Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


08
Set11

A Depuralina resulta?

por Pobre(o)Tanas

 

 

Se outrora com uns míseros 57kg achava-me dona e raínha de todos estes mares e oceanos, hoje, volvidos 2 anos, um corpo aposentado, entregue aos luxos de uma vida estável - menos sedentária porque andamos muito a pé por aqui isso é verdade - e tranquila, sou, não só a dona de todos estes mares e oceanos, como de todo um universo, galáxia e espaço infinito onde pululam cetáceos.

 

Estes 71 kg envoltos em 1,65m de altura têm dado cabo de todas as calças de ganga que obrigo a servirem-me e que julgava serem para toda a vida. Aliás sempre achei que usaria as mesmas calças que vestia aos 16 anos no meu futuro e longinquo corpo de 90... Mas nem foi preciso viver tudo o que tenho para viver, ter filhos, reformar-me, ter netos, dois pacemakers e sobreviver a uma constipação sem partir uma costela e perfurar um pulmão. Não... Bastou conhecer um Alentejano, "amigar-me" com ele, juntos rasparmos tachos e mais tachos de comida e deixar de fumar. Teria sido tudo fácil se eu fosse esquisita mas não. Depois aquela necessidade constante de hidratos de carbono, salgados... O colesterol a 192 dizendo o médico - Alentejano - que estou optima pois todos os outros pacientes - Alentejanos - têm-nos a 380, ou que por ter a tensão muito baixa (normalmente 5-8 ou 6-10) deveria meter-me no tintol pois que ele faz o mesmo e depois do almoço já não consegue dar consultas. Seria tudo muito mais fácil... Mas...

 

Se antes bastava não comer chocolates e batatas fritas durante umas horas - ou não olhar para eles - hoje são precisos anos de celibato oral. Sendo a minha boca a Madre Superiora das celibatárias "Carmelitas do Frigorifico fechado a cadeado". As viagens ao supermecado demoram horas para contar calorias de alguns alimentos que antes eram parte de mim. Mas parte do meu ser tipo fígado ou um olho. Necessários mesmo. Os cheetoos são a minha alma e não tenho vergonha de dizer que esta é cor-de-laranja e em forma de bolinhas de futebol. Contudo, nestes tempos tenho de olhar para as tabelas, benzer-me, rezar 20 pais-nosso só porque peguei no alimento proibido e colocá-lo na prateleira outra vez. As massas são a Eva e eu o Adão a quem Deus diz "Não a papes, não a papes..." mas lá anda a serpente a envenenar-me... Mas eu sou forte!

 

Daí que, e porque tenho imenso espaço para correr e fazer exercício na rua, decidi não me inscrever num ginásio mas comprar um produto qualquer "milagreiro" que me ajude.

 

 Já lá vão 3 semanas em que o meu Jacinto só me vê 5 minutos por dia, pois o restante tempo é a trabalhar ou na casa de banho a esvaziar a bexiga e a tripa. Se já conhecia todas as casas de banho do país neste momento garanto que se nada resultar dedicar-me-ei à criação de rãs pois é o que nada dentro do meu estômago de tanta água que bebo. Pior. Tenho dores nas costas, suponho que seja rins porque nem eles estavam habituados a trabalhar e produzir tanta energia hídrica. Um destes dias poderei ligar os aparelhos cá de casa a mim mesma que tudo funciona. Um microondas, a máquina de lavar, o forno... Até chegar o bi-horário para poder ligar também o cilindro para haver água quente. No fim arranjo também estrume para a horta que isto comparado ao estrume dos animais ou ao moliço que se arrebanhava para estrumar a terra não é nada. Conclusão, micção e evacuação cá em casa não falta e no trabalho já passei a part-time pois que o restante tempo é passado colada à sanita.

 

Correr, andar até à serra, fazer abdominais, correr na passadeira do trabalho, comer bem e beber muita água quero ver que corpinho vai sair daqui... O Jacinto até pensará que a meio da noite veio o génio da lâmpada mágica e trocou-lhe a bombona que dormia ao lado por uma fulana que outrora posou para as revistas dos gajos.

 

 

No fim todos querem saber se a Depuralina resulta...

 

 

Pah...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não sei...   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   +=

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

07
Set11

 

 

Pobre(o)Tanas - Empresa X, boa tarde...

