o meu gemido de dor, pois literalmente fiquei deitada onde estava, agarrada ao rabo como se a minha vida dependesse disso. E senti-me frágil, mas tão frágil... Pequenas lagrimas começaram a surgir com a dor e eu so me torcia. Digo é das piores dores que se pode ter porque nem dá para ver o sitio em questão.

 

Hoje mal me consigo sentar. Sinto tudo inchado.

 

Isto é à conclusão que viver sozinha tem destas coisas. Ninguém para acudir na hora exacta.

 

Isto foi no cóccix porque se tivesse batido com a cabeça e tivesse desmaiado, a esta hora ainda lá estaria e talvez já estivesse de pernil esticado.

 

Este fim de semana por acaso bati com a cabeça na madeira do sofá. Mas isto foi por culpa de alguém que me virou como se eu fosse um saco de batatas, me pôs toda torcida e fez com que batesse com a cabeça. Agora tenho aqui um galo...

 

Pergunta: "Mas já cantou? Eh eh"

 

Resposta: "Engraçadinho! Tens muita piada tu! Humpf!"

 

 

 

 

("Não, que ideia! Queres experimentar? Anda cá que eu ajudo!") - foto tirada da net...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Out08

Se há coisa que detesto é falta de educação. E se digo "BOM DIA!" é para me responderem. Se não o fizerem podem crer que mais cedo ou mais tarde algo de mal vos vai acontecer. Como o meu colega velhadas que não é um homem mas um gnu, daqueles ranhosos e caquéticos que são fáceis de apanhar pelos leões na Savana porque já estão podres e não correm....

 

Ele não me disse "bom dia" então já estou a magicar uma forma de lhe partir as perninhas...

 

 

 

 

Felizmente que hoje enviei um curriculo para secretariar uma empresa. Vamos a ver no que dá... E se tudo correr bem... Saio daquiiiiiiiiiii!!!

 

 

 

 

Fim de semana relaxante tirando a parte de não ter guito nem para o café. De maneira que hoje fumei metade de um cigarro e se conseguir deixar de fumar melhor. Porque eu sei que se estiver uns dias sem fumar, assim que pegar vou ver tudo a andar à roda e vou ficar com uma moca de tabaco descomunal... Então como não reajo bem a estados semi-conscientes desde que... enfim... Mais facil se deve tornar deixar este maldito vício. Sim porque quero chegar aos 40 anos com dentes e uma pele bonita. E sem risco de cancro onde quer que seja...

 

As miudas, alem da moda de roubarem meias malcheirosas, este fim de semana descobriram que se entornarem o balde do lixo, conseguem comer iguarias tais como: pernas de frango semi comidas, arroz, batatas fritas com ketchup, ovo e restos de peixe. O que digamos

 

"sabem bem melhor por serem roubadas, que aquele paté que a gorda de duas pernas nos põe no prato de forma tão prática e sem um pingo de proibição..."

 

Claro que já descobri uma forma de não fazerem isso... Depois de lhes limpar a "sanitoide", enfiar a areia suja no caixote do lixo mesmo por cima dos restos. Esquisitas e asseadas como são, nem lhes pegam!

 

Fim de semana ainda marcado com uns mimos (in)esperados...

 

 

Não sei quem ficou seleccionado para jardineiro. Só sei que à quantidade de gente que atendi já dava para cultivar o Horto do Campo Grande todo, depois de uma praga de bicharada que tivesse comido as plantas e árvores. Além da foca...

Se mudar de trabalho vou ficar com saudades disto, mas sei que aqui não é o meu lugar. Mereço melhor. Ou pelo menos mereço mais 100euros. Mas vou ter saudades.

 

A Dr.ª maluca está de baixa.... Pirou de vez. Eu sabia!

 

Ao Dr. já lhe disse que ia arranjar um bloco de notas para ele escrever todas as suas memorias...

 

" - Porque?"

 

" - Porque bem precisa. Alzheimer não perdoa...Ainda por cima na sua idade!"

 

(silêncio...)

 

A outra Dr.ª que tanto gosto é a unica que se aproveita. Diz umas caralh**** bem ao gosto de mulher do Norte e entendemo-nos perfeitamente.

 

Agora temos uma nova advogada aqui. Pelo que me foi dado a conhecer à primeira vista acho-a "pãozinho sem sal" mas isto sou eu que não digo mal só corrijo pequenos defeitos.

 

E depois temos o meu amigo velhadas que anda sempre, mas SEMPRE, de trombas...

 

 

(Oh pra ele aqui a tomar o pequeno almoço...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D