Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora sou esposa, mãe, completa! Mas continuo minha... Sempre!


Foi uma semana cheia de coisas para fazer e cansativa.

 

 

O 50º aniversário do meu pai que correu lindamente no fim-de-semana de 4 e 5 e ao qual obrigatóriamente teríamos de ir porque era uma data MUITISSIMO importante e queria fazer-lhe a surpresa. Jantámos todos juntos e até a matrafona da minha madrasta ficou sossegadinha. Correu realmente tudo bem até ao momento em que ele disse que ia voltar a casar e eu tive de ficar feliz por o ver feliz. Quando me disse que seria com bens adquiridos e após o meu Jacinto me ter aberto os olhos lá me deu um fanico e tive de falar francamente com o meu pai e resolvemos tratar de um advogado porque se ele se casar com ela antes da minha avó falecer e posteriormente à morte da velhota ele vai herdar a mastronça ainda fica com parte. Ora um dia dá-lhe na veneta e arranja um mastronço com a idade dela (porque o meu pai tem mais 16 anos que a moça) e o meu pai fica pelas metades.

 

Tenho de me informar com um advogado e apesar de ter trabalhado com eles não me recordo de nada de leis, heranças e o raio que os parta a todos... E queria mesmo que o meu pai tivesse razão e que ela não pudesse meter a pata em bens adquiridos por herança apenas bens adquiridos pelos dois... A ver vamos...

 

 

Foi uma semana ainda marcada com idas ao médico. Estas tonturas e enjoos não me passam e apesar de ter dito ao médico que tinha tido a menstruação ele disse que já tinha visto de tudo e mandou-me fazer um teste de gravidez pelo que aguardo os resultados à urina e ao sangue para ver de onde vem este mau estar. Fiz um teste da farmácia que deu negativo para tristeza nossa que já estávamos muito grávidos...

 

Caso seja negativo, no próximo mês começamos a ir aos treinos :)

 

Este fim de semana a minha avó veio em excursão até Vila Viçosa e aproveitámos para estar mais um bocadinho com ela e visitar alguns pontos da cidade. Apesar de morarmos a uns 12kms e trabalharmos lá nem sempre há tempo.

 

Fomos ainda a Évora comprar roupa ao meu Jacinto e outras tralhas necessárias à nossa casa.

 

 

 

 

Precisava de férias. Já pensei dezenas de vezes em tirar uma semana agora para descansar. Sinto-me à deriva e terrivelmente derrotista. Por mim mandava tudo às favas e ia viver dos rendimentos sociais. Já tanta gente o faz porque não poderia eu ir também? Ali de papo para o ar... Tenho um primo com 45 anos e 4 filhos de 3 mulheres cujas pensões são os meus tios, pais dele, que pagam, não trabalha, não recebe nada e os seus dias são repartidos em 3 fases: dormir e fumar ganzas/pescar e fumar ganzas/fumar ganzas e fumar ganzas... Por vezes faz horas extra e sai ou toma conta do único filho que está com ele. E diz que está bem assim... 

 

 

 

 

 

Eu nem tenho ido à pesca...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D