 

Alguém (incrivelmente) estúpido - Tou!?!?!? D'ondé qu'fala????

 

Pobre(o)Tanas - Da empresa X, com quem deseja falar?

 

Alguém (incrivelmente) estúpido - Ai o c******!!!!

 

*PIM*

 

 

 

 

 

 

Por mais anos que me encontre atrás de uma secretária há coisas a que nunca poderei dizer que me habituei...

 

 

E para todos eles, olha toma!!!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Set11

O bom filho a casa torna...

por Pobre(o)Tanas

 

 

Existem coisas que eu, Pobre(o)Tanas, nunca vou deixar de gostar! Uma delas é a funcionalidade das coisas. Gosto. Gosto de chegar ali, carregar num botão e zás! Aquilo funciona para meu deleite. Fico felicissima! Outra coisa é ter saudades de certas coisas. Pois que continuo minha, apesar de me partilhar com o meu Jacinto vai para 2 anos e meio, e nem aventando coisas eu me dei bem uma vez que não aventei nada nos últimos meses mas sim escarrei. E se eu não sei escarrar imaginam como me sentia para escrever... Daí que tentei, sério que tentei, durante 9 meses, empenhar-me num novo blog, num novo formato, numa nova visão. Mas o deus Sapo castigou-me e rogou-me uma praga: "Ai é? Mudaste-te? Pois olha hás-de cá vir porque lá fora tudo é diferente e não terás o mesmo conforto que aqui..." e não tive, pois não. Felizmente só mudei de página...

 

Pelo que, tudo o que foi recolhido de mim nos últimos 9 meses está a ser importado aqui, para o meu saudoso SouMinha. A gota de água aconteceu ontem quando quis comentar o blog da Sarokas dando-lhe os parabéns por estar à espera de bebé e o blog simplesmente vai abaixo, cai a sessão e tudo o mais. Não gostei, senti-me defraudada. Gosto que me tratem bem. Sempre assim o foi.

 

Engraçado como só o simples facto de se estar numa página que nos é familiar a escrita muda logo...

 

Poder-se-á notar uma escrita horrivelmente chata nos posts importados. Pois que me era mesmo dificil... Sabe Deus como! Isto se eu conseguir importá-los, se não conseguir... também nada se perde, de verdade.

 

O bom disto é que o Sapo aceita-nos sempre de volta. É como aquelas relações em que é o outro que detém todo o poder e nós ali sossegadinhos. No fim é capaz de fazer gato-sapato de nós. Mas Sapo, estás à vontade... Subjugo-me à tua vontade...

 

No fundo, tudo o que o SouMinha representa não mais é que um eu desgovernado, mal educado, inconveniente e dono de si quando está num espaço privado/intimo mas muito feliz.

 

E era disto que eu precisava, não de uma carrada de regras que impus a mim mesma, num bom tom e cheia de salamaleques para parecer coerente. Nunca o fui. Por vezes encontram-se rasgos disso mas tudo muito caótico.

E siga a marinha que eu parece que cheguei agora da guerra e a minha mãe fez o meu prato preferido...

 

 

---------------------------------------

 

 

Agora sim digo-o finalmente! Parabéns Sarakocas! Parabéns e que esta vossa etapa corra tranquilamente e que venha com saúde. Muita! Felicidades para vós!

 

 

---------------------

 

 

Esta semana finalmente todos regressaram ao trabalho e posso descansar a moina... Que isto de colegas fora fica tudo um caos. Mais que não seja por sermos só três com boas vibrações e restantes se limitarem somente às partes ou coisas que vibram.

 

 

------

 

Toca aguentar aí uns minutos que estou a ver se a mulher do João Pinto se lembra de mim...

 

 

 

Não sei porque o meu Jacinto teima no Euromilhões... A cartomante disse-me que nunca seria rica. Seria desafogada, no máximo... Ele diz que a cartomante falou de mim, não dele.

 

----

 

 

O meu colega Hélder é aquele ser que na época de Henrique VIII, tendo sido feito duque de uma qualquer terra acabada em Shire por dá cá aquela palha, acabaria mais dia menos dia com a cabeça espetada num pau no meio de Londres para que todos o vissem. E eu, como bobo da corte ou a mulher das hortaliças que seria, rir-me-ia mostrando bem todo um conjunto de dentes podres ou falta deles.

