Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


 

 

Desde que estou neste trabalho que tenho apenas rasgos da minha inteligência e cultura de outrora... Rasgos esses que antes seriam diários e que agora ocorrem, talvêz, de 15 em 15 dias...

 

Para se ter noção vejamos a brilhante conclusão a que cheguei hoje:

 

B. - Ela poderá fazer inseminação artificial...

 

Pobre(o)Tanas - Porque? É estéril?

 

 

Eu que sempre fui o supra-sumo da cultura sexual saí-me com esta... Eu que era culta, sabia coisas formidáveis... Que tinham piada... Agora transformei-me nisto... Num ser denominado "Bobo "Burro" de Corte"...

 

Obvio que fui gozada apesar de saber que, ha uns meses atrás, nunca cuspiria um "monstro" destes pela boca fora... Isto era básico e eu fui castigada... E sei porque o fui... Porque uma vez um amigo disse que uma mulher nunca engravidaria se não tivesse um orgasmo... Ao qual eu respondi "Seu paspalho, a tua mãe decerteza que não se veio quando te fez e tu estás aqui...".

 

Eu mereço... Mereço estar lerda... Merecia castigo pior...

 

Preciso de ser injectada com neurónios... E deveria pensar antes de falar, isso é certo...

 

 

Precisa-se de meia duzia de enciclopédias, pfv...

 

Neste momento o meu cerebro dá atenção a Perdas Totais e IDS Credor... Aos 40 processos diários que possuo, a um perito por cada processo que tenha em curso e o qual tenho de controlar... Tenho dezenas de homens na rua que preciso de lhes meter mão antes que as coisas fiquem negras...

 

Sou uma pastora e eles o meu rebanho! Rebanho esse que além de querer que façam o seu trabalho, me preocupo com eles... Que não fiquem mal vistos nem eu... E muitas vezes preocupo-me se chegam bem, se estão bem. Tenho os clientes que deveriam estar no topo das minhas preocupações como acontece com maior parte dos meus colegas. Mas para mim o mais importante são os "meus" homens, os meus soldados. E são tão bons meninos quando fazem tudo certinho  e não deixam aqui a pastorinha de cabelos em pé!

 

Dão-me na cabeça porque muitas vezes posso não lhes ter pulso mas acho que se for compreensiva para com eles e com alguns erros que possam cometer, que tenho deles o que preciso e até agora tem corrido bem. E como digo constantemente não vou discutir com um homem que anda neste "mundo" há mais anos que aqueles que tenho de vida...

 

Gosto tanto dos meus "maninos"! Tã lindes qu'eles saum!

 

 

Orgulho de "mãe" babada!

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

E de maneira que é assim que ocupo o cérebro... Já não tenho perspicácia... Já não sou tão prática como era. Nem tudo é lógico para mim e não tem sido com noites de descanso que isto tenha melhorado...

 

Efectivamente preocupo-me... Estou metida no meio do mulherio casado que fala no que dizem as revistas cor de rosa do café da esquina. No básico dos básicos. Do que veste a outra hoje... E isso torna-se hábito. O cérebro feminino dispersa-se em porcarias futeis desse estilo. Sempre foi assim por mais "machona" que a mulher fosse por mais que pensasse de forma simples e prática como um homem. A mais SheMale de todas as mulheres, onde estou, tornar-se-ia uma perita em perfumes e nas trezentas formas de fazer galinha de cabidela. Qualquer mulher ali, se se sentar numa cadeira de outra colega, fica grávida... Porque o projecto das que ali trabalham, presentemente, é ter o segundo filho - o primeiro eu ainda não estava lá. Miram as barrigas umas das outras, na gordura acumulada... Entretanto a coisa acalmou com a vinda da praia... Era ver quem trazia o maior bronze e claro a barriga...

 

Tanto se beija como se pregam rasteiras - mas isso sempre foi assim - contudo cada vez é mais intenso e eu vejo-me a cada dia que passa mais sonsa sendo verdadeira comigo mesma. Com a verdade engano as pessoas... Digo que estão fantásticas, lindas, magras para pensarem que estou a ser mentirosa - com aquele sexto sentido feminino para o cinismo - no entanto digo-o com verdade acabando por nunca se saber se o que penso é isso mesmo ou não.

 

Ali dentro nunca disse "Gosto" sabendo que não é verdade. Gosto e pronto. Se pensarem que estou a ser falsa, paciencia... Eu é que sei. E acabo por nunca me trair nem aos meus principios.

 

Talvez por ter que possuir um jogo de cintura muito cruel e que muito oscila entre altos e baixos para a minha maneira de ser eu não consigo desenvolver o meu cérebro no que toca à cultura...

 

Talvez seja uma desculpa... Talvez nem seja... Um dia descobrirei...

 

Até lá espero que volte à minha tolice com algum sentido prático e simples...

 

---------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno a 17.09.2009 às 08:38

Olá...

Lol, eu acho que , e sem dares conta, que continuas igual , ou seja fantástica,lol, pelo menos aqui po estaminé, e quanto á inteligência tás é a ficar cota,heheh,e o alentejo deixa-te tão em zen , tão relax,que o cérebro não fica tão"sharp", anda dístraido..o que é bom ,mas também é so uma opinião ... ;)

bjocas
Sem imagem de perfil

De Cocas o sapo desaparecido a 18.09.2009 às 20:49

LOOOOL, isso nem parece teu miga :O
mas prontes... o calor e tal e coise... dá nisso :P
o sapo passou por ca para deixar uma bjuka a amiga
chuacccc na mary ;)
Imagem de perfil

De Kai a 21.09.2009 às 14:06

Que moca de post! Eu digo-te uma coisa, se tu algum dia me dissesses isto: ""Seu paspalho, a tua mãe decerteza que não se veio quando te fez e tu estás aqui...". Que loooool!!!!

E isso da falta de prática e atrasos do cérebro... é da idade mulher, põe nivea ou loreal, pode ser que passe..!

Bju
Sem imagem de perfil

De Flau desaparecido a 16.10.2009 às 18:51

entendes agora...os dias em que não dava uma para a caixa? anima-te rapariga...isso passa, são fases :P

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D