Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


28
Fev13

Sou assim...

por Pobre(o)Tanas

Quem me conhece sabe bem que eu gosto muito das pessoas, gosto mesmo mas eu não tenho capacidade nem disposição para dar tanto de mim como me é exigido constantemente! Nunca fui pessoa de grandes amizades. Tive/tenho/vou tendo algumas mas porque infelizmente tenho tido imenso "trabalho" em manter uma harmoniosa relação com os meus familiares mais próximos que no que se trata de amizades não tenho capacidade para tamanha dedicação. Sei que um dia, quando for velha e só, que me vou arrepender mas como disse, aquilo que passo com a família é tão intenso, tão trabalhoso que penso que se eles que me trouxeram ao mundo assim são porque carga de água os de fora não farão pior? E tenho lá feitio para me dedicar a algo que mais cedo ou mais tarde vai c'os porcos... Adiante...

 

Tudo isto para dizer que soube da opinião nada positiva de uma pessoa que foi minha amiga outrora e que aquando o fim da nossa relação - nem foi bem fim, dei um tempo a esta amizade que me consumia mas as coisas foram-se arrastando para um fim inevitável - a moça ficou deveras ofendida, revoltada, triste e claro só não me chamou de santa pois que não estive lá no momento que ela mais precisava. Sei perfeitamente porque me afastei e nada teve a ver com o problema que ela tinha (nao tendo) e com o qual precisava mais de mim. Aquele problema foi apenas e somente a gota de água num reservatório que eu tenho e que demora imenso a encher.

 

Nunca tive paciência para pessoas com imensos problemas. Mas atenção! Problemas que só existem nas suas cabeças. Sou prática, decidida q.b. e confusões não são comigo. E a cada passo que uma pessoa dá, se vê um problema, um obstáculo e o filme começar como uma tragédia grega, uma atitude de derrota total sem sequer observar o que tem diante de si para saber se consegue ou não ultrapassar, decididamente não é comigo! Eu corto, eu fujo, eu desapareço! Por mais que acalente, abrace, dê colo, empurre, estimule, sorria, dê força e tudo aquilo não chegar e quererem sempre mais e mais e mais não é para contar comigo! Aturo dias, meses, anos... Mas tudo tem um limite.

 

A pessoa tem todo, mas TODO, o direito de ficar revoltada comigo e de nunca mais querer dirigir-me a palavra mas eu não sou pessoa negativa. Eu detesto negatividade! Tive tanta na minha vida - e sempre tentei sacudi-la do pêlo - que ter um encosto sempre triste, com problemas (reitero que são apenas na sua cabeça), gravemente doente (mais uma vez a gravidade da coisa é posta em dúvida) e a querer constantemente atenção, não é para mim! Mais! Se tem tantos problemas como se diz ter, se se mete em mais ainda não contem comigo! Se se tem falta de algo para que fomentar ainda mais esse vazio? Não, não e não!

 

Por isso as pessoas vão passando na minha vida e só algumas (muito poucas) ficam porque ou convivem comigo sem exigir muito ou não convivem! 

 

Já tentei manter uma relação de amizade coerente, sem altos nem baixos mas ou a pessoa se afasta ou afasto-me eu. E com quem me dou melhor é com aquelas pessoas que só me ligam lá de longe a longe mas sei que se precisar e elas precisarem estou/estamos à disposição! Nunca tive feitio para mais e quando vejo que a amizade se começa a tornar muito sufocante, corto!

 

Continuo a achar que a pessoa tem razão em estar p*** da vida comigo mas eu não aguentava mais. E não estou a escrever isto à laia de sentimento de culpa recalcado, nada disso... É para me lembrar, quando for velha e só, o porque de estar assim... Eu não tenho capacidade para mais do que aquilo que dou!

 

Lamento!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De CV a 04.03.2013 às 21:02

Sabes bem a minha história e como já me deves conhecer um bocadinho assim bem considerável sabes que sou como tu bem decidida!!! Apesar de ás vezes lá virem as inseguranças :s Se já não te sentias bem em continuar com essa amizade acho que fizeste bem em por um ponto final (ou caminhas para ele) Deixa, só faz falta quem cá está!!!

Beijocas
Imagem de perfil

De Pobre(o)Tanas a 05.03.2013 às 20:26

É como te disse, custa a passar mas vai passar! Inseguranças sempre teremos, serão perante coisas diferentes mas teremos! Força!!! Crescer custa!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D