 

Sempre fui comixosa com as minhas coisas. Cedo-as quando me pedem mas tudo tem dois "V's" na ponta: "Vai" e "Volta". Por isso fico fula se mexem nas minhas coisas sem autorização. Pior, levam-nas e deixam lá lixo. E foi isso que aconteceu ontem. De forma mal criada, aquele merdoso filho de uma grandessíssima cadela cheia de sarna, resolve tirar uma das minhas canetas e deixar lá não o lugar vazio - valia mais - mas sim uma caneta igual mas vazia e uma recarga. Fui aos arames. Questionei toda agente e quando descobri que tinha sido ele, espetei-lhe o dedinho em frente do nariz e disse-lhe:

 

- Ouça, nunca mais me faz uma coisa destas. É de uma falta de respeito de todo o tamanho. Fique sabendo que isto aqui é sim o da Pobre(o)Tanas daí estar aqui tudo o que preciso para escrever. ESTE é o meu material de trabalho e você não tinha que lhe mexer, ali - apontando para o armário do material que precisamos -  é onde pode mexer e isto é meu!

 

- Ah mas não haviam canetas no armário!

 

- Temos pena! Fazia como toda agente e aguentava-se à bomboca sem canetas ou tirava e trazia de volta. O que fez foi quase roubar. E pior faltar ao respeito deixando o que não presta. Nunca mais volte a fazer isso. Nunca.

 

E para meu prazer, que sempre fui muito autoritária e sempre odiei tratar pessoas da minha idade por você só porque são cagonas, ele soltou o que sempre diz quando o chefe ou o patrão lhe dão na cabeça:

 

- Certíssimo, certíssimo.

 

Dei a minha bufinha merdosa e fiz um papelinho que colei na minha caixinha das canetas:

 

 

Se precisais de canetas, pedi. Felizmente ensinaram-me a ver beleza na partilha.   

 

 

De resto tudo pacífico naquele estaminé a que chamo Calhoeiras. É bem mais pacífico que trabalhar com carros estampados e mais intenso que o Faixa de Gaza. No fundo fica ali no meio, mais próximo do Faixa de Gaza mas pagam-me a horas e fao 4 línguas ou 5 sendo que 1 é a materna e outras três foram postas no curriculo só para ingleses, franceses e espanhóis verem. Se os italianos e os alemães quiserem, também podem espreitar.

 

Assim para resumir, caso a importação de blogs não funcione, tenho duas colegas que são o meu suporte ali dentro, ou eu a elas, a meio da manhã trocamos bolachas, iogurtes, sorrisos o que nos enche o dia com coisas positivas, mais duas que são o oposto de tudo: uma é-me indiferente pois falta imenso e para mim estar ou não estar e desde que não interfira no meu trabalho, tanto me faz, e a outra causa-me nojo pela pessoa que é, que no fundo se dá bem com o cagão do Hélder daí que felizmente deixei de fumar para não ouvir merdices com eles na rua. Tenho um Cristiano Ronaldo das vendas por ser um bodocho com a mania que ainda tem 60kg e 20 anos e que vende tudo, o seu discipulo lingrinhas com a mania que é pseudo intelectualóide de esquerda e um engenheiro de meia-leca que por sua vez também se acha o rei do pedaço que às 10 da manhã em pleno inverno com - 30º dentro do estabelecimento já cheira a suor. No fim disto tudo está o chefe o Dr. Where's Wally (ou Waldo) cuja relação que temos baseia-se no amor-ódio, mas que no fundo já lhe disse que quando me trata mal é para o lado que durmo melhor pois saio dali e vou para a aldeia e agarro-me ao facto de não ter problemas nenhuns. No fim o patrão, rico não só pelo nome mas pela carteira e carro cujo computador de bordo é quase do tamanho da minha tv da sala, que se acha justo enquanto patrão e muito humano. Nunca lhe vi humanidade a não ser para as vacas que tem na herdade mas isso deve ser porque não lido muito com ele ou quando me pede algo é sempre de coisas que nunca sei como se fazem ou sequer como se soletram...

 

No fundo gosto daquilo. Após 5 meses desempregada aqui longe, longe, longe, achei um diamante...

 

 

----------------------------

